Rob Hoffman (02)


Na imagem do estúdio: (em pé) Craig, Andrew Scheps, Rob Hoffman, Brad Sundberg, Matt Forger. (na frente) Bruce Swedien, Michael Jackson, Eddie Delena.

''Para preparar a sessão com Notorious B. I. G. [falecido rapper norte-americano] foi meio assim... Michael costumava chamar as pessoas e convidá-las para participar em álbuns. De qualquer forma, eu ouvi rumores de que B.I.G. iria vir e eu estava animado com isso!

Então, Dallas e eu estávamos esperando por ele a qualquer momento e, ao chegar, Notorious era uma figura bastante imponente, visto ele ser bastante popular na época. Eu não tinha ideia do que esperar dele em termos de atitude, mas ele parecia estar bem quando entrou.

Mas quase imediatamente, ele deixou escapar: "Ei, Dallas, eu posso conhecer o Mike?"

Dallas respondeu que achava que sim.

Notorious B. I. G.
B.I.G. passou a falar sobre o quanto esta oportunidade significava para ele, como Michael era seu herói. De qualquer forma, Dallas disse a ele que teríamos que fazer a gravação primeiro e B.I.G. entrou na cabine, colocamos os fone de ouvido e nos preparamos para iniciar a gravação.

Então, nós apertamos o grande botão vermelho [em uma máquina Sony 3348] e seguimos adiante. Durante a sua primeira tomada, Dallas e eu olhamos um para o outro, porque estava muito bom. Ouvimos de volta e Dallas estava tipo, "Uau, eu acho que conseguimos."

Pelo que me lembro, fizemos mais uma tomada, mas estou bastante certo de que acabamos usando a que foi feita por primeiro.

Então, Notorious B.I.G. entra e pergunta se ele pode se encontrar com Michael agora. Entramos em contato com a sala dos fundos, onde Michael estava trabalhando e dissemos que B.I.G. tinha terminado e queria conhecê-lo.

Michael chegou e B.I.G. quase irrompeu em lágrimas.... eu poderia dizer o quanto isso significava para ele. Bem, Michael poderia causar esse efeito em qualquer um, até mesmo sobre os rappers mais durões!

B.I.G. tropeçava em suas palavras, se inclinava e contava para Michael o quanto sua música significava para ele em sua vida.

Michael foi, como sempre, muito humilde e continuou sorrindo, enquanto B.I.G. apenas falava e falava o quanto ele amava Michael. Eu assisti B.I.G. se derreter como manteiga e foi realmente muito doce de se testemunhar. Afinal de contas, todos nós somos apenas pessoas.

Michael finalmente pediu para ouvir o que tínhamos feito e tocou nos grandes alto-falantes. Michael estava animado para contar a B.I.G.

"Oh, vamos ouvi-lo de novo", eu me lembro de Michael dizendo, e ouvimos novamente.

Michael simplesmente adorou e agradeceu a B.I.G. por ter feito todo o caminho da Filadélfia. B.I.G. perguntou timidamente se poderia tirar uma foto e Michael concordou. A foto foi tirada, ouvimos de novo, e Michael agradeceu a B.I.G.

Michael disse adeus e saiu, deixando B.I.G. ali, parecendo completamente atordoado. Esta sempre será uma grande memória.''

by Rob Hoffman (engenheiro de som)

Fonte: http://www.gearslutz.com

16 comentários:

  1. Nossa, fiquei muito emocionada ao ler essa matéria.
    Lindo e comovente depoimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho muito doce a primeira imagem da matéria. Eu cliquei nela para observar a expressão de cada um deles, tenho a certeza que todos amavam estar em volta de Michael para trabalhar e conviver com ele, em equipe.

      Excluir
  2. Com certeza! Ficar alguns minutos com ele já é um sonho,
    imagina trabalhar, conviver e fazer parte da sua rotina!!!
    Grande mestre e amigo!

    ResponderExcluir
  3. Todos queriam trabalhar com Michael e ele sempre humilde.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está aí o emprego dos sonhos. *--*

      Excluir
  4. É tão bonito imaginar a emoção das pessoas perto dele *__*

    ResponderExcluir
  5. Acho que eu ficaria assim bem calma ..... tipo paralisada rsrsr

    Seria um sonho... agora impossível, mas eu gosto de acreditar que vou conhece-lo ainda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe... um dia? A vida não termina aqui. ♥

      Excluir
  6. Olá angel, boa tarde!

    Estou tentando colocar em dia a leitura por aki uffa... ô tarefa difícil hehe. Emocionante esse relato, ainda mais se pensar em toda a história dramática desse rapper, vc conhece?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lady... boa tarde! Sim, eu sei que ele teve uma vida tumultuada e já é falecido.

      Excluir
    2. Em 1995, ele também compôs e cantou um rap para a canção "This Time Around" de MJ . Dois anos depois, estrelou a faixa "Unbreakable", lançada em 2001, no disco Invincible.

      Excluir
    3. Oi angel, boa tarde!

      Gostei destas canções qdo as ouvi pela 1ª vz e me surpreendi c/ essa parceria, muito legal ver como ele ñ fazia distinção e como valorizou outros artistas, dando à alguns deles a oportunidade de trabalhar c/ ele.
      Impressionante a admiração e respeito q artistas desse segmento rap tinham por ele, apesar de parte da mídia sempre querer divulgar o contrário. Os depoimentos daqueles q tiveram a chance de fazerem parceria c/ ele, é comovente, como é o caso do R Kelly, Akon e outros.
      incrível a capacidade q ele tinha de inovar, criando belos trabalhos c/ outros artistas, e ainda ter o poder de derreter corações até daqueles vistos como durões, muito bom saber dessas histórias. Só mesmo uma pessoa tão especial poderia promover encontros valorosos como este. \o/

      Bjo! Até mais! :D

      Excluir
    4. Boa tarde Lady.. eu amei cada palavra do teu comentário, foi muito pertinente. Bjs!

      Excluir
  7. Michael derretia corações a milhares de distância das pessoas, imagine alguém na sua presença, mesmo sendo famoso.

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! :) Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line.
**Para assuntos privados e não referentes à matéria eu peço que utilize o email [cartasparamichael@gmail.com] ・。.。・゚゚・。.。・゚゚・。❊
*Rosane [admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...