Remember The Time: Protecting Michael Jackson


"Eles deveriam levar todas aquelas pessoas falsas [as celebridades no memorial de Michael] e colocá-las na rua e abrir as portas e deixar seus fãs entrarem. Eles são os únicos que merecem estar aqui para isso. Seus fãs foram os únicos que nunca o abandonaram, sempre que os fãs diziam ''Nós te amamos Michael", ele sempre dizia ''eu te amo mais".

E ele estava falando sério. Eles significavam mais para ele do que ele para os fãs... ele cuidou tão profundamente que em alguns aspectos, eles constituíam a única relação de compromisso que sustentava a sua vida - seu único e verdadeiro caso de amor.

Tudo o que eu sentia era raiva. Isso ultrapassou tudo o resto. Eu sentei lá com todas essas pessoas em cima do palco [no memorial de Michael] e falavam sobre o grande amigo que Michael era e o quanto ele significava para eles e a única coisa que eu conseguia pensar era: onde estavam?

Onde estavam eles quando os dias se passaram e o telefone não tocou? Quando ele não conseguia dormir à noite e não tinha ninguém no mundo para conversar? Ou quando era o aniversário de Paris e ninguém apareceu para assistir seus presentes serem abertos, exceto pela babá e um par de guardas de segurança?

Onde eles estavam quando ele estava sendo expulso de hotéis e seus filhos estavam vivendo de malas e nós nem sequer tínhamos dinheiro suficiente para colocar gasolina nos veículos? Onde estavam essas pessoas, então? Onde estavam essas pessoas quando ele precisava deles?"

by Bill Whitfield - Extraído do livro Remember The Time: Protecting Michael Jackson in His Finals Days escrito por Bill Whitfield e Javon Beard - ex-guarda-costas de Michael Jackson.

Fonte: http://alchrista.tumblr.com


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...