Catina "Tina" Scharf


Ao longo de 2014, a fundação Make-A-Wish Wisconsin está comemorando seu 30 º aniversário e foram recordando as histórias de ''desejo especial'' que representam os mais de 5.000 votos que foram concedidos durante a sua história de 30 anos.

O primeiro desejo concedido foi em 1984, para Catina "Tina" Scharf, diagnosticada com um tumor cerebral desde os seis anos de idade.

Em 1984, quando Tina tinha 11 anos de idade e era portadora de um tumor inoperável no cérebro que a deixava facilmente cansada e, às vezes, na cadeira de rodas, seu maior sonho era... "Eu gostaria de conhecer Michael Jackson."

Em 1984, Michael Jackson era a maior estrela do mundo e ter acesso à lotação esgotada da Victory Tour onde ele se reunia com os irmãos, era quase impossível.

Graças aos esforços de um pequeno grupo de voluntários da fundação, o desejo de Catina lhe foi concedido. [...]

No dia 01 de Agosto de 1984, o The Milwaukee Journal relatou a ocasião em que Catina, usando uma tiara 'Jackson', uma camiseta Michael e segurando um álbum de fotos de Michael, conheceu seu artista antes do concerto da Victory Tour no complexo Meadowlands em East Rutherford, NJ.



Matéria publicada no Milwaukee Journal

 ''O novo capítulo da Wisconsin Make a Wish Foundation of America, que visa conceder desejos de crianças com doenças terminais, pagou pela viagem de Catina a Nova Jersey, junto de seus pais Sherry e William e sua irmã Lucinda (18).

A equipe de Jackson providenciou os ingressos para o show para os Scharfs. Também Catina queria um passe de imprensa como lembrança e o pessoal de Jackson lhe deu seis deles.

"Olhe para a energia que ela tem", disse a mãe de Catina em Mitchell Field, enquanto observava o movimento da menina, conversando com amigos e simpatizantes.

''Ela está indo assim desde as dez horas da manhã. E ela não foi para a cama desde as duas horas desta manhã. Quando ela acordou hoje, ela tinha um grande sorriso em seu rosto e ela disse: 'Ele é tão bonito!' Ela estava chocada. 

Agora ela tem suas memórias, mas vai ser um pouco curta em detalhes, porque ela não consegue lembrar o que Jackson disse a ela. Ela se lembra que ele estava vestido todo de branco, com brilho em suas roupas, mas suas palavras se perdem em algum lugar em sua mente ou coração."

'Eles me trouxeram para uma pequena sala e ele entrou', ela disse. 'Eu não disse nada. Eu só olhava... minha mente estava em branco. Eu não conseguia pensar em nada.' 

Este foi claramente um evento de importância quase cósmica para Catina - apenas por estar lá na mesma sala com Jackson, vê-lo de perto e saber que ele tinha vindo para vê-la. As palavras não eram tão importantes - sua presença era.

Ela tinha pensado que o seu desejo de conhecer o cantor superstar seria apenas um sonho e talvez, ela sequer se atrevesse a sonhar que ele iria beijá-la no rosto e a abraçar, como ele fez.''

Catina e sua mãe permaneceram na sala com Jackson por 10 a 15 minutos, segundo a criança. Mas ninguém estava realmente cronometrando o acontecimento, que foi compartilhada por um menino de New Hampshire que também tem um tumor no cérebro.

Jackson tinha mais que um beijo e abraço para Catina. Ele também deu a ela seu autógrafo. Ele assinou um livro sobre ele, o qual ela tinha trazido consigo.

''Love, Michael Jackson'' escreveu ele, com grandes linhas desenhadas, que seu autógrafo parecia um desenho de um ninho de pássaro.

Catina deixou as pessoas olharem para o autógrafo no aeroporto, mas ela disse a todos para não tocá-lo. ''É meu'', ela disse.

A mãe de Tina lembra: ''Ele deu a ela a chance de ter algo que ela queria muito profundamente, e esquecer a dor, a quimioterapia e a radiação e todas as coisas pelas quais ela estava passando.''

Abaixo, o comentário da mãe de Tina na página do facebook da Make-a-Wish Wisconsin, em referência a outra família beneficiada pela fundação:

''Eu sei como esta família se sente, como minha filha, Catina Scharf, teve o primeiro desejo concedido pela fundação Make-A-Wish Wisconsin. Eles nos colocaram em um voo para Nova Jersey, para que ela pudesse conhecer Michael Jackson. Foi uma experiência maravilhosa para toda a família e eu nunca poderei agradecê-los o suficiente, por dar a ela aquele final de semana longe do hospital, clínica, médicos e enfermeiros.''

Créditos: https://www.facebook.com/pages/UK-loves-MJ


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...