Quincy Jones (04)


''Em um ponto, quando estávamos trabalhando em Thriller - seguimos sem interrupção por dias - todos nós estávamos simplesmente completamente esgotados.

Eu perdi a paciência, em um ponto. Não me lembro a razão exata, que poderia ter sido uma harmonia que não estaria correta, ou a letra estava errada, mas Michael fez algo que eu não queria, e eu fiquei puto. E eu quero dizer... chateado.

E nesse momento eu apenas me levantei, eu explodi e simplesmente gritei com ele. Eu nem me lembro o que eu disse, mas eu estava gritando em seu rosto por não ter feito a coisa certa. 

Depois de um segundo, eu parei e olhei para Bruce [Swedien] e percebi que ele estava olhando diretamente para Michael. Olhei novamente para Michael... e foi estranho, porque ele estava olhando diretamente para mim, mas ele não estava olhando para mim. Como se ele estivesse vendo outra coisa - seus olhos estavam totalmente embaçados. 

Olhei para ele por 10 segundos, e eu estendi a mão e toquei o seu ombro para me certificar de que ele estava bem e ele meio que saiu daquilo e levantou os braços para cima, como se eu fosse bater nele.

E foi nesse exato momento que eu percebi exatamente o que eu fiz, e por que ele reagiu assim, e eu me senti doente... 

Fizemos uma pequena pausa depois, já que Michael ficou um pouco ''ausente'' pelas próximas horas. Tudo estava bem, Michael levou desse jeito aquela manhã - era a maneira dele de me perdoar, sabe? Tudo o que eu conseguia pensar depois era, "Cara, eu espero que este garoto não me veja como ele vê ao seu pai''.

by Quincy Jones
*Produtor musical que trabalhou nos álbuns 
 Off The Wall, Thriller e Bad.

Fonte: http://foralltime1.tumblr.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...