O protesto contra a Sony (05)


"Lembro-me de, há muito tempo atrás, em Indiana, [quando estava com] uns 6 ou 7 anos de idade e eu tive um sonho de que eu queria ser um artista, e sempre quando eu estivesse dormindo à noite, minha mãe me acordava e dizia: "Michael, Michael, James Brown está na TV!'

Eu pulava da cama e eu tinha acabado de olhar para a tela e eu fazia cada movimento, cada vez, cada gesto, e [lá estava] Jackie Wilson.

A lista segue e é simplesmente fenomenal. Talento grande e ilimitado, é muito triste ver que esses artistas estão realmente sem dinheiro, porque eles criaram tanta alegria para o mundo e [ajudaram o] sistema, começando pelas gravadoras, que assumiram totalmente a vantagem sobre eles.

Não é como eles sempre dizem: ''Eles construíram uma casa grande''....''Eles gastaram muito dinheiro'' .... ''Eles compraram um monte de carros'... Isso é estúpido, é uma desculpa.

Isso não é nada comparado com o que os artistas fazem e eu só preciso que vocês saibam que isso é muito importante, que estamos lutando porque estou cansado. Eu estou muito, muito cansado da manipulação. estou cansado de como a imprensa está manipulando tudo o que está acontecendo nesta situação.

Eles não dizem a verdade, eles são mentirosos. E eles manipulam os nossos livros de história - nossos livros de história não são verdadeiros - é uma mentira. Os livros de história são mentiras, vocês precisam saber disso. Vocês devem saber disso.

Todas as formas de música popular, desde o jazz, de hip hop ao bebop e ao soul, para falar sobre as diferentes danças - do cake walk ao bug jitter, do charleston ao break dance... tudo isso são formas de dança negra!

O que é mais importante do que dar às pessoas um senso de escapismo e escapismo significando entretenimento? O que seria de nós sem uma música? O que seria de nós sem uma dança, alegria, riso e música?

Essas coisas são muito importantes, mas se formos para a livraria lá na esquina, você não verá uma pessoa negra na capa. Você verá Elvis Presley. Você verá os Rolling Stones. Mas onde estão os verdadeiros pioneiros que começaram?

Otis Blackwell foi um escritor prolífico fenomenal. Ele escreveu algumas das maiores canções de Elvis Presley e este era um homem negro. Ele morreu sem um tostão e ninguém sabe sobre este homem, ou seja, eles não escrevem um livro sobre ele, que eu saiba, porque eu tenho pesquisado em todo o mundo.

E eu conheci sua filha hoje, e eu era honrado. Para mim, foi no mesmo nível de conhecer a rainha da Inglaterra, quando eu a conheci.

Mas eu estou aqui para falar sobre toda a injustiça. Vocês têm que se lembrar de algo... no minuto em que eu comecei a quebrar o recorde de todos os tempos... em recorde de vendas... eu quebrei os recordes de Elvis, eu quebrei os recordes dos Beatles. 

 No minuto [em que eles registraram] a melhor venda de álbuns na história do Guinness Book of World Records, de uma noite para a outra, eles passaram a me chamar de louco, eles me chamaram de homossexual, eles me chamaram de molestador de crianças, eles disseram que eu tentava clarear a minha pele.

Eles fizeram de tudo para tentar virar a opinião pública contra mim. Isso tudo é uma completa conspiração, vocês têm que saber isso. Sei sobre mim mesmo. Quando eu me olho no espelho, eu sei que sou negro.

É hora de uma mudança. E não vamos deixar este local e esquecer o que foi dito. Coloque isso em seu coração, coloque em sua mente consciente e vamos fazer algo sobre isso. Tem que ser!

Tem sido um longo, longo tempo acontecendo e uma mudança tem que vir. Então, vamos manter nossas tochas no alto e obter o respeito que merecemos. Eu amo vocês. Eu amo vocês.

Por favor, não coloquem isso em seu coração hoje para esquecer amanhã. Nós não conseguiremos o nosso objetivo, se isso acontecer. Isso tem que parar!

Isso tem que parar, é por isso que eu estou aqui com o meu melhor, para se certificar de que isso pare. Eu amo vocês. E lembrem-se: somos todos irmãos e irmãs, não importa de que cor nós sejamos.''

*Este foi o discurso de Michael Jackson, em 09 de Julho de 2002, em um encontro na National Action Network [Rede Nacional de Ação] localizada no Harlem, New York - uma organização se fins lucrativos, orientada para as luta pelos direitos humanos. Esta ONG foi criada e é administrada pelo Rev. Al Sharpton.

O encontro fez parte de uma série de protestos, nos meses de junho e julho, visando denunciar o racismo, inclusive na política de exploração da indústria da música sobre os artistas.

O vídeo


As imagens












Fontes:
Imagens do meu arquivo
National Action Network

10 comentários:

  1. Bom dia rosane. =D
    Michael jackson foi um verdadeiro guerreiro! Muitos acharam que ele se expôs demais nesses protestos, mas michael era assim ñ fugia das batalhas. os compositores devem ganhar o seu devido reconhecimento!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Lais, e feliz semana para todos nós!

      Foram tempos difíceis e dolorosos... Michael se sentiu na obrigação moral de dar voz a todos os artistas negros prejudicados pelas gravadoras.

      Excluir
  2. Eu amo esse discurso do MJ, tão eloquente, profundo e certeiro. Dá vontade de imprimir e esfregar na cara de todos q tem uma visão deturpada do Rei.
    Logo depois de tanta exposição e denúncias, claro q o "incomodados" não deixariam passar...cuidaram de armar mais uma acusação ridícula contra ele. Mas MJ sambou na cara de todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Michael falou grandes verdades nesse discurso.

      Excluir
  3. Minha nossa, Rosane, que post incrível, discurso perfeito mostra o quão consciente o Michael era de toda a conspiração e manipulação do sistema sobre os artistas, amei a seleção de fotos, aliás faz um tempo que eu não passo aki e as matérias estão maravilhosas como sempre ♥
    Bjinho *--*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, amiga. Fico contente que vcs curtam cada pedacinho das histórias que compunham a vida de Michael.

      Esse discurso realmente emociona. Uma fase muito difícil para Michael, mas ele foi às ruas e soltou o verbo. Bjs !!

      Excluir
  4. Esse foi uns dos discursos dele, q eu mais gostei !! A mais pura verdade.

    ResponderExcluir
  5. Michael cheio de razão e em defesa daqueles que fizeram tanto sucesso
    e estavam pobres por ganância dos que administravam as gravadoras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No dia a dia, as pessoas ouvem seus artistas favoritos e dificilmente se lembram que, em muitos casos, a gravadora recebe mais do que eles.:(

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line. [Rosane, admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...