Belva Davis


[2009] ''Sentada na minha cozinha esta semana, eu olhava para a televisão, olhando para as imagens de Katherine Jackson e me perguntando se nós realmente éramos parecidas. Trinta e cinco anos atrás, seus filhos declararam que nós éramos.

Na época, eu não achava isso, mas eu me lembro daqueles cinco meninos tímidos que se apresentaram no Star Theater Circle em San Carlos durante o verão de 1974.

Os meninos amavam a sua mãe, especialmente Michael. Na época, eu presumi que os meninos ansiavam por sua presença, e assim que viam o seu reflexo nos rostos de outras mulheres negras, as quais eles encontravam na estrada.

Michael foi o primeiro a dizer aos seus irmãos - "Ela se parece com a Mama, não é?" - repetindo várias vezes. "Ela não se parece com a Mama?" Ele apontava para mim enquanto virava a cabeça de lado a lado, como se encorajando cada um dos seus irmãos para compartilhar a sua visão de uma mulher exatamente como sua mãe, sentada com eles nos bastidores, naquele momento.

Belva Davis
Katherine Jackson
Um parente, eu acho que talvez um tio dos irmãos Jackson, tinha feito o possível para me para prender a uma das poucas entrevistas de televisão que eles iriam conceder nesta viagem. Eu sabia que eles eram tímidos e não iriam dar respostas longas às perguntas dos repórteres, então me levantei para beneficiar a eles, para que se sentissem como se tivessem parentesco comigo e ficassem relaxados durante a entrevista.

Eu provoquei e disse, ''Sua mãe provavelmente iria rir se ela ouvisse vocês dizendo que eu me pareço com ela, porque ela é muito mais bonita do que eu."

Quando terminamos a entrevista, eu aconselhei a ter cuidado com as comparações com sua bela mãe. Ela só poderia não concordar com eles, e eles poderiam ficar em apuros! Todos nós rimos com o pensamento.

Eles tinham acabado de encerrar um show cansativo, parte de um roteiro de sete dias no Circle Star, com intervalo de apenas uma noite, através de cidades ao redor do país e do mundo.

Eu perguntei a eles, ''e se vocês tivessem a oportunidade de visitar San Francisco?''

Sua resposta foi, "É certo que gostaríamos de comprar alguns jeans, mas as lojas estão sempre fechadas quando saímos.''

Eu disse que se eles realmente quisessem ir, eu poderia ajudar. Minha filha tinha acabado de ser nomeada gerente assistente da Tops & Trousers, uma loja especializada em jeans, em frente ao Hotel Saint Francis na Union Square.

A loja fechava suas portas às 21:00hs, mas ela sempre trabalhava até tarde, fechando os livros. Liguei para a loja e com certeza, a minha filha ainda estava lá. Eu perguntei se ela poderia chamar a segurança e obter permissão para alterar o alarme e esperar que os garotos entrassem, para que eles pudessem ter a chance de comprar alguns jeans.

Por mais que ela quisesse, ela admitiu estar preocupada sobre a chamar a atenção para si mesma, ao lhe pedir um favor especial. Você vê, ela não tinha sido completamente honesta sobre sua idade quando foi contratada... mas a tentação de atender o Jackson 5 foi irresistível, então ela tomou as medidas necessárias para manter a loja aberta até tarde, naquela noite.

Mais tarde, ela me ligou para falar sobre o quanto eles tinham sido legais, que chegaram em uma grande limusine e que ela estava profundamente arrependida por não ter uma câmera na mão. Portanto, não há fotos deste encontro especial e único na vida, apenas as memórias.

Então, você tem isso: uma pequena história sobre um único encontro com uma grande estrela. Nos dias de hoje, é bom lembrar Michael como uma criança, com toda a doce inocência da juventude; um menino que amava sua mãe e só queria um novo par de jeans.''

by Belva Davis 
*Premiada jornalista norte-americana. Belva também foi a primeira mulher afro-americana a se tornar uma repórter de televisão sobre a Costa Oeste dos EUA .

Fonte: www.belvadavis.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...