''Saravá, Michael Jackson''


''Saravá, Michael Jackson'' 
por Carlos Drummond de Andrade 

"Para Presidente da República, Michael Jackson!

Ainda não ouvi este brado, mas daqui a pouco ele soará. Nas areias do Leblon e nas noites do Asa Branca. Na feira de São Cristóvão. Nas tertúlias do Jockey Club. No Maracanã. Na Cobal. No Lar das Donzelas Incasáveis. Embaixo dos viadutos e passarelas. No bote dos pescadores. No céu estrelado. 

Michael Jackson, por que custou tanto a aparecer, Michael Jackson? Os deuses desapareceram há milênios, o grande Pã morreu ninguém se lembra mais quando. As religiões, sentindo-se solitárias, abraçaram-se ecumenicamente, porém nenhuma apresentou um fato novo, de importância cósmica. 

Foi preciso que um útero... Não. Michael Jackson, o divino, nasceu da barriga de um meteoro ou da pura luz ou das entranhas do Fatum. Tinha que nascer diferente, para crescer diferente e seduzir diferente a humanidade. 

Surgem apelos veementes para Michael Jackson fazer isto e aquilo, pagar nossos credores estrangeiros, ressuscitar o PDS, garantir a safra da soja. Só Michael Jackson poderá acabar com a fome no Brasil e com a saúva também. 

Se Michael Jackson não pacificar os casais desavindos, quem mais o fará? Seu pansexualismo é proposta de vida para a humanidade fatigada disto e daquilo, em fatias tediosas; é ou tudo ou nada. Jackson explode. Michael levita. E nós com ele. 

O disco de MJ substitui plenamente as Epístolas de São Pedro, São Paulo e São Tiago, e até a novela das 8. Colossenses, Tessalonicenses, Coríntios (e corintianos também), detende-vos e escutai a Voz que vem de Michael. A voz e os gestos. Escutai os gestos, as lantejoulas pretas, a cabeleira incendiada no comercial de tevê, escutai o lobisomem em que ele se transformou. 

Epa, Michael, mas você abusa da nossa capacidade de admirar. Você, como a gasolina, excede; super excede a gasolina. As revistas brasileiras que buscam o sensacional só têm uma capa: você. Nem Roberta Close nem Reagan nem Maluf podem contigo. Estás em toda parte. 

Ouvi dizer que as novas notas de cem mil cruzeiros, em fabricação na Casa da Moeda, terão a efígie cantando Beat It. É uma jogada inteligente para recuperar a confiança no valor das cédulas.Com algumas MJ-100 mil na bolsa, as madames poderão ir confiantes ao supermercado, para a compra de abobrinha e sabão branco-total. 

Porque Michael, como já se proclamou, é o astro total. Tótem. Totipotente. Como ele engasga bem! Até engasgar é uma arte, e Michael a domina como a um potro selvagem. O wet look dele é de endoidar qualquer Clodovil. 

As crianças do mundo inteiro o adoram como a um meninão batmânico e frágil. O Senador Amaral Peixoto acha que ele pode salvar o Brasil, se de todo o Presidente Figueiredo não quiser incumbir-se dessa chateação. 

O Deputado Ulysses Guimarães não faz restrições ao garoto que integra os Jackson Five - e isto é dizer o máximo. Em sua dança, Dalal Achcar não bota defeito. Dizem que o Athayde, da Academia Brasileira de Letras, o julga merecedor de uma poltrona imortal, mesmo sem vaga, principalmente sem: é mais glorificador.

Michael Jackson quanto custa para o bolso do Brasil? Em discos, cassetes, videocassetes, bugigangas que trazem o nome ou a figura dele? Pergunta evidentemente estúpida, que só formulo aqui para frisar como um acontecimento cultural de tamanha grandeza pode inspirar mesquinhas indagações contábeis. 

O que gastamos para consumir Michael Jackson, e não Nijinski ou a Malibran, notoriamente falecidos, é nada em comparação como o gozo sensorial-espiritual que ele nos proporciona. E ele, por sua vez, não nos deve nada. 

Em face da carência nacional de ídolos, natural que importemos um, mais um. Não poderíamos estabelecer reserva de mercado para os imitadores nacionais desse elfo cantarino. Queremos o original, o único, o sem-limite, o tal-total.

O Velô, o Mílton, o Chico, o Tom, a Ramalho, o Matogrosso, o este e o aquele que se cuidem, se quiserem que continuemos a amá-los e frequentá-los. Michael não vem com espada de fogo para trucidá-los, mas, se não andarem direitinho, o bicho vem e o bicho pega. 

O espaço ocupado por ele abrange o nosso universo, e para haver convivência pacífica é necessário que todos reconheçamos a originalidade, a supra=genialidade de Jackson, com ou sem família, que isso de família para ele são babados ou papelotes. 

A família Jackson é um adjetivo, Michael não é só o substantivo, é o dicionário; a enciclopédia, a tradição cantada e pulada, do homem das cavernas até o homem das estrelas.

Palmas para Michael Jackson. Ele merece. Tanta gente por aí que não merece, ganhando, mais do que aplausos: posições, mordomias, o mel da vida. O americano tem tudo isso e nos tem também a seus pés, como é devido. Inclino-me e declaro, altissonante: que seria o mundo se não existisse Michael Jackson e seu show Victory? Saravá, Mic!"

*Artigo publicado na revista brasileira Manchete em 1984



Carlos Drummond de Andrade escreveu este artigo aos 82 anos de idade. Ele foi um poeta, contista e cronista brasileiro, considerado por muitos o mais influente poeta brasileiro do século XX.


Ele também teve sua efígie impressa nas notas de NCz$ 50,00 [cinquenta cruzados novos] em circulação no Brasil entre 1988 e 1990.




*Artigo compartilhado conosco pela leitora Regina Bett 
*Imagens da matéria da revista e a capa digitalizadas pela Regina, a quem eu agradeço o compartilhamento.
*Demais imagens adicionadas por este blog.

34 comentários:

  1. Ficou lindo, meninas!

    Será que ele assistiu a Victory Tour? Deveria ser uma explosão de Michael no mundo. E, teria sido assim, até o fim, se não houvesse maldade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele pode não ter assistido ao vivo [ou será que...?] mas recebeu toda a influência, a ponto de citar a turnê no artigo.

      Excluir
  2. Toda a criatividade, espirituosidade, inteligência e bom humor que Andrade colocou na composição desse artigo nos dão uma ideia do porquê ele ser citado como o mais [ou um dos mais] poetas influentes do século 20.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ...e eu preciso citar a lucidez desse escritor, escrevendo um artigo tão afiado aos 82 anos de idade.

      Excluir
  3. Um gênio descrevendo outro.

    Emocionante!

    ResponderExcluir
  4. Interessante esclarecer o nome do artigo, ''Saravá, Michael Jackson''.

    Saravá é uma forma de saudação de origem escrava [afro].

    '' Saravá significa então a força que movimenta a natureza. Esse termo é, portanto, um mantra que pode fixar ou dissipar determinadas vibrações, não sendo, portanto aconselhável pronunciá-lo sem a devida necessidade. Na umbanda paulista, saravá também é utilizada como uma saudação possuindo o sentido de "Salve sua força!", da força de deus e da natureza que estão dentro da pessoa, como no mantra indiano namastê, que significa: o Deus que tem dentro de mim, saúda o deus que tem dentro de você.'' Wikipedia

    ResponderExcluir
  5. Belo texto gostei muito Rosane!!
    Mas vc sabe quando Carlos Drummond de Andrade morreu??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Três anos após escrever esse artigo, Alana. [1987]

      Excluir
  6. Boa noite Rosane,

    deu vontade de dar gritinhos, aplaudir de pé quando li esse texto aos pedaços ( pelo celular) em meio ao trabalho :)
    Esse eu acho que foi o melhor texto que li sobre Michael e a minha surpresa maior de ter sido o grande poeta e escritor Drummond de Andrade.
    Desde a saudação, Saravá ( achei lindo, brasileiríssimo embora seja de origem africana).
    A grandeza e a humildade desse grande poeta reconhecendo outra grandeza em humilde e talento.
    Michael é o "totipotente" e engasga bem, adorei=D7
    Posso salvar esse texto angel? É precioso demais.
    Amei!
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, amiga,

      eu concordo cem por cento com todas as tuas palavras a respeito deste artigo. A gente poderia ficar aqui, desfiando parágrafo a parágrafo, porque ele é grandioso.

      É claro que vc pode salvar, imagine! Ainda, acredito que poucos fãs tenham conhecimento dessas palavras do poeta a respeito do nosso Rei do Pop.

      Bjinho, :)

      Excluir
  7. Olá, angel do Michael!

    Não precisa me agradecer. Eu é que agradeço pela honra e alegria em estar contribuindo com este maravilhoso blog!

    A matéria ficou linda, parabéns! =D7

    Lendo agora neste espaço, onde tenho me emocionado ao ler tantas matérias maravilhosas sobre nosso anjo, estou percebendo melhor o quanto este artigo de nosso grande poeta é grandioso e precioso!!! Contém cada frase, em cada parágrafo, é bom demais!!!

    Realmente, esta preciosidade tinha que ser publicada para que os fãs do mundo todo possam apreciá-la!! \o/ \o/ :) :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Regina,

      se vc ler os comentários acima publicados, como o da Francisca, por exemplo, onde ela se mostra tão feliz, vc faz uma ideia de como eu me sinto quando posso trazer histórias bonitas e verdadeiras para publicar. Esse é o retorno.

      Sim, esse texto é um clássico, por ter vindo de quem veio, um dos maiores poetas brasileiros. Mas a gente precisa publicar a ele da forma correta, lhe dar a devida luz e capricho, para que sua beleza se revele ainda mais.

      Bjinho,


      Excluir
  8. Eu nunca imaginei que o grande poeta Carlos Drummond de Andrade tivesse escrito um artigo tão lindo sobre o grande Michael Jackson. Emocionante. Obrigada a Regina, a Rosane por mais este presente. Aliás, hoje eu estou precisando ouvir e ler tudo de bom sobre Michael; meu coração está chorando a falta dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem dias que são mais dificeis. Para os fãs, os verdadeiros amigos e os filhos dele. :(

      Excluir
  9. Olá angels, boa tarde! :)

    Primeiramente, Rosane e Regina quero parabenizá-las e agradecer por esta excelente publicação e, usar algumas frases de outro poeta:
    "Vamos precisar de todo mundo.. Um mais um é sempre mais que dois.. Pra melhor juntar as nossas forças" - Beto Guedes - O Sal da terra.
    Esse texto, só poderia mesmo ter sido escrito por um imortal como Drummond e, tinha que vir parar aqui nesse cantinho sagrado de Michael, conduzido pela corrente de Amor! \o/\o/\o/..

    Cheguei um pouco atrasada p/ esse congresso, simpósio, convenção.... brainstorming ou tudo mais que se possa chamar, pois é isso que estamos fazendo aqui, mas eu não poderia ficar de fora. Vc tem razão Rô, um artigo que poderíamos ficar desmembrando hrs e hrs e, ainda assim, teríamos vários pontos p/ comentar. Acho que nem em um congresso nas nações unidas, teriam tanto assunto p/ analisar em torno de uma questão. rs
    Li esse artigo em uma tomada só, quase fiquei sem fôlego, deu uma agonia por não poder comentar na hr e, vc sabe o motivo de eu ficar ausente por um tempo :D, fiquei pensando nas meninas que por algum motivo, estejam sem poder participar, posso entender como estão se sentindo. Bjs p/ elas!

    Well... to be continued... coming soon.. maybe today i wait! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lady... deixa eu te contar, no momento em que eu acessei a net, pensei de imediato, ''Tem um comentário da Lady em espera lá no blog.''

      rsrs dito e feito. não deu outra.

      Então, eu sei que o teu tempo é reduzido, mas como somos as angels do Mike, a gente se vira e dá um jeitinho, não é?

      Vc citou o Beto Guedes, eu tenho o CD dele faz anos, e o Sal da Terra é uma das minhas canções favoritas, desse artista.

      Eu fico contente que este artigo tenha emocionado a vc, embora não me surpreenda... nós gostamos de conteúdos de qualidade, com certeza.

      Vou ficar ausente da internet até o início da noite, que pena... :(

      Bjs de luz,

      Excluir
    2. Ah... Lady, olha só... já que vc falou a respeito das Nações Unidas, olha o pessoal da OTAN cantando a música do Mike

      https://www.youtube.com/watch?v=2_wfMrz9_mY

      Excluir
    3. kkkk acho que vc já me conhece um pouco, né?
      Ah.. que legal Rô, surpreendente, é incrível o alcance que o Mike conseguia e consegue atingir, um cidadão do mundo, poderia mesmo ter levado muito mais além, a mensagem de curar o mundo, se não tivesse encontrado "tantas pedras no caminhos" !!! :( [ :( - esse é pela sua ausência]

      Excluir
    4. Pedras no caminho?

      ''No meio do caminho tinha uma pedra
      Tinha uma pedra no meio do caminho
      Tinha uma pedra
      No meio do caminho tinha uma pedra.''

      Carlos Drummond de Andrade

      Excluir
    5. Marinalva, Lady e Rosane,

      Eu também fiquei super feliz em ver este artigo do nosso imortal Drummond publicado aqui no blog! E foi por acaso que essa preciosidade foi lembrada e resgatada por nós, como vocês podem conferir nos comentários do post "Os tais barulhinhos". É realmente fantástico, cada vez que o leio, vejo o quanto ele é vasto e fantástico!

      Rô, adorei o vídeo do pessoal da OTAN cantando We Are The World e as poesias que vocês trouxeram! \o/

      Excluir
    6. Que bom, Regina... eu fico contente por todas vocês, de verdade.

      Como diria o nosso poeta... ''Saravá, angels do Mike''! ♥♥♥

      Excluir
  10. É... os poetas, filósofos, ou seja, grandes pensadores, parece que vêm c/ tecla sap de fábrica, pois conseguem captar e traduzir, a essência das coisas que transitam no espaço. E no caso de Carlos Drummond neste artigo, parece que ele foi como um desses instrumentos de precisão mais avançados, que operam nos dias de hj, apontados p/ alguma parte distante do Universo, onde conseguem captar, transmitir, medir, energia cósmica em raio-x, ultra violeta ou outras frequências, e trazer informações p/ nosso conhecimento.
    Ele observou o passado, descreveu o presente e foi mais além, enxergou o futuro, fez uma narrativa intuitiva ou profética, sei lá. Conseguiu captar toda a essência do Michael, essência essa que o Michael manteve ao longo de sua vida. Mesmo que o seu talento precoce já indicasse, que ele poderia alcançar o sucesso, o autor foi capaz de antecipar o futuro c/ precisão.
    Qualquer uma de nós, reles mortais que escrevesse um texto desses, com certeza seriamos criticadas, consideradas fanáticas, talvez até soasse como heresia ou algo assim, porém vindo de um poeta, pensador, da grandeza de Carlos Drummond, têm um grande peso, credibilidade, quem irá contestá-lo?
    Talvez, até haja quem diga que, Drummond não estivesse no seu juízo perfeito ou que não viveu o suficiente p/ acompanhar a trajetória dele e coisa e tal, mas a verdade é que ele foi um dos muitos à engrossar o coro, reconhecendo o talento, a genialidade do Mike, ou melhor, talvez tenha sido ele, quem encabeçou a lista, visto que, esse artigo foi escrito há mais de 30 anos.
    Apesar de que, na época o Michael estava no auge da carreira e fama, porém sua trajetória estava somente na metade. Para as pessoas famosas ou anônimas que tiveram contato c/ ele ou não, descrevê-lo diante dos fatos já acontecidos, é mais fácil, mas nesse caso, o autor descreveu acontecimentos futuros e, a história comprova o que ele publicou neste artigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeito o seu comentário, Lady. Endosso a cada frase.

      Mesmo que Carlos não tivesse vivido as outras eras futuras de Michael, já conseguia sentir a grandeza do Michael, sem contar que ele deve ter acompanhado o talento do pequeno Michel ainda no J5.

      E o que falar da lucidez analítica desse poeta aos 82 anos?

      Nós poderiamos discutir cada parágrafo do teu comentário, Lady, porque o assunto é vasto.

      Uma preciosidade.

      Excluir
    2. Boa noite, meninas!

      Nossa, Lady! Eu também achei perfeito seu comentário e você lançou uma luz sobre o texto do poeta que me fez ver algo que não tinha percebido, fiquei feliz e até aliviada. :) Há poucos domingos, eu ouvi em uma Missa, a leitura do 1 Coríntios 13, que me fez lembrar do Michael ao longo de sua vida e, como você bem disse, Drummond foi intuitivo ou profético e então, descontando-se os exageros inerentes à poesia, foi perfeito mesmo! E foi intuitivo também sobre a força em defesa da igualdade social que MJ também viria ter a partir do ano seguinte, quando ele faz referência aos políticos brasileiros, como eu disse nos coments do post "Os tais barulhinhos” .

      Beijos,

      Um ótimo final de semana a todas! :)

      Excluir
    3. Boa noite, Regina. Muito pertinente o teu comentário, também. :)

      Excluir
    4. ...um lindo final de semana para vc também, Regina do Mike.

      Excluir
  11. cont.... Regina, ref. a ironia ou brincadeira em relação aos textos bíblicos, diria que até nisso ele foi perfeito, p/ citar só um ex., quero deixar só uma observação sobre isso. Tempos atrás não lembro exatamente quando, fiz um comentário aqui, onde eu incluí a letra da canção - Monte Castelo - Legião Urbana, que é uma releitura da 1ª Epístola Apóstolo Paulo aos Coríntios- cap. 13. Naquela ocasião estava um tanto inquieta, me fazendo alguns questionamentos, então a resposta foi imediata, logo em seguida ouvi a canção, que me deixou aos prantos, tive que me conter, ainda bem que estava só, daí tive que vir aqui e compartilhar a letra, talvez a Rosane nem se lembre.

    http://letras.mus.br/legiao-urbana/22490/

    Deixei o link invés da letra, senão o texto ficaria mais longo do que está, e do texto, alguns vers - 1Co. cap.13

    1 Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse caridade, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
    3 E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobre, e ainda que entregasse o meu corpo p/ ser queimado, e não tivesse caridade, nada disso me aproveitaria.
    4 A caridade é sofredora, é benigna, a caridade não é invejosa, a caridade não trata c/ leviandade, não se ensoberbece,
    7 Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
    12 Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face: agora conheço parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
    13 agora, pois, permanecem a fé, a esperança e a caridade, mas a maior destas é a caridade.
    Na canção a palavra caridade é substituída por Amor, mas quem pratica a verdadeira caridade, está praticando o verdadeiro Amor. E foi isso que o Michael sempre fez, então acho que Carlos Drummond tinha razão!

    Ainda sobre o assunto, em 2 Coríntios vers.15 diz: Que farei pois? Orarei com o espirito, mas também com o entendimento; cantarei com o espírito, mas a fortuna para sustento dos pobre também cantarei com o entendimento. Isso não têm tudo a ver c/ o Michael?
    Veja bem, não se trata de nenhuma pregação, ou nada nesse sentido, pois não sou exatamente a pessoa adequada p/ isso, é somente uma observação, tá certo?

    Bjs! Bom final de semana p/ vcs! ♥♥♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Rô, nesse penúltimo parágrafo saiu um erro, eu havia feito um
      correção acabou saindo uma frase que ñ contém neste parágrafo, onde lê-se "a fortuna p/ sustento dos pobres", não faz parte desse capítulo, ok? Não dá mais tempo p/ repetir o texto, tá! Tchau!:)

      Excluir
    2. Tudo certo, Lady. ;)

      Excluir
  12. Lady, agregando a minha posição ao comentário que vc dirigiu à Regina, fica notória a intenção bem humorada do escritor ao citar a Biblia, porque chega a citar a novela das 8 após os livros bíblicos.

    '' as Epístolas de São Pedro, São Paulo e São Tiago, e até a novela das 8. ''

    Para quem não conhece o espírito aguçado do autor na autoria de seus poemas clássicos, poderia soar como uma heresia, mas a intenção do autor é romantizar a admiração que ele tem por Michael.

    Coisas de poeta.

    Ainda... que máximo se tivesse uma fotografia dos dois juntos, na era Thriller.


    Bjs e um ótimo final de semana a todas.

    ResponderExcluir
  13. GENIAL!
    Foi o adjetivo "mais ou menos" que achei para esse artigo, ainda mais escrito pelo coração de um Drumond de Andrade. Michael é realmente DIVINO para ter esse alcance e essa profundidade no coração das pessoas: das crianças aos idosos, dos anônimos aos famosos, dos crentes e descrentes!
    Saravá, Michael! Ave, Michael! Namastê, Michael! Rá, Michael!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saravá, Conceição! É um texto maravilhoso, sem dúvida. Nossos corações se enchem de alegria em celebrar mais um ''achado''.

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! :)
Os comentários são moderados [a fim de evitar spams]
e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line.
Esta página é feita com amor e eu agradeço a sua presença.
*Rosane [admin. do blog]

Obs.: Para assuntos não referentes à matéria eu peço que utilize o email [cartasparamichael@gmail.com] ・。.。・゚゚・。.。・゚゚・。❊

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...