A popularidade sem fronteiras (01)


O músico residente em Pequim, Kaiser Kuo, contou em uma entrevista que a única vez que ele se sentiu fisicamente ameaçado, foi durante a primavera de 1989, um resultado indireto da popularidade de Jackson.

Em 3 de junho de 1989 - enquanto os estudantes pró-democracia atingiram o que seria um impasse fatal com o governo na Praça Tiananmen - a banda de rock pesado de Kuo, Dinastia Tang, estava fazendo um show na província de Jilin, onde boatos diziam que esta já havia sido escolhida como "A banda de apoio de Michael Jackson".

Percebendo que eles haviam sido enganados, o público "ficou louco e queimou a bilheteria", diz Kuo. "Jackson era tão popular.''

Para muitos na China, refletir sobre Jackson significa dragar memórias dessa era de esperanças. A blogueira Hong Huang viveu muito de sua infância nos anos 70 e 80 nos Estados Unidos, onde seu pai era um diplomata chinês.

"Naquela época, eu pensei que ninguém na China poderia estar ouvindo Michael Jackson", diz ela. No entanto, Hong hospedou três noites de seu programa na TV, "Straight Talk", sobre a morte de Jackson, enquanto a Internet chinesa se iluminou com a discussão de sua vida e música.

Fonte: https://www.reuters.com

3 comentários:

  1. A popularidade dele nunca deixará de me surpreender.

    ResponderExcluir
  2. Não há rincão nesse mundo afora em que o nosso Mike não seja conhecido!!! Nosso superstar mais amado do planeta!!!

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! Este é um espaço de amor à memória de Michael Jackson. Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line. [Rosane, admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...