Remember The Time: Protecting Michael Jackson

Paris Jackson
Bill: ''A mãe do Sr. Jackson veio de visita na semana antes do Ano Novo. Nenhum outro membro da família, somente ela e seu motorista. Ela veio para a casa e trouxe presentes para as crianças.

Quando ela chegou em casa, Sr. Jackson e as crianças estavam lá para abrir a porta para ela. Houve muita emoção. Um monte de "Oi, vovó! Oi, vovó!" Esse tipo de coisa. Ficou muito claro que eles não se viam há algum tempo.

A partir da garagem me coloquei com os olhos abertos. Onde eu me coloquei em um posto de comando improvisado. A cada duas horas patrulhando o perímetro. Todo o bairro estava tranquilo.

Tudo ''morto'' no inverno. Ruas vazias. Ainda não tinha vazado que Sr. Jackson estava morando aqui, por isso não havia fãs nem paparazzi alinhados fora da porta. 

Era estranho, algo como a calmaria antes da tempestade, sabe? Era só uma questão de tempo que as pessoas descobrissem que era a casa de Michael Jackson. Quando o fizeram, não sabia com que tipo de loucura teria que encontrar através a porta da frente. E nós não estávamos preparados.

"O que estamos fazendo com a segurança?" Foi uma discussão importante, todos os dias, entre Feldman, Jeff e eu. Precisávamos de mais pessoas, as pessoas nas quais você pode confiar. 

A Véspera de Ano Novo estava se aproximando e Sr. Jackson tinha dado a sua palavra aos filhos sobre levá-los para ver David Copperfield se apresentar no MGM Grand

Nós não poderíamos levar a família de volta na véspera do Ano Novo, sem as pessoas certas para lidar com isso. Jeff disse que iria chamar seu primo Javon, que mora aqui em Las Vegas. Eu nunca o tinha visto, mas se Jeff o aprovava, eu estava disposto a aceitá-lo.

E para ser honesto, naquela época, a palavra de Jeff era tudo que eu tinha para seguir adiante. A situação toda ainda me fez sentir muito estranho. Algo não estava certo, a forma como isso estava sendo tratado. Eu simplesmente não conseguia colocar o dedo sobre [a situação] ainda. Eu tinha um monte de perguntas. Eu não perguntei nada a eles. Nesta linha de trabalho, sem perguntas. 

Quando você contrata alguém para a segurança pessoal, se eles fazem muitas perguntas, para mim isso significa que eles não estão focados no trabalho. Eles estão muito preocupados com quem, o quê, por quê, coisas que não são realmente seus negócios. É um sinal de que você não pode confiar nessa pessoa. 

Além disso, se você realmente quer saber de uma coisa, se você olhar para os detalhes por um tempo, você vai descobrir. Virá para você.

Você começa a ouvir conversas. Começa a receber e-mails, telefonemas. vê quem vem visitar, etc Mantenha seus pensamentos para si mesmo. Basta observar e as suas perguntas serão respondidas sem que se pergunte.''

Extraído do livro Remember The Time: Protecting Michael Jackson in His Finals Days escrito por Bill Whitfield e Javon Beard - ex-guarda-costas de Michael Jackson.

Fonte: http://mjhideout.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...