Conversas Privadas em Neverland... (22)


Michael e a morte de minha mãe

''O dia em que minha mãe faleceu eu estava em Neverland com o Michael. Ela estava se sentindo mal por cerca de três meses e eu tinha dito a Michael ocasionalmente. 

Ele sempre me lembrava a importância de estar rodeado por música clássica. Eu disse a ele que eu tinha tomado este cuidado, embora era algo sobre o qual ela sempre tinha insistido muito.

Quando recebi o telefonema de minha irmã Pam que a nossa mãe parecia prestes a morrer, eu disse a Michael o que estava acontecendo e que eu teria que ir.

Ele me perguntou: "Está tudo bem se eu for com você para vê-la, Barney?"

Eu disse que sim. Michael entrou no meu carro e fomos para a casa da minha mãe. Manuel nos seguiu com Prince e Paris no Navigator.

Cerca de dez minutos antes de chegar à casa, minha mãe tinha falecido. Nós a tínhamos em uma cama hospitalar na sala de estar ao lado da lareira, onde faleceu. Michael seguiu-me até lá, olhou para Pam a quem tinha visto uma vez antes e lhe deu as condolências.

"Eu acho que seria bom orar com ela, lhes parece bem?", ele perguntou olhando para Pam.

Ela disse: "Eu concordo."

Michael segurou a mão direita da minha mãe e eu peguei a esquerda, com Pam e Manuel entre nós. Prince e Paris estavam a brincar em outra sala. Oramos uma breve oração pedindo a Deus que recebesse a minha mãe em Seus braços e todos disseram amém.

Depois da oração, Michael virou-se para a minha irmã e perguntou: "Foi uma boa mãe para você, Pam?"

Ele acertou em cheio e Pam não pôde responder. Ela apenas olhou para ele com lágrimas nos olhos, como se dissesse silenciosamente "não".

Sabem... minha mãe tinha sido dura com minha irmã. Ela era a maior dos quatro irmãos e a tinha deixado sob os nossos cuidados, enquanto ela passava a maior parte do tempo na cama com dores de cabeça. Como resultado, ela não tinha boas lembranças de sua infância ou sobre a sua relação com nossa mãe. Mas eu, não tendo estado na mesma posição que a minha irmã, não tinha nada mais do que boas lembranças.

Michael se aproximou de minha irmã, colocou os braços à sua volta e gentilmente disse "Sinto muito", segurando-a enquanto ela chorava.''

by William B. Van Valin
*Médico e amigo de Michael Jackson.

*Em seu livro
Conversas Privadas em Neverland com Michael Jackson.

Fonte: Fórum MJHideout

18 comentários:

  1. Momento super delicado e muito triste!
    :( Michael teve muita presença de espírito e soube ajudar Barney e sua irmã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim... Michael soube se fazer presente nos momentos mais dificeis na vida de muitas pessoas.

      Excluir
  2. Puxa amiga,

    muito além de ter sido o maior artista de todos os tempos, o que me faz admirar profundamente Michael, foram as diversas maneiras como ele se chegava ao coração das pessoas. Parece que ele sabia de antemão o que se passava no íntimo das pessoas e atingiu em cheio o coração da irmã do dr. Barney.
    É comovente saber como ele era gentil se fazendo presente num momento triste para aquela família.
    Demais ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc falou certíssimo amiga, Michael sabia como chegar ao coração das pessoas. Ter esse convivio no dia a dia deve ter sido uma bênção para muitas pessoas.

      Excluir
  3. Nossa adorei esse livro ! Parabéns Rosane o blog é perfeito estou amando saber mais sobre o Anjo que era Michael ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Mariana! Eu tenho a certeza de que todos gostaram dessa leitura sobre o nosso anjo, longe do sensacionalismo comum. :)

      Excluir
  4. Olha a sensibilidade de Michael falando mais alto. A perspicácia de Michael é emocionante, de perceber algo no ar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ゚*:;;:*゚✿゚ฺ*:;;:*゚✿ฺ ゚*:;;:*゚✿゚ฺ*:;;:*゚✿ฺ

      Excluir
    2. Ser consolado por Michael num momento desses, não é para qualquer um não....

      Excluir
  5. Homem sensível e que nunca se escondia nos momentos mais difíceis, não importando se a pessoa em questão era famosa ou não porque para ele, todos são iguais.

    ♥ Anjo!!! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ ・。.。・゚゚・。.。・゚゚・。

      Excluir
  6. Rosane obrigada pelo seu maravilhoso trabalho, traduzir livros e nos manter atualizadas.Obrigada mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fico contente que vcs estejam acompanhando e gostando.. ♥

      Excluir
  7. Ter um amigo essencial nesses momentos tristes é gratificante. O nosso anjo sempre se mostrando um ser humano único,e um amigo verdadeiro. Me emocionei de imaginar toda a cena :"( ....

    Michael love too <333

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa passagem do livro nos emociona de verdade.

      Excluir
    2. Concordo muitão com vc Rô! Emociona mesmo Omg! :(

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! :) Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line.
**Para assuntos privados e não referentes à matéria eu peço que utilize o email [cartasparamichael@gmail.com] ・。.。・゚゚・。.。・゚゚・。❊
*Rosane [admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...