Remember The Time: Protecting Michael Jackson


''Houve uma noite, quando estávamos no Palms, ao mesmo tempo em que [Michael] estava trabalhando naqueles remixes para Thriller 25. Ele nos disse que queria ir ao clube no andar de baixo.

Ele não queria fazer uma aparição; ele só queria sair e observar as pessoas. Este clube tinha uma sacada VIP que dava para a multidão, então ajeitamos para que ele pudesse chegar lá.

Nós estávamos no clube por talvez dois ou três minutos quando, de repente, o DJ começou a tocar uma de suas músicas; eles a tinham remixado, colocando-a junto com um monte de outras músicas.

Sr. Jackson acompanhou cantarolando e ele disse: "Uau, eu não sabia que eles ainda tocavam minha música."

Nós éramos como, "O quê?!" Dissemos a ele: "Senhor, eles continuam a tocar a sua música o tempo todo. Em bares, clubes, em todos os lugares.''

Ele disse: "Sério?"

Ele pareceu surpreso. Ele esteve fora dos holofotes e agredido pelos tablóides por tanto tempo a essa altura, que ele realmente sentia que talvez o mundo tivesse mudado, que ele não fosse mais tão popular.

E realmente o fazia feliz ouvir suas músicas em um clube como esse. Ele queria sua música para ser lembrada.''

Extraído do livro Remember The Time: Protecting Michael Jackson in His Finals Days escrito por Bill Whitfield e Javon Beard - ex-guarda-costas de Michael Jackson.

Fonte: http://mjhideout.com

22 comentários:

  1. [Retirado de uma entrevista, daí não faz parte do livro Remember...]

    ResponderExcluir
  2. Que alma inocente e pura. Quanto mais eu leio, mais apaixonado eu fico... se é que isso é possível!
    Como a mídia é cruel. Fico pensando, muitas vezes, até onde ele iria se não tivesse sido tão perseguido (em todos os sentidos) e se tivesse recebido na mesma intensidade tudo o que doava ao mundo. Como ele dizia "o céu é o meu limite".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também penso nisso, Leda.

      Quanta arte surpreendente ele não teria deixado.

      Excluir
  3. Que bom que ele teve essa alegria, a de ouvir suas músicas tocando nos clubes.... eu fico tão feliz por isso!

    ResponderExcluir
  4. Com isso dá para ter uma pequena noção de seu sofrimento e isso criava uma outra realidade na sua mente.

    ResponderExcluir
  5. Mas deixando a parte ruim de lado, você tem razão "Que bom que ele teve essa alegria".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E agora ninguém mais pode machucá-lo.

      Excluir
    2. Que ótimo que ele teve mais essa alegria

      Excluir
  6. Tudo o que fazia nosso anjo feliz, nos fazia feliz também, não era? Ele se foi, mas as recordações desses momentos que ele viveu, alegra
    a gente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, muitas histórias ainda virão à tona,.

      Excluir
    2. Tenho certeza que sim e um dia ele será reconhecido e valorizado por todos,

      Excluir
  7. ♥ Namastê angel! ♥

    Lindinho ele ter tido a oportunidade de tomar conhecimento de que ainda era tocado e querido pelo mundo.

    O período do julgamento, um precioso tempo que se perdeu e dinheiro com acusações falsas, e que Michael foi impedido de ser livre para expressar sua arte, humanitarismo.

    A humildade de Michael em não ficar preso a recordes, troféus e se importar e valorizar pelo que realmente fez toda a diferença na vida dele: ser amado e reconhecido.

    E quando ele via que sua música era tocada o tempo todo, ficou feliz por não ter sido esquecido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ♥ Namastê, amiga! ♥ As músicas do anjo continuam a tocar ainda hoje, e não dependemos das estações de rádio, seus fãs as ouvem todos os dias - eu falo por mim e certamente por vc e nossos leitores. ♥

      Excluir
    2. Com certeza Rosane. Não passa um dia sem que ouça as musicas dele. No caminho para o serviço, a noite antes de dormir.....e já fico pensando qual show rever nos finais de semana :d e a melhor coisa do mundoooo

      Excluir
    3. Hoje uma pesquisadora do IBOPE bateu aqui em casa para fazer uma entrevista domiciliar [de casa em casa]. Ela queria saber minhas estações de rádio favoritas, meu artista favorito, canções favoritas... ah eu amei! Marquei muitos pontos para o anjo na entrevista rs \o/

      Excluir
  8. Todos os dias, ouço a mesma música por dias seguidos e vou trocando de música, ouvindo por dias. Descobrindo a beleza de cada uma delas. E quando não posso ouvir; ouço pela voz do coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E sempre tem aquela pergunta de um familiar...'' Vc não se cansa de ouvir as mesmas músicas?''

      Excluir
    2. Meu filho não se mete, não. Ele até ouve e gosta de algumas músicas dele.

      Aliás, ele é bastante eclético em termos de música, vai do blues, jazz ao MPB, Cartola, Rock pesado, Miles Davis, ópera, tudo.

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! :) Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line.
**Para assuntos privados e não referentes à matéria eu peço que utilize o email [cartasparamichael@gmail.com] ・。.。・゚゚・。.。・゚゚・。❊
*Rosane [admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...