Depoimento de Franz Harary (01)


''Em 1983, Michael Jackson era mais popular do que o oxigênio. Como qualquer pessoa da minha idade, eu era obcecado por ele. Eu tinha 20 anos e estudava ópera na Eastern Michigan University.

Michael anunciou que estava indo para a estrada com a maior turnê da história. Determinado a fazer parte do evento, eu tentei lhe mostrar a minha magia.

Após duas semanas ouvindo a risada dos donos de gravadoras, das emissoras de rádio e até mesmo do meu agente, algo aconteceu. O cabelo de Michael Jackson foi queimado pela pirotecnia usada em um comercial da Pepsi

Naquela manhã, na minha TV, o Entertainment Tonight mencionou o nome de seu advogado. Era isso! 

No dia seguinte, enviei uma fita de vídeo para os seus advogados em Los Angeles. Era um vídeo gravado no carro de um amigo meu e eu o tinha gravado em um estacionamento, alguns meses atrás.

Nesse filme, que tinha sido copiado e tinha circulado entre outros mágicos, eu estava horrível. Ele me mostrava como um desastrado, com meus amigos me olhando, sob a chuva, no asfalto do estacionamento. No entanto, um carro bege Dodge Dart 74 magicamente desapareceu. 

Quando a equipe de produção de Jackson viu o truque, deve ter pensado:

''Se esse cara pode fazer mágica em Michigan, em condições horríveis como esta, certamente pode se virar nas condições de um show de rock.''

Uma semana depois eu estava voando para Los Angeles, para conhecer meu ídolo. Como tínhamos mais ou menos a mesma idade, eu acho que nós ainda nos tornamos amigos.'' 

Abaixo, o ilusionista Franz Harary levita Michael Jackson nos bastidores em Vancouver, em 15 de Novembro de 1984, em um ensaio para o próximo show em Kansas City.







Sobre a criação da magia para a Victory Tour

''Foi criada uma levitação conduzida, para uma platéia em 360 graus, fazendo Michael reaparecer en uma grua. Na noite da estréia no Estádio Arrowhead, em Kansas City, foi a primeira vez que eu tentei criar a ilusão ao ar livre.

Na frente de 70.000 jovens gritando, a levitação de Michael foi empurrada por uma rajada de vento. Eu lembro de ter visto um mar de executivos de gravadoras tendo ataques cardíacos simultâneos, enquanto assistiam seus investimentos bilionários voando fora de controle.

(Eu pensei que esse seria o meu bilhete de passagem para pedir esmolas nos degraus da igreja...)

Mas não era e passei a trabalhar ao longo do tempo com Michael Jackson. Nos últimos 18 anos, eu criei mais ilusões para ele, incluindo algumas grandes coisas para sua casa e projetei seu cinema pessoal.''


Nos bastidores da Victory Tour




No vídeo que segue, podemos ver Michael e Franz 
trabalhando em conjunto no palco da HIStory Tour


O ilusionista Franz Harary ganhou renome mundial pela sua incrível habilidade em manipular, tele-transportar, materializar e desmaterializar arquiteturas fixas  e móveis.

Por exemplo, em 1998 Harary fez o palácio Taj Mahal (India) desaparecer por mais de um minuto, em um programa de TV, enquanto era assistido por milhões de pessoas. No Cairo (Egito) ele deixou a Esfinge ''invisível''. 

Em Moscou (Rússia) ele fez ''desaparecer'' um tanque russo cercado por um cordão de policiais militares. No Rio de Janeiro, Harry ''moveu'' o Cristo Redentor de um morro para outro.


Fontes de pesquisa:
http://www.gettyimages.com
http://www.all-about-magicians.com
http://mjhideout.com

4 comentários:

  1. Ele curtia essas coisas né, hehe, não sabia dessa ilusão com o Cristo, e que aflição essas fotos kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O encontro de dois aficionados pela magia...

      E me lembrei de vc, quando soube do Cristo Redentor..rs

      Excluir
    2. Como será que ele fez Michael levitar hein?

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! Este é um espaço de amor à memória de Michael Jackson. Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line. [Rosane, admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...