Joseph Vogel (03)


"Cada concerto era um ritual preciso, com Michael sendo o mestre de cerimônias. Ele era tão enfático e em sintonia com as pessoas que ele precisaria de tempo para absorver as vibrações do público antes de começar.

A maioria das pessoas não pensava a respeito disso. Eles pensavam que era apenas uma encenação, mas era muito mais. Olhe bem de perto. Ele salta para o palco, e só fica lá, ele não se move. Ele está sentindo. Ele está absorvendo. Ele está sentindo tudo o que está acontecendo ao seu redor, toda a gama da paz aos crescendos das emoções invisíveis de toda o público.

Apenas quando ele está pronto e tem um sentimento do público e onde eles estão, ele vai começar. E a sua precisão na condução é incomparável. Ele até sabe quando chorar, e ele realmente chora. Isso pode parecer contraditório, mas não para Michael.

Ele conduz o público através de altos e baixos, histeria, choro, até o final onde, exausto, ele entrega sua última música, que quebra as emoções sobre as rochas. E as pessoas deixam [o show] emocionalmente exaustas."

by Joseph Vogel (escritor norte-americano)

Fonte: http://michaeljacksonchosenvoices.com

17 comentários:

  1. A energia vinda do publico nutria Michael. E ele nos retribuia com a mesma intensidade.

    ResponderExcluir
  2. Michael cantava ao mesmo tempo que regia as emoções dos fãs e se emocionava com eles, era lindo de se ver. Não esqueço de uma fã que durante o show de Michael, se emocionou de uma maneira que as lágrimas caíram de um jeito tão natural, como eu nunca vi ninguém chorar. Todas as vezes que assisto, eu fico pensando em como alguém pode despertar uma
    carga de emoção naquele nível. Só mesmo Michael Jackson.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembro de ter visto rapazes chorando, também. É emocionante. :)

      Excluir
    2. É no show de Paris, Bad Era, Marinalva?

      Excluir
  3. Concordo com os comentários acima! Michael era um artista diferenciado mesmo, o que mais interagia com seu público, de coração pra coração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostaria muito de ter saído exausta desse show.

      Excluir
  4. Eu ficava pensando porque Michael ficava tanto tempo parado quando era jogado da "tostadeira" pro palco. Achei perfeita a explicação de Joseph Vogel.
    Só ele era capaz de comover o público sem sair do lugar e sem dizer uma palavra, isso é que presença!
    Eu também gostaria de sair de um show dele exausta e feliz angels.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É... cheio de atitude!! Imagine estar ali na primeira fileira... que maravilha. :)

      Adoraria que todas vocês saíssem exaustas e felizes de um desses concertos.

      Excluir
  5. Eu, particularmente acho essa entrada fantástica, surpreendente e única. Imagina, você fã, está lá ansiosa para ver o Michael e ele literalmente salta na sua frente e fica aumentando a expectativa ao máximo, permanecendo estático, até o público não aguentar mais. Nunca vi nada igual.

    ResponderExcluir
  6. Essa entrada dele foi tema de debate na Globo na época: questionavam como uma pessoa totalmente imóvel por 3m, provocava tamanha histeria naquela multidão. Não esqueço da frase de um deles:"a platéia enlouqueceu sem ele fazer absolutamente nada"
    Esse é Michael !!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Não me lembro de ter visto na TV, que momento icônico!

      Excluir
  7. Que bacana, Leda. Todos esses comentários na Globo, que sempre apela contrário ao Michael, me deixa muito feliz.

    É o inimigo tendo que reconhecer o talento e a grandeza de Michael.

    ResponderExcluir
  8. Quem dera tivesse visto e gritado junto, não é Rosane?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossaaa... eu me imaginei lá, por um momento. Taquicardia!!!

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line. [Rosane, admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...