Brad Sundberg (08)


"Agora, imagine um cantor (digamos, Michael Jackson, por exemplo), cantando frases como Hey pretty baby with the high heels on… ou PYT ou Someone put your hand out…e assim por diante.

Quando o cantor soltar aquele som do "P" a todo vapor, o microfone vai soar como ele se estivesse em um vendaval. Microfones não gostam de vento ... ou sons de "P".

Há muito tempo, alguém em um estúdio descobriu que, se você pegar um cabide (não estou inventando isso) e modelá-lo [no formato de] um círculo, você pode esticar um par de meia-calça por cima. [...]

De qualquer forma, uma vez que a meia-calça está neste aro, se você falar ou cantar através dele, o som do ''P'' é absorvido, mas o restante do som passa sem nenhum problema. Muito legal...

Agora, avançamos para os estúdios de gravação em meados / final dos anos 80: Salas bonitas, microfones elegantes, equipamentos incrível, alto nível de talento, etc.

Era um momento incrível estar em um estúdio de gravação - eles eram como grandes palácios de música. No entanto, em uma sessão típica ainda estávamos usando este tipo de filtro ''P''!


Oh, nós os fizemos um pouco mais bonitos, com pequenos aros de madeira, mas o conceito ainda era o mesmo. Então, você, meu leitor, está dizendo para si mesmo:

"Brad, você não está me dizendo que Michael Jackson cantou alguns de seus vocais através de um par de meias?"

A resposta é SIM! E parecia ótimo!''

by Brad Sundberg (Profissional em sistemas de som)

Fonte: https://inthestudiowithmichaeljackson.ticketbud.com

5 comentários:

  1. Michael podia cantar com os melhores ou mais simples microfones que ele arrasava, coisa de rei do pop!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na canção Billie Jean, quando Michael canta a linha do ''think twice'' no final do terceiro verso, ele está cantando através de um tubo de papelão.

      Excluir
  2. É exatamente disso q eu gosto quando me refiro à bastidores em estúdios, making of, ensaios e tudo mais, enfim, é ver o trabalho se construindo para surgir uma grande obra....

    A dosagem certa entre esses elementos rústicos e tbém utilizando os recursos eletrônicos, porém mantendo o talento acima de tudo isso, é aí que está a diferença entre um grande artista, que sabe exatamente como lançar mão de vários elementos p/ acrescentar ainda mais qualidade ao talento natural e verdadeiro, chegando a perfeição. E nisso o Michael é um mestre e sempre associado aos melhores em suas áreas. Um artista completo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Lady. Esse processo orgânico também é muito bem vindo dentro do cinema, teatro e outras áreas artísticas.

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! :) Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line.
**Para assuntos privados e não referentes à matéria eu peço que utilize o email [cartasparamichael@gmail.com] ・。.。・゚゚・。.。・゚゚・。❊
*Rosane [admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...