Emmanuel Valdez

Michael com Emmanuel e a equipe do estúdio
''Tive a sorte de trabalhar com Michael em um jogo de vídeo chamado Ready 2 Rumble Boxing: Round 2 para PS2 e Sega Dreamcast em 2000.

Em Outubro de 1999, a Midway lançou Ready 2 Rumble Boxing, um cômico jogo de boxe para o lançamento do Sega Dreamcast. O jogo foi um sucesso instantâneo que repercutiu entre os superfãs de jogos de luta e entusiastas de boxe por conter superexpresivas personalidades e um único estilo visual hiper-realista.


Várias semanas após o lançamento, a equipe recebeu um telefonema de um fã que tinha se divertido tanto com o jogo que gostaria de aparecer nele. Esse fã era Michael Jackson!

Como qualquer ser racional, me animou a ideia de que um famoso desfrutasse de um jogo no qual eu havia trabalhado, sem mencionar que ele queria participar na criação da sequência. Mas ao mesmo tempo eu estava cético de que o famoso fosse o único e inimitável "Rei do Pop" e uma das celebridades mais conhecidas e famosas do mundo!

Todos ceticismo desapareceu ao visitar MJ no rancho Neverland algumas semanas mais tarde. Foi quando eu vi pela primeira vez MJ.

Ele falou sobre o quanto havia se divertido com o primeiro jogo e do quanto gostaria de estar na sequência. Ele se recusou que pagássemos pela sua participação e queria continuar o processo de sua conversão em boxeador / lutador.

Não era a primeira vez que ele estava em um jogo de vídeo, é claro, mas esta seria a primeira vez em que seria transformado em um personagem 3D. Agora era possível usar mais de uma imagem, poderia capturar seus passos de dança e usar sua voz.

Michael era um "jogador". Colecionava máquinas recreativas e tinha um espaço no seu rancho Neverland dedicado a essas recreações, tudo para se jogar de graça. Tinha máquinas clássicas dos anos 80, edições especiais e mobiliário personalizado, incluindo os mais recentes títulos.

Até eu joguei seu próprio jogo, o Moonwalker! MJ me desafiou no Dance Dance Revolution, mas recusei respeitosamente.

Ele tinha todos os consoles de video conhecidos, a maioria colocada em seus expositores de loja originais. Passamos horas conversando sobre nossas experiências favoritas com jogos de vídeo.


Ao longo do próximo ano nós trabalhamos no R2R Boxe. Round 2 Como prometido, nós nos comunicamos em estreita colaboração com MJ durante o processo.

Eu costumava conversar com MJ quase todas as semanas e eventualmente, nos tornamos bons amigos. Eventualmente, MJ veio ao nosso estúdio de desenvolvimento em San Diego. Fechamos o estúdio e passamos um dia inteiro com ele, a gravação de diálogo em nosso estúdio de gravação, fazendo-se as fotos com as roupas para os mapas de textura destinado à nossa modelagem 3D, e capturando seus movimentos de corpo inteiro usando a captura de movimento.

Ele era o profissional consumado, precisava apenas de uma direção e agia com uma paixão tremenda para deslumbrar. Foi um dia especial em que a equipe de desenvolvimento trabalhou com uma lenda.


Minha experiência mais querida naquele dia foi a captura de movimento. Passei semanas desenhando à mão as sequências de storyboard que ilustravam o tipo de dança e os movimentos necessários para dar vida ao personagem do jogo.

Mostrei a ele um arquivo cheio desses storyboards antes de iniciar a sessão. Olhou para eles por alguns segundos, fechou a pasta e me disse que queria que eu o dirigisse fazendo os mesmos movimentos.

Naquele momento, eu fiquei com receio de ter que "demonstrar" movimentos de dança na frente de Michael Jackson e o pavor que o cenário supostamente "fechado" estivesse cheio com praticamente todos os funcionários que trabalham no estúdio e quisessem presenciar o mestre da dança [MJ, é claro!] trabalhando.


Lembro-me de se aproximar dele no palco, fechar os olhos e executar a versão mais lenta de alguns dos movimentos mais famosos de MJ de toda a sua carreira em uma atuação de 10 segundos.

Para meu alívio, ele partiu para replicar os meus movimentos, nos mais incríveis e preciosos 10 segundos que eu já vi em um palco de captura de movimento. Imagine um designer de videogames coreografando e dirigindo o maior dançarino do mundo!

Quando começamos o jogo, a equipe e as nossas famílias celebraram com uma viagem ao rancho Neverland. Nos anos seguintes, após o início do jogo, eu mantive contato com Michael. Passei horas intermináveis falando sobre nossos jogos e até, ocasionalmente, sobre o trabalho que ele estava fazendo no álbum, ele estava trabalhando na época no Invincible.

Ele costumava chamar regularmente minha família para lhes felicitar nos feriados e aniversários. Minha esposa e eu recebemos assentos VIP para vê-lo em seu concerto de homenagem no Madison Square Garden em 2001. Aqueles foram os momentos mais surreais e mágicos da minha vida.

Desde então fomos perdendo o contato. Nós não voltamos a nos falar desde 2001. Durante os últimos dois meses [maio e junho de 2009] eu tentei entrar em contato com ele para lhe desejar sorte com seus shows e colocar em dia [os assuntos] sobre nossas vidas.

Eu realmente queria lhe mostrar nosso trabalho em FaceFighter e saber se ele tinha gostado de jogar com ele tanto quanto ele fez com o Ready 2 Rumble Boxing. Por isso foi um verdadeiro choque para mim saber de sua passagem, especialmente pelo fato de que eu estava tentando entrar em contato com ele recentemente.

Estou triste com a sua morte e eu estive lamentando todos os dias desde que ele morreu, ouvindo sua música e assistindo incontáveis horas de cobertura televisiva. Como muitos fãs do mundo, eu também queria vê-lo em seu retorno triunfal.

Minhas condolências à sua família, seus filhos, seus melhores amigos e fãs. Michael era um talento incrível e um bom amigo com um grande coração e eu, pessoalmente, sinto sua falta. Seu legado vai viver através de sua música, eventos de caridade, jogos e memórias de pessoas que, como eu, podem compartilhar momentos pessoais e inesquecíveis histórias de amizade.''

by Emmanuel Valdez (designer de videogames)

Fonte: http://michaeljacksonmyobsession.blogspot.com.br

8 comentários:

  1. Gostei de como Michael ficou no jogo!
    Essa primeira foto engana bem. Rs
    roupa da era Dangerous na era invincible.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há muito tempo atrás quando vi a primeira fotografia pela primeira vez, pensei que se tratava de uma estátua...rs

      Excluir
    2. Nosso boneco lindo. ♥

      Excluir
  2. Posso imaginar o quanto Michael adorou participar desse processo de criação do jogo.

    ResponderExcluir
  3. Imagina que prestígio pra ele saber que Michael Jackson curtia o video game que ele havia produzido e ainda queria participar da sequência!! Muito legal! Curti a luva de boxe no estilo Billie Jean rsrs e o Michael tá mto lindo com o figurino da Dangerous Tour ♥♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, nossa criança grande era doido pelos games... ♥♥♥

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! :) Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line.
**Para assuntos privados e não referentes à matéria eu peço que utilize o email [cartasparamichael@gmail.com] ・。.。・゚゚・。.。・゚゚・。❊
*Rosane [admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...