Derek Emerson


O pai de Derek - Sam Emersom - foi fotógrafo de Michael Jackson de 1980 a 1993. Ele fez a capa do álbum Bad, trabalhou nos videos de Beat It, Billie Jean, Bad e Smooth Criminal e viajou o mundo por três vezes com Michael.

''As fotos divulgadas a partir de 82 a 94 foram em sua maioria do meu pai", explica Derek.

Com a idade de 12, Derek encontrou com Michael - então com 24 - pela primeira vez. Ele estava na casa de Michael em Havernhust onde Sam estava estava tirando fotos das luvas de Michael, quase uma dúzia delas.

"Eu estava jogando Frogger e de repente senti aquele peso nas minhas costas", relata Derek. "Era a cobra de estimação de Michael, Muscles. Ele a colocou e começou a rir. Ele era um tanto brincalhão."

Esse foi o mesmo dia em que ele conta que Michael levou a ele e à filha de Quincy Jones para um passeio no carrinho de golfe.

Quando Sam estava trabalhando, Derek era convidado para participar. Ele jogava jogos de vídeo e Michael se juntava a ele nos intervalos.

''Lembro-me de ir a Neverland, da loja de doces, dos passeios e de conversar sobre a minha bicicleta ou a escola", diz Derek. "Havia um trem em torno da propriedade e grandes fortalezas com canhões de água. Eu brincava e ele vinha brincar também. Era realmente como estar com outro garoto que simplesmente não queria crescer."

''Eu lembro de uma vez em Nova Orleans, provavelmente em 84, onde estávamos no hotel depois de um show. Sugar Ray Leonard e Stevie Wonder estavam saindo e nós queríamos pegar algo para comer. Stevie [que é cego] disse: 'Dê-me as chaves e eu dirijo.' Michael achava que era tão engraçado."

Graças ao trabalho de seu pai e às turnês de Michael, Derek viu o mundo. Como assistente de Sam aos 18 anos, Derek cuidava das luzes e classificava os slides.

"Meu pai estava preenchendo 40 rolos de filme ao longo de um período de duas horas... Isso foi em Tel Aviv, Turquia e na Europa, por duas vezes, durante meses. Eu assisti a algo em torno de 40 shows em um verão! E eu estava na Victory Tour com os irmãos [Jackson] em 1984.

Foi um bom momento para estar ao redor, esse período de tempo de 10 anos a partir de 82 a 92, quando ele era a coisa mais HOT do mundo! Você está falando em vender para 70.000 pessoas em cada um dos 07 shows no Wembley Stadium...''

Derek ri, recordando aqueles dias. "Nem todos podem dizer isso, eu acho."


Quando soube da passagem de Michael em 2009, Derek estava na Carolina do Sul.

''Eu liguei para o meu pai e simplesmente não conseguia acreditar. Eu ainda posso ver nos olhos do meu pai quando você fala sobre isso. Era alguém com quem ele tinha passado uma longa parte de sua vida. Ainda o sufoca.''

Derek diz que ainda é difícil acreditar que Michael se foi.

"Ele foi o maior artista do mundo e um cara super legal, que me tratava bem e me respeitava o suficiente para saber quem eu era. Ele sempre perguntava sobre como estava a minha vida. Ele sempre se lembrava de mim."

Fonte: http://www.finditinfondren.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...