Quincy Jones (04)


''Em um ponto, quando estávamos trabalhando em Thriller - seguimos sem interrupção por dias - todos nós estávamos simplesmente completamente esgotados.

Eu perdi a paciência, em um ponto. Não me lembro a razão exata, que poderia ter sido uma harmonia que não estaria correta, ou a letra estava errada, mas Michael fez algo que eu não queria, e eu fiquei puto. E eu quero dizer... chateado.

E nesse momento eu apenas me levantei, eu explodi e simplesmente gritei com ele. Eu nem me lembro o que eu disse, mas eu estava gritando em seu rosto por não ter feito a coisa certa. 

Depois de um segundo, eu parei e olhei para Bruce [Swedien] e percebi que ele estava olhando diretamente para Michael. Olhei novamente para Michael... e foi estranho, porque ele estava olhando diretamente para mim, mas ele não estava olhando para mim. Como se ele estivesse vendo outra coisa - seus olhos estavam totalmente embaçados. 

Olhei para ele por 10 segundos, e eu estendi a mão e toquei o seu ombro para me certificar de que ele estava bem e ele meio que saiu daquilo e levantou os braços para cima, como se eu fosse bater nele.

E foi nesse exato momento que eu percebi exatamente o que eu fiz, e por que ele reagiu assim, e eu me senti doente... 

Fizemos uma pequena pausa depois, já que Michael ficou um pouco ''ausente'' pelas próximas horas. Tudo estava bem, Michael levou desse jeito aquela manhã - era a maneira dele de me perdoar, sabe? Tudo o que eu conseguia pensar depois era, "Cara, eu espero que este garoto não me veja como ele vê ao seu pai''.

by Quincy Jones
*Produtor musical que trabalhou nos álbuns 
 Off The Wall, Thriller e Bad.

Fonte: http://foralltime1.tumblr.com

29 comentários:

  1. Esse foi um pequeno exemplo de como ele tinha traumas originados na infância. Bastou tocar no ponto certo e tudo veio a tona. Sem contar a sua enorme sensibilidade. Como certos comportamentos, palavras, gestos,... nos marcam profundamente e para o resto da vida!
    Como Michael dizia "Somos produto da nossa infância".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Michael contou sobre esses últimos dias dos bastidores do álbum Thriller, eles estavam esgotados. Viravam 24 horas dentro do estúdio, dormiam lá dentro, mesmo. Eles estavam atrasados para entregar o álbum à gravadora.

      Com certeza ele estava traumatizado com o excesso de cobrança do pai durante os ensaios desde que ele era criança.

      Excluir
    2. Assino embaixo do seu comentário Leda. Sem mais.

      Excluir
  2. E se naquela época era assim, com Michael vivendo o auge da carreira, imagina em 2009, o que ele teve que passar.

    Quincy Jones foi uma das melhores pessoas e que ajudou a honrar o legado de Michael.

    Dá para entender o porquê ele não quis se envolver com nada depois da passagem de Michael, com exceção de "We Are The World For Haiti". Ele devia saber sobre os bastidores de antes e depois de 2009, ainda mais com a indústria da música sendo muito pior nos dias de hoje do que já era naquele tempo.

    A única diferença é que, naquela época tínhamos os verdadeiros artistas como Michael e tantos outros. Agora... melhor nem falar.

    :) :) :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo com os teus pensamentos. Lembro de Michael contar que simplesmente chorou, ao ver o primeiro resultado das mixagens das faixas do álbum, e ele não tinha gostado. O prazo que a gravadora tinha dado havia se esgotado. Ele tomou uma decisão e disse, ''vamos refazer tudo''.

      Já imaginou, amiga? Foi sofrido e desgastante realizar este álbum, mas claro que valeu a pena, até hoje é o álbum mais vendido na história e se tornou icônico.

      Quincy e Michael fizeram uma parceria a qual foi perfeita para a época. Gosto de ver as imagens deles, ambos sorrindo nas fotos antigas. Havia uma amizade entre eles. Ao se separarem, perguntaram a Quincy sobre Michael e ele respondeu, ''as portas sempre estarão abertas''.

      A gente sabe que Quincy moveu um processo na época de This is It, se deve ao fato de não terem - segundo ele - respeitado seus direitos de royalties.

      É mesmo uma indústria gigante por trás do mundo musical, imagine isso atrás do cenário do maior artista do mundo!

      Excluir
    2. Eu também gosto de ver as imagens. Nos levam àquele tempo.

      É uma história com frente e verso a de Michael e onde o verso é a parte dos abutres querendo sugá-lo.

      Excluir
  3. Lembrando que Michael nunca gostou de confrontos, não levantava a voz para as pessoas.

    Se houve momentos de desabafos, um aqui, outro acolá, faz parte de ser humano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ...assim como dentro de nossas próprias familias. Mas para ter ficado na memória de Quincy, dá a impressão de ter ocorrido raras vezes, talvez esse tenha sido o único momento.

      Excluir
    2. É verdade amiga. É um stress muito grande.

      Excluir
  4. Esta resposta não foi a do Michael, com respeito ao Quincy?

    Que eu saiba QJ não queria mais trabalhar com Michael e deu entrevistas bastante negativas depois de 2009.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, vc está certa, foi Michael quem falou a frase em uma entrevista, em 2002. e não o contrário. Mas a frase ficou na minha memória. :)

      Excluir
    2. Lembro dele ter sido contra o lançamento do álbum XSCAPE, por conta das próprias opiniões dele.

      Excluir
  5. Por quê será que ele mudou de opinião quanto ao Michael? Não me parece que a separação foi algo traumático, pelo menos nunca li nada a esse respeito. Parece que foi natural e cada um foi para o seu lado, como pode acontecer com qualquer parceria. Michael sempre perdoava e não guardava rancores e sempre receberia de braços abertos a todos que voltassem. Inclusive, quando das alegações e acusações de Lisa, erguntado a respeito, ele apenas disse: desejo que ela seja muito feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Encontrei esse texto,
      ''Jones está envolvido em uma ação judicial contra o espólio de Jackson e Sony Music sobre royalties decorrentes dos lançamentos póstumos. Em outubro de 2013, ele processou por US $ 10 milhões, alegando que algumas das fitas master de Jackson foram alteradas em um esforço para enganar Jones para que esse não recebesse os direitos futuros de back-end. Ele também diz que a propriedade e Sony injustamente negaram-lhe a sua parte do dinheiro do This Is It filme e trilha sonora, a edição de 25º aniversário de Bad, e as produções do Cirque du Soleil que usam canções de Jackson.''

      Excluir
  6. Respostas
    1. Bom... penso que uma coisa é a ganância, e a outra é recorrer ao que é seu por direito. Não posso falar sobre Quincy porque não acompanhei a história do dito processo de perto.

      Excluir
  7. Ele agiu dentro do contexto normal, ao contrário do John Landis, que não teve respeito por Michael.

    As reivindicações do Quincy, pelo que pude entender, foram normais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Peguei aversão do Landis, pela maneira como ele se portou. Se Quincy disse algo mais grave, eu não tenho conhecimento. Se o processo se limita aos royalties das produções póstumas, para mim está dentro do aceitável.

      Excluir
    2. Lembrando sempre que... uma coisa são os colegas, outra coisa são os bons colegas, e outra coisa são os bons amigos. Com todos esses dá para conviver. O dificil mesmo é lidar com os falsos amigos.

      Excluir
    3. Penso da mesma forma angel.

      Excluir
    4. Concordo. Nesse ponto Quincy está certo. O que é de direito não se tira.

      Excluir
  8. Quando todo mundo estava nervoso ele não perdia a calma, mas soube reagir a maneira dele. Michael não gostava de confrontos e preferia "dar um tempo" e então Quincy percebeu o que fez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo, amiga. Que tensão eles viveram para poder concluir esse grande álbum, mas valeu a pena, e esta obra trouxe muitas alegrias para ambos.

      Excluir
  9. Michael e Quincy foi um encontro perfeito, só rendeu coisas maravilhosas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu acredito que eles estavam predestinado um para o outro.

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! :) Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line.
**Para assuntos privados e não referentes à matéria eu peço que utilize o email [cartasparamichael@gmail.com] ・。.。・゚゚・。.。・゚゚・。❊
*Rosane [admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...