Dieter Wiesner (03)

Konishiki levanta Michael em seus braços
''Estávamos em Tóquio. Michael queria ir a uma loja de música grande e bem conhecida. Onde quer que fosse, Michael gostava de visitar as lojas de música. Eu acredito que era uma maneira dele se inspirar.

Antes da viagem, entrei em contato com as autoridades e o gerente da loja, tentando chegar a um acordo sobre uma visita oficial, mas eles não queriam saber de nada. Estacionamos na loja, e eu percebi que
motoristas e pedestres prestavam atenção em nós, porque sabiam que era Michael Jackson.

Ao entrarmos na loja, Michael imediatamente mergulhou no estudo de uma ampla gama de discos e, desta vez, eu pedi que nos dessem pelo menos uma hora antes de vazar a notícia que Michael estava neste local.

No entanto, depois de dez minutos, o caos habitual começou na parte externa. Muito antes da era do Twitter, a notícia se espalhou como rastilho de pólvora.

Pedimos o apoio das autoridades, mas não recebemos. Em nossa opinião, isso só podia significar que teríamos que trancar Michael no quarto do hotel.

Nas ruas, coisas inimagináveis aconteciam. A polícia interveio, mas não conseguiu controlar a situação. Mesmo os carros e os transportes públicos tiveram que ser desviados. Uma eternidade se passou antes que pudéssemos entrar no carro rumo ao hotel, e tínhamos que proteger Michael.

Por exemplo, precisamos abrir um guarda-chuva para evitar as fotografias e a sua distribuição sem os créditos devidos. Mesmo as fotos tiradas com câmeras do hotel apareceram na mídia - por um preço,  é claro. Portanto, com o consentimento da gerência, nós vedamos as câmeras do hotel.

Como estávamos no Japão, Michael queria ver lutadores de sumô reais, porque ele estava sempre muito interessado na cultura de cada país em que se encontrava. Após o seu pedido, nós concordamos em visitar um famoso centro de treinamento. Lá, os lutadores lhe falaram sobre o esporte.

Para ele, como para muitos outros, Os Gigantes pareciam completamente diferentes de como os europeus imaginam um japonês comum. Para a surpresa de Michael, em seu país, eles são considerados bonitos.

Foi divertido ver um Michael muito delgado e leve ao lado desses pesos pesados​​. E sim, ele era uma grande celebridade, mas os lutadores de sumô são celebridades em sua casa - por isso, a estrela falou com as estrelas.

Em seguida, os lutadores nos fizeram uma visita ao Hotel Capitol Tokyo. Depois de uma cordial saudação, eles fizeram brincadeiras.

Os lutadores fizeram poses típicas do seu esporte: agachados até as coxas, começaram a empurrar Michael no ombro para que se movesse, o fazendo retroceder, começando uma luta de brincadeira. Foi muito divertido.




Eventualmente, um deles ainda levou Michael em seus braços. Michael e eu tentamos levantar o segundo lutador, mas todos os nossos esforços foram em vão.''




by Dieter Wiesner (ex-gerente de Michael Jackson)

Fonte: http://michaeljacksonmyobsession.blogspot.com.br

24 comentários:

  1. Boa tarde rosane!
    Agora eu ri, michael com aquele corpo esbelto de dançarino tentando pegar um lutador de sumô.kkkkk só ele mesmo.
    * as fotos são super divertidas :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lais! Porque será que não fotografaram esse momento em que eles tentavam levantar o lutador.. seria ótimo!

      Excluir
  2. Olá Rosane,
    tudo bem?

    só Michael mesmo pra causar tanto tumulto, eu fico impressionada quando leio. Eu penso que Michael tinha "algo" diferente que talvez ele mesmo nem tivesse ciência disso, que fazia atrair tantas pessoas por onde passava. É claro que a presença dele numa loja era muito boa publicidade e com certeza os donos queriam mais era que todo mundo soubesse. E também tinham as fotos que eram vendidas ... nossa, tudo por dinheiro e ele realmente não tinha paz.
    Muito engraçado essas poses de Michael e o lutador de Sumô, um peso pesado contra um peso "pena" kkkkkk
    Amei as fotos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, amiga! É sempre muito divertido ler esses depoimentos. Essa aura incrível que ele tinha.. o carisma.. o magnetismo.. só poderia arrastar multidões, mesmo! Michael nosso ''peso pena''..rs

      Excluir
  3. Oi Rosane,essas fotos são hilárias.é bom saber essas histórias sobre o Michael

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Natália.. até que enfim eu encontrei a história por trás dessas fotos.. há tempos eu procurava, sabe? Bjs!

      Excluir
    2. Isso não é novidade p/ nós, vc sempre nos traz a informação completa, não é?

      Essas imagens são muito engraçadas, o lutador carrega o Mike c/ uma facilidade, parece q até q está segurando um bebê.. haha!

      Excluir
    3. Então.. eu fico contente em descobri-las e compartilhar com vcs.

      As imagens são muito doces, mesmo. É sempre um alento ver um sorriso espontâneo de alegria no rosto de Michael.

      Excluir
  4. Boa noite, Rosane
    Eu sempre quis saber a história por trás dessa foto de Michael sendo carregado por um lutador de sumô , e aí está. Deve ter sido bem interessante esta experiência. Gostaria que Michael tivesse se interessado pelo folclore baiano quando esteve aqui, mas tudo bem,
    está desculpado, só porque é Michael Jackson, meu fofo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Marinalva! Não descarte a possibilidade de aparecer algum depoimento inédito, relatando algo nesse sentido, na ocasião em que ele esteve aqui no Brasil, gravando seu video TDCAU. \0/

      Excluir
    2. Olá Rosane, boa tarde!

      Olha eu aki me intrometendo na conversa de vcs rs, mais vc não acha que essa mulher esta chorando de barriga cheia?rsrs

      Só em pensar q ele escolheu o Brasil como "único" país, p/ gravar um vídeo e fazer isso em Salvador e RJ, e mais interagir c/ Olodum, numa performance q eu acho incrível, sem contar q tem como cenário um dos pontos turísticos mais significativos do Brasil, e ainda os prédios históricos, inclusive aquele em q ele aparece na sacada, são muito bem destacados no vídeo e essas imagens correm o mundo frequentemente, pois esse vídeo está c/ cotação alta entre os clássicos dele, no YT.

      E além disso, morar nessa terra maravilhosa, mainha vc não tem q desculpá-lo e sim deve agradecer por ele ter escolhido aí... ai que invejinha de vc!

      Marinalva, desculpe-me a brincadeira tá? A Rosane me conhece e sabe q eu costumo brincar assim, não me leve a mal, ok?

      Então Rô, não é mesmo? E vcs saibam q conheço uma pessoa, q foi à Salvador e só tirou uma foto em frente aquele prédio, nem explorou melhor o fato do Mike ter saído na sacada e tudo mais, póde isso?

      Pois é, fazer o quê, eu não tive essa oportunidade.. ainda!!

      Bjos p/ Vcs!!

      Excluir
    3. Boa tarde, Lady. O comentário da Marinalva despertou em mim a curiosidade de saber se Michael tomou conhecimento dos aspectos folclóricos dos locais por onde passou aqui no Brasil.

      Nós sabemos que a Bahia, em especial, é rica em sua cultura, e deve, sim, ter chamado a sua atenção, até mesmo porque é uma cultura de origem africana.

      Excluir
  5. Aiai Rô... essa sintonia é incrível sabe.... já q vc tocou nesse assunto, vou falar o q eu penso, já estava p/ lhe dizer isso há algum tempo. Nossas raízes são as mesmas, Rô.

    A pessoa qual falei q foi a Salvador, me mostrou uma foto c/ uma pessoa de lá, q me espantei, pois ele era semelhante ao ator Sidnei Poitier, e existem muito mais pessoas aki parecidíssimas c/ umas de lá , eu até conheço algumas, nossa história coincide c/ a de lá, tomaram rumos um pouco diferentes, mais as raízes são as mesmas, têm conexão direta.

    E isso eu tenho certeza chamou sim a atenção do Mike, eu sempre achei isso, e isso deve ter acontecido desde a primeira vez q ele esteve por aki.

    Desde q vc postou sobre as passagens dele por aki, q eu estou p/ comentar sobre isso, mas ainda não deu p/ te falar tudo que gostaria, acho q ele sabia mais sobre nós do que se imagina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Michael citou para o Adrian Grant que sentia pelo Brasil o mesmo amor que sentia pelo continente africano, e acho que isso se deve às mesmas origens.

      Seria mesmo maravilhoso se ele tivesse tido a oportunidade de passar mais tempo no Brasil, e até mesmo, conhecer outros pontos do país.

      Excluir
  6. Concordo plenamente c/ vc, deixa eu me explicar, fazer as coisas c/ pressa acaba não saindo direito, qdo eu disse q pessoas daqui se parecem c/ as de lá, ficou meio sem sentido, o q eu quis dizer c/ "lá", foi lá nos EUA ou USA, e a conexão é assim: ÁFRICA = EUA e BRASIL, embora lá nem tomem conhecimento disso, ou melhor ignoram esse fato, mas acho que o Mike não, é claro, mas isso eu vi q vc entendeu.

    A propósito, vc citou o Adrian Grant e postou outra matéria falando dele, o livro dele, parece ser bem interessante.
    Vc pretende publicar aki na íntegra em capítulos, ou prefere fazê-lo em partes como têm feito? E ainda, ele esteve presente por bastante tempo na vida do Mike, não é?

    E mais uma vez, me desculpe ter intrometido na conversa entre vc e a Marinalva.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A tua explicação ficou clara, Lady.

      Sobre o livro de Adrian, eu tenho o ''The Visual Documentary'', mas eu não pretendo traduzir, não... ele é bastante extenso.

      Para quem puder adquirir, eu recomendo e, aliás, tem um preço bem acessível.

      Excluir
  7. Tá certo então e obrigada pela recomendação, é uma boa, vou adicioná-lo à lista dos itens que pretendo adquirir. \o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele também tem fotos lindíssimas, vc não vai se arrepender. Bjs.

      Excluir
  8. Hahahah, as fotos são ótimas, não consigo imaginar o Michael e o gerente tentando levantar um cara desses XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles devem ter dado risada pra caramba... eu fiquei foi com pena das costas de Michael. \o/

      Excluir
  9. Pôxa... fiquei animada e outro q eu gostaria de ter é Dancing the Dream.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um investimento que vale a pena, angel. A emoção de folhear esses livros é única.

      Excluir
  10. Michael, onde ia, levava o seu carisma, talento, humildade. Todos queriam estar perto dele para ao menos ter um olhar de Michael.

    Não sabia a origem das fotos, achava que era da Era Bad.

    Obrigada Sherlok Angel. Mais histórias com fotos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem uma ou duas fotos de Michael com esses lutadores de sumô, está na postagem do ''Rei no Japão (10)''.

      *De nada, amiga. Feliz por vc estar aqui!

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line. [Rosane, admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...