Remember The Time: Protecting Michael Jackson


Bill: ''Uma vez, Sr. Jackson queria ir a uma loja de magia. Ele era um grande fã de mágica. Fomos ver quase todos os mágicos que atuam na Strip [ a rua principal de Las Vegas]. Tinha muitos desses kits de mágica para fazer em casa, para fazer truques com moedas, cartas e outras coisas.

Por volta de maio ou junho, quis ir à loja de magia do Casino New York [New York]. Então, começamos a preparar a segurança.

Naquela manhã, me chama e pede para ir comprar gaze. Pergunto-lhe o quanto e ele diz: "Traga tudo o que puder." Eu preocupei-me se alguém ficou ferido. Eu saí, comprei um par de sacos de gaze médica na farmácia e entreguei para ele. Cerca de meia hora depois, ele me chama e diz: "Bill, eu estou pronto."

Javon tinha os carros preparados. Eu estava na rua esperando que Sr. Jackson saísse. Ele apareceu e quando eu o vi, vestia uma jaqueta verde com uma camiseta por baixo. Mas suas mãos estavam envoltas em gaze. Toda a sua cabeça estava envolta também, com pequenas aberturas para os olhos.

Ele estava disfarçado como vítima de um incêndio ou algo assim. Parecia ''A Múmia''. Eu pensei que tinha visto tudo de Michael Jackson, mas assustado com isso, chamei Javon no walkie-talkie. Eu sussurrei no microfone: "Cara... Javon. Você não vai acreditar no que o chefe colocou.''

Javon: ''Bill tentou me avisar, mas eu tinha o rádio desligado. Estava no trailler da segurança, preparando-me para sair. Quando eu saí, não sabia o que estava acontecendo. Eu saí e vi o que parecia ser um tipo raro, todo enfaixado e desfigurado, caminhando em torno da propriedade.

O alarme disparou na minha cabeça. Eu pensei, intruso! e eu corri para ele. Eu o peguei no caminho e lhe parei contra o carro, gritando "Quem é você? O que está fazendo aqui?"

Bill começou a gritar, "Javon, não! Javon! É o chefe! É o chefe!"

Eu percebi que era ele e recuei, eu entrei em pânico. Quero dizer, eu o peguei muito forte, e ele era tão magro e frágil. Temi ter quebrado um braço ou algo assim. Eu comecei a dizer "Sinto muito, senhor. Não o reconheci. Desculpe, por favor, perdoe-me. Sinto muito."

Bill: ''Javon teve que pedir desculpas mil vezes, mas Sr. Jackson desandou a rir. Ele achou engraçado. Tenho certeza que ele assustou-se por um momento; por um minuto eu pensei que seria o nosso último dia de trabalho para ele. Mas Sr. Jackson achei ótimo que seu disfarce tinha conseguido enganar alguém. Ele entrou no carro, rindo e dizendo: "Realmente não sabia que era eu?"

Javon: ''Chegamos ao casino, como em uma saída normal, mas com ele vestido como uma múmia. Entramos por trás, mas a loja de magia estava a vários metros daquela entrada e o lugar estava cheia de pessoas. Ao entrar, as pessoas começaram a observar-nos vestindo aquelas roupas pretas, seguido por um homem vestido como uma múmia. Você pode ouvir o som de pessoas dizendo "O que está acontecendo?"

Obviamente ele estava mais atraindo atenção do que evitando. Se você olhasse para ele por um minuto, não seria difícil descobrir quem ele era. Havia complicado a vida envolvendo o rosto e as mãos, mas usando meias brancas com mocassins e calças curtas.

Era a sua imagem característica. Todo mundo sabia disso. Também tinha aquela maneira de caminhar, a forma como ele tirava algo de uma prateleira, eram inequivocamente de Michael Jackson. O planeta inteiro sabe como Michael Jackson se move.''

Bill: ''Em um ponto, caminhando pelo cassino, uma mulher de meia-idade se aproxima dele. Fica ao lado dele, olha para ele e diz, "Eu sei quem você é".

Sr. Jackson diz: "Hmmm?" Com sua voz aguda, agindo como se ele não soubesse do que ela estava falando.

"Hmmm?"

Ela diz: "Eu sei quem você é. Não engana ninguém." Então, ela foi-se e o deixou sozinho.

Finalmente chegamos à loja de magia e Sr. Jackson começou a olhar para as coisas. O gerente da loja veio duas ou três vezes e perguntou se poderia ajudá-lo com alguma coisa, ele apenas balançou a cabeça. Realmente não disse nada. Eles tinham aqueles kits e truques de mágica. Sr. Jackson estava tomando as coisas, olhando para elas, brincando com elas, tirando-as.

Vi os olhos do gerente e sabia exatamente o que eu estava pensando, se essa fosse a minha loja. Então eu o vi pegar o telefone e dizer algo em voz baixa e desligar rapidamente. Cinco minutos depois, dois policiais entraram e foram para o gerente. Eles conversaram por um minuto e apontaram para o Sr. Jackson.

Eu balancei minha cabeça pensando: 'Não, não, não. Não, por favor. Isso não pode estar acontecendo."

Um dos policiais abordou Sr. Jackson. Ele disse: "Desculpe-me senhor, você pode me mostrar a sua identidade?"

"Hmmm?"

"Você tem identidade?"

A segunda vez que ele disse isso, ele agarrou o braço do Sr. Jackson, mostrando que não estava brincando. Entrei no jogo e, educadamente, tentei mediar entre eles e explicar a situação.

Eu disse que era o guarda-costas pessoal deste homem, um dignitário de alto nível, que estava disfarçado no anonimato. Eu disse: "Este homem é muito famoso e seria melhor para todos que pudessem manter sua identidade secreta e sair discretamente da loja."

O policial disse: "Famoso? Quem é?"

A essa altura já estava começando a formar um grupo de pessoas. O gerente teve que vir. O outro policial estava atrás de mim. Eu queria evitar identificar Sr. Jackson, mas eu vi que a única maneira de livrar-se desses policiais era ser honesto e colocá-los ao meu lado.

Inclinei-me e sussurrei para o cara: "É Michael Jackson."

"Quem?"

"Michael Jackson."

"Vá se f**** e saiam daqui."

Eu disse: "Olha, vamos embora."

Em seguida, o policial voltou para o seu parceiro e com uma voz muito alta e arrogante, como se eu fosse um idiota, disse: "Ei, esse cara diz que ele é um guarda-costas e que o tipo enfaixado é Michael Jackson."

Do canto do meu olho eu vi o brilho do primeiro flash. Merda. Então eu ouvi como o murmúrio de vozes começou e se espalhou entre as pessoas.. "Michael Jackson?" "Este é o Michael Jackson!" "Este é o Michael Jackson!"

Agarrei-o e disse: "Sr. Jackson, aqui." Levei-o rapidamente para o fundo da loja, movendo seu corpo pelos corredores, esquerda, direita, tão rápido quanto eu poderia orientá-lo. Olhei em volta, encontrei a porta do armazém e nos colocamos ali.

O gerente seguiu-nos e perguntei-lhe: "Existe alguma outra maneira de sair daqui?"

Ele mostrou-me a porta dos fundos para pequeno hall até chegar à área de estacionamento. Eu avisei Javon pelo rádio e disse-lhe para vir para colocar a van lá.

Dava para se ouvir as pessoas lá fora. Era intenso. Eu estava muito tenso, agitado. Como um idiota, o gerente virou-se para seguir a fim de confirmar que era Michael Jackson. Então eu também fiquei louco. Agora ele estava como, "Ei, Michael Jackson está na minha loja!"

Estava começando a se formar um tumulto com as pessoas. Podíamos ouvir as pessoas gritando "Mi-chael! Mi-chael! Mi-chael!" Os dois policiais foram pegos tentando controlar as pessoas, lidando com o que eles tinham provocado.

Eu estava atrás com Sr. Jackson. Eu estava em alerta máximo. Com o pulso alterado. Olhando para todos os lugares. Vigiando a porta, ouvindo a massa do povo, tentando prever o que viria a seguir. Será que vamos ter mais problemas com a polícia? São os paparazzi?

Enquanto isso, o Sr. Jackson estava perfeitamente calmo, como se fosse o mais normal. Com a loucura das pessoas gritando o nome dele? Como se não existisse.

Estava tão tranquilo caminhando entre as prateleiras da loja, observando aqueles truques de mágica. O cara estava comprando. Ele pegou uma coisa e ele aproximou-se de mim dizendo: "Bill, você pode descobrir quanto custa este?"

Eu quis dizer "Sério? Temos duas centenas de pessoas respirando no nosso pescoço e você quer que eu pare para perguntar o preço de um truque de Houdini?"

Mas ele apenas deu de ombros. ''Isso é o que sempre acontece. Eles deveriam deixar-nos quietos. As pessoas devem cuidar dos seus próprios assuntos "

Finalmente, Javon ligou´me para dizer que tinha o carro pronto. Os dois policiais vieram e levaram-nos até a loja. Quando estávamos prestes a começar, um dos policiais se aproximou de mim e disse: "Ei, mais uma coisa."

"Sim?"

"Você acha que talvez ele poderia ser tão amável de dar-nos um autógrafo?"

Virei-me para Sr. Jackson.

"Senhor, os policiais querem saber se eles poderiam receber um autógrafo."

"Oh, claro", disse ele. "Dê-me uma caneta."

Os policiais deram seus livros, ele autografou aos dois e saiu. Nós desaparecemos. Nem sequer chegou a comprar.''

Extraído do livro Remember The Time: Protecting Michael Jackson in His Finals Days escrito por Bill Whitfield e Javon Beard - ex-guarda-costas de Michael Jackson.

Fonte: http://mjhideout.com

20 comentários:

  1. Bom dia Rosane,
    Excelente matéria, ri muito ao ler, hilária!
    Fiquei imaginando (como sempre) as cenas... seguranças nervosos, Michael enfaixado tranquilo,...
    Eu sempre achei que os disfarces dele chamavam muita atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Leda, eu ri muito, também! O fato de Michael sair com as calças curtas e meias brancas, me faz acreditar que ele desejava, mesmo que inconscientemente, ser reconhecido

      Excluir
  2. A loucura e histéria eram algo comum na vida do Michael. Ele ia todo enfaixado mas com meias e mocassins. Rsrs
    Ps: lindíssimo na imagem♥♡♥♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagem linda, mesmo, Lais!
      E que gerente abobado hein ..rs

      Excluir
  3. Era impossível não reconhece-lo. Como disseram os seguranças, tudo era característico. O jeito de andar, as roupas, até os disfarces chamavam atenção. Ri muito também. Não canso de dizer que estou amando este livro. Mas fiquei com do dele não ter consigo comprar nada que queria. Tadinho do anjo. A propósito: que fotooooooo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembro de Michael contando sobre as mulheres serem as primeiras a reconhecê-lo, por exemplo, dentro de um cinema.. e ele se dizia ''impressionado'' sobre como nós podemos ser detalhistas. \0/

      Michael perfeito na foto, no auge de sua maturidade. ♥

      Excluir
    2. Com certeza Rosane. Conhecemos cada pedacinho daquele corpo.

      Excluir
  4. Esses seguranças passaram uns apuros c/ o Mike hein? Acho q ele criava essas situações p/ que as coisas fossem mais divertidas, mais dinâmicas, pois se esses caras contassem simplesmente a história, que Michael Jackson foi fazer compras em uma loja de magia e que causou um tumulto, seria algo comum, muito óbvio ou q saiu tão disfarçado q ninguém o reconheceu, ñ teria tanta graça. Parece q fazia isso p/ nos divertir, só ele mesmo p/ aprontar dessas kkk ..... genial! :) Boa noite!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, angelíssima! :) Vc disse ''genial'' e eu concordo com vc, essas aventuras tinham um ''toque de gênio'', aconteciam aquelas situações inusitadas que... só MJ, mesmo! Como na ocasião em que ele cismou que queria as figuras em tamanho natural da familia Simpsom.

      Michael sabia que, no futuro, viraria HIStória! \0/

      Excluir
  5. Boa noite, Rosane!
    Eu também ri muito com essa história e também estou amando esse livro!
    Esse Michael era único, mesmo! kkkk Cada disfarce que ele usava... E nós, detalhistas, realmente o reconhecemos pelo seu jeito característico de se mover! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, angel do Mike! De pedacinho e pedacinho, acho que vamos terminar por ter o livro completo aqui ..rs.. mas é cada história hein? Que figura esse Michael! Anjo! Amo de paixão! ♥♥

      Excluir
  6. Esses seguranças foram como irmãos, um suporte, uma bênção, na vida de Michael. Ainda bem.

    ♥♥♥

    ResponderExcluir
  7. ♥ ♥ ♥ Michael está lindo na foto! ♥ ♥ ♥

    ResponderExcluir
  8. Hilário. Imagino como ele se divertiu com essa aventura. Traquinagem de criança, será que fazia essas coisas para compensar o que não fez na infância? Por que estava claro que as pessoas iriam reconhecê-lo e ia ser aquele ouriço. Genial esse anjo, viu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Michael sendo Michael, Mari! Coisas do anjo! :)

      Excluir
  9. esse Homem é único...e como AMOOO..obrigada Rosane pelo belo trabalho!

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! :) Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line.
**Para assuntos privados e não referentes à matéria eu peço que utilize o email [cartasparamichael@gmail.com] ・。.。・゚゚・。.。・゚゚・。❊
*Rosane [admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...