Uma plataforma para a filantropia


''O Rei do Pop deu ao mundo mais do que entretenimento e escapismo: ele também ofereceu caridade e engajamento cívico. O Rei dos Corações é como um fã chinês de vinte e poucos anos, da província de Guangzhou, descreveu o Rei do Pop para mim.

Um notável humanitário, Jackson foi saudado no Guinness World Records pelo maior número de contribuições para a caridade para uma estrela pop (39).

Ele gravou singles de caridade como We Are The World e os rendimentos de várias turnês mundiais foram doados para instituições de caridade.

Jackson, na verdade, surgiu como uma plataforma global para a filantropia.

Estimulado pela morte prematura de Jackson aos 50 anos, os fãs da Ásia à África fazem doações em seu nome e parceria com organizações sem fins lucrativos e instituições de caridade, em sintonia com os objetivos de Jackson, para aumentar a conscientização sobre o meio ambiente e promover a caridade para com os pobres e doentes.

Eu testemunhei em primeira mão a capacidade de inspirar de Jackson, quando eu assisti à homenagem de uma fã de Jackson em Guangzhou [China] em 2011.

Durante a inauguração de uma escultura do Rei do Pop, os fãs fizeram uma coleta para a UNICEF. Surpreendentemente, eu ouvi de vários fãs chineses que eles preferiam assistir a cenas de filantropia de Jackson - visitas aos hospitais e distribuição de presentes para vítimas de queimaduras e pacientes de câncer, durante as suas turnês mundiais - ainda mais do que as suas performances.

Fãs em Pequim levaram as mensagens de Jackson sobre o meio ambiente para as ruas. No primeiro aniversário da morte de Jackson, eles organizaram uma "marcha verde de bicicleta" na cidade altamente poluída, para aumentar a conscientização sobre as toxinas e estimular a redução das emissões de veículos.

Vestindo camisetas e luvas de lantejoulas, os fãs pedalaram em torno da cidade explodindo a música de Jackson nas caixas de som e levado cartazes em chinês e inglês... "Proteger o meio ambiente começa com você mesmo. MJ".

Fãs chineses continuam a seguir o exemplo de Jackson, arrecadando dinheiro para crianças doentes. Alguns fãs observam que, como resultado de sua exposição a mensagens de Jackson sobre o meio ambiente e de caridade em suas letras e vídeos de música, eles estão mais conscientes sobre a conservação de energia, reciclagem e preservação da vida selvagem.

Depois, há a organização norte-americana Um Milhão de Árvores para Michael sem fins lucrativos, que tem parceria com American Forests

AMTFM planta árvores em todo o mundo em homenagem a Jackson. Seu site confirma:

''Estamos empenhados em prosseguir com a mensagem de Michael ... Nossa esperança é ter Michael Jackson Memorial Forest [Floresta Memorial Michael Jackson] em tantos países quanto possível, em todos os continentes, visto Michael ser tão amado em todo o mundo."

A fundadora Trisha Franklin afirma que ela foi movida pelas letras e cenas de Jackson para salvar o meio ambiente, em seu filme This Is It, e desejou colocar seu pedido em ação.

Em Junho de 2013, AMTFM plantou 26.922 árvores em nome de Michael Jackson com contribuições da comunidade de fãs internacionais.

Outro projeto para o qual os fãs de Jackson contribuíram é a construção de um orfanato na Libéria, África, chamado de Everland. Iniciado em 2011, este projeto ajuda as crianças da Libéria e Costa do Marfim, abandonadas ou órfãs da guerra civil e sob os efeitos da doença. 

Everland é administrada pela Michael Jackson Legacy, uma organização de caridade anglo-americana. 

MJL foi fundada por Dee, que ficou órfã quando criança e que, de acordo com o site, credita a Michael por ajudá-la através de uma infância traumática e, mais tarde, por incutir nela o compromisso e dedicação para ajudar os menos afortunados. Em Junho de 2013, fãs de 31 países doaram 49.471 dólares para Everland.

Aparentemente, o reino do entretenimento proporciona uma rota alternativa para o engajamento cívico, como assinalou Henry Jenkins, professor da USC. Ele estuda a Harry Potter Alliance uma organização sem fins lucrativos que usa temas da franquia Potter para envolver os jovens e incentivar a justiça social no mundo real.

O site da HPA pretende "capacitar nossos membros para agir como os heróis que eles adoram, agindo por um mundo melhor."

O HPA mobiliza fãs para arrecadar dinheiro para ajuda humanitária no Haiti, doar livros para projetos de alfabetização e angariar fundos para os civis em Darfur.

''É certo que a filantropia não pode resolver completamente os problemas estruturais de desenvolvimento e desigualdade. No entanto, como cidadãos preocupados que querem os jovens se envolvendo nos cuidados com o planeta e seus povos, meus alunos estão interessados ​​no trabalho do HPA e intrigados com as possibilidades da filantropia dos fãs que, neste caso, pode ser uma ferramenta poderosa para o engajamento cívico e mudança social.''

by Dr. Martin SJ (antropólogo e professor)

Fonte: http://newblackman.blogspot.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...