Depoimento de François Glorieux


François Glorieux é um renomado maestro, pianista e compositor que já excursionou pela Europa, EUA, América Latina, Canadá, Japão, China, Oriente Médio e África.

François conheceu Michael em 09 de Março de 1987, porque Michael lhe pediu um encontro particular para conversarem sobre música clássica. Ele também pediu ao músico belga para fazer arranjos clássicos de seus maiores sucessos.

Em 02 de Maio de 1989, eles se reencontraram em Los Angeles. Depois de ouvir várias vezes os arranjos que François criou para as canções Smooth Criminal e Bad para o Tributo a Michael Jackson, Michael expressou sua admiração:

''Michael me disse: 'Sua orquestra é maravilhosa, és um músico excepcional e os arranjos orquestrais das minhas músicas são fascinantes.' Ele pediu que eu continuasse a  trabalhar nesta linha.”

Menos de um ano depois, os dois artistas se encontraram novamente. Eles ouviram e discutiram o arranjo sinfônico de Liberian Girl. Michael agendou uma sessão de fotos para o dia seguinte e mais de 100 fotografias foram tiradas.

Michael aprecia os arranjos musicais para Liberian Girl



Eles tinham um plano para fazer em conjunto um grande evento de música clássica em Londres para a caridade, quando todas as composições foram concluídas.

Através dos anos, os planos mudaram, mas a amizade permaneceu. François executou os sucessos clássicos de Michael com a Orquestra Sinfônica Nacional (ao vivo para a BBC) e quando Michael faleceu, ele os conduziu em Praga.

François lançou um CD chamado In Memoriam Michael Jackson, que inclui alguns arranjos das músicas de Michael para piano, e alguns de sua própria obra em homenagem a Michael.


''Esse era o desejo de Michael e era a sua intenção de que eu fizesse 12 dos seus sucessos mais importantes, mas feitos da maneira clássica e apenas por instrumentos acústicos. Na verdade, seu desejo era ser interpretado entre grandes compositores como Beethoven, Brahms e assim por diante. 

Sua ideia era também organizar um grande concerto no Hollywood Bowl comigo, como regente da Orquestra Sinfônica de Los Angeles, para uma festa de gala da Unicef. As versões que eu tinha conseguido seriam um triunfo real pelo público! Infelizmente, elas não foram gravadas, mas foram completamente concluídas.

'Michael me disse que ele tinha uma verdadeira paixão pela música clássica e que ele apreciava eu estar improvisando Beatles no estilo clássico. Seus três compositores favoritos foram Mozart, Prokofiev e Debussy. 

Você sabe que ele dançou comigo em seu estúdio? Foi uma loucura, porque tínhamos tantos pontos de vista em comum: Paz e liberdade, uma grande paixão por animais e pela natureza. Enfim, pela humanidade. 

Por último, mas não menos importante, posso dizer-lhe que Michael e eu nos tornamos os melhores amigos do mundo e que ele chorou no meu ombro, enquanto eu estava tocando She's Out of My Life. Ele beijou-me muitas vezes e quando eu saí depois das três horas em que passamos juntos, ele disse: François é uma pena que você não seja meu irmão.

O contato que tivemos foi único e fizemos mais de 200 fotos juntos! Still hoping for peace (Ainda esperando pela paz) é uma parte do conjunto chamado Tribute to Michael Jackson composto de oito peças sobre ele. 

Quando eu ouvi sobre a morte de Michael, eu tive que deixar a Bélgica para voar para Viena para um recital de TV e duas semanas mais tarde, fui para Praga, onde eu fiz o especial Homenagem à Michael Jackson com alguns artistas checos. 

Foi entre essas duas grandes cidades que compus a peça In Memoriam MJ, primeiro para piano e mais tarde, para quarteto de cordas, porque Michael amava cordas. Você vai encontrar todas essas versões no CD. 

Estou ainda estou tentando encontrar um patrocinador para gravar Bad, Liberian Girl e Smooth Criminal, mas isso não é fácil, na verdade, e essas peças foram escritas para uma grande orquestra sinfônica de 85 músicos. 

Meus três encontros com Michael são as lembranças mais emocionantes da minha vida. O contraste entre o Rei do Pop no palco e a mesma pessoa na intimidade era enorme. A imprensa o descrevia como um homem intocável e impossível, mas eu descobri um cara completamente diferente, extremamente sensível, emocional e até mesmo muito tímido. 

Michael me deu a impressão de ser extremamente carente afetivamente, sobre algo que ele perdeu. Na primeira vez que eu o encontrei, ele me pediu para descrever o período em que eu era jovem. 

Ele me ouviu atentamente sem me interromper, enquanto eu lhe contava sobre como três bombas destruíram minha casa e matou três membros da minha família. Em um certo momento ele me perguntou se minha mãe ainda estava viva. Quando eu respondi que ela morreu há vários anos, ele disse: François, ela está muito feliz agora, porque do Céu ela pode ver que estamos juntos.'' Eu nunca vou esquecer esta frase, acredite.''


Abaixo, um vídeo de François executando as músicas de Michael ao piano, como parte do tributo In Memorian Michael Jackson.

A seleção inicia com I Just Cant Stop Loving You. Aos 02:06 minutos, François executa ao vivo a canção She's Out Of My Life, enquanto, atrás dele, os telões mostram as imagens de Michael Jackson.


Você pode ouvir as músicas do CD  In Memorian Michael Jackson clicando aqui


Fontes:
http://www.mj-777.com
http://www.michaeljacksontributeportrait.com
http://michaeljacksonmyobsession.blogspot.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...