Remember The Time: Protecting Michael Jackson


Bill: "Depois que ele morreu, passou uma semana antes da homenagem no Staples Center, eu estava em contato com uma senhora da AEG que dirigia a organização. Disse-lhe que precisava de dois bilhetes para mim e Javon.

Então, algo como dois dias antes da cerimônia, recebí um telefonema. Do outro lado, havia uma mulher que estava chorando.

Ela disse. ''Bill, sou Joanna."

''Joanna?? Eu não conheço nenhuma Joanna.''

Ela disse: "Bill, eu sou Joanna... a Amiga...''

"Ah... a amiga dele. A de Virginia. Disse-lhe, ''Olá, como está?''

Ela estava chorando. Disse-me, ''Bill, tenho que ver Michael. Eu tenho que dizer-lhe adeus. Por favor, Bill, você pode ajudar-me?''

Não conhecia a palavra ''homenagem'', continuou chamando de "o show''.

Ela disse: "Bill, eu tenho que ir ao show.''

Porém, fazê-la entrar era impossível. Sr. Jackson a tinha mantido escondida de todos, eu não sabia o que fazer. Eu disse-lhe que iria chamá-la de volta.''

Javon: "Eu não quis ir, não podia suportar todas aquelas celebridades que apareceram do nada, mas fingindo ser seus melhores amigos. As pessoas diziam coisas como: "A última vez que nos encontramos com Michael, um ano atrás..."

Eu estava assistindo a TV e pensei, "Não é verdade. Eu estava sempre com ele e você nunca o encontrou.''

Sabia que o Memorial seria uma farsa e eu não queria encontrar-me no meio de toda aquela hipocrisia. Eu estava nervoso, em suma, quando Bill chamou-me para falar da Amiga.

Então eu disse, ''Bill, você vai para nos representar e dê o meu bilhete para ela. Está correto fazer assim.''

Bill: "Eu liguei para Amiga e mantivemos contato e decidi que iria levá-la para Los Angeles. Quando ligou-me, sequer estava nos E.U.A. Conseguiu chegar da Europa em menos de um dia.

Na manhã do Memorial eu arrumei-me, tomei notas e saí para esperar a Amiga.

Em um momento, ouvi por detrás de mim uma voz aguda, ''Bill!!'' Ela estava chorando de novo, parecia que ela esteve chorando continuamente por 10 dias...

Uma vez lá dentro, soubemos que havia sido exatamente o que esperávamos. Não era uma coisa real. Tinha sido em Hollywood, um lugar para se mostrar um público de celebridades.

Olhando ao meu redor, eu vi todas aquelas estrelas. As pessoas conversavam, riam, socializavam-se. Até mesmo os Kardashian [familia de socialites - nota do blog]. Difícil de acreditar. Se Javon estivesse ali, teria enlouquecido.

Na área onde eu estava de pé, devia ter 1.500 pessoas e realmente sofrendo, em luto, eu vi apenas quarenta ou cinqüenta.

Começaram a celebração, o que estava acontecendo no palco não importava-me muito mais. Eu estava perdido em meus pensamentos. Pareceu-me que todas aquelas pessoas no palco estavam dizendo adeus a outra pessoa, diferente daquela que eu conhecia.

Os artistas estavam atuando um após o outro... Usher, Mariah Carey, John Mayer... porém sequer os notamos. Tinha razão, a Amiga. Não era um Memorial, era um show.''

Extraído do livro Remember The Time: Protecting Michael Jackson in His Finals Days escrito por Bill Whitfield e Javon Beard - ex-guarda-costas de Michael Jackson.

Fonte: http://mjhideout.com

55 comentários:

  1. huuuuuum. Quem será essa amiga? Essa tal Joanna? No outro post eles descreveram ela com cabelo cacheado e escuro, se não me engano. Por um momento me passou a tal da Joanna, a francesa, tomei um susto, mas aí lembrei da descrição dos rapazes...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu levei surpresa ao ler o nome Joanna, daí pensei que eles podem ter usado um pseudônimo para encobrir o verdadeiro nome da Amiga.

      Excluir
    2. Embora ambas sejam estrangeiras...mas a descrição física delas não bate, mesmo.

      Excluir
    3. Ainda bem hahaha. Mas uma vez obrigada pela tradução!

      Excluir
  2. Bom dia Rosane,
    Esse livro é excelente!!!!! Conta a história real, sem farsas e sem sensacionalismos. Li algumas matérias sobre "o show" que foi a homenagem no Staples Center. Na época, mesmo sem ter a mínima condição, queria muito estar ali. Mas depois que divulgaram que Liz não iria, afirmando que aquilo seria "um circo" eu mudei de ideia. Se ela que era tão amiga dele não queria ir é porque haviam motivos sérios. Para mim, aquele caixão estava vazio, mas representava a presença dele. Entendo que as pessoas que o amavam e conviviam com ele queriam muito fazer uma homenagem. Mas deve ter sido muito difícil além da dor e do sofrimento ter que assistir as "homenagens" de pessoas que "vieram com as suas máscaras". Deve ter dado uma revolta muito grande. Tinham que ter feito o que ele fez a vida inteira do fundo do seu coração, colaborar, estar presente, agradecer, ajudar, respeitar, ...
    Como os seguranças contam, quando ele mais precisava ninguém o procurava, ficava dias e dias sem ninguém dar um telefonema, mas quando era para dinheiro, shows, festas, viagens, ... o achavam em qualquer parte do mundo. Lamentável !!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Leda, foi isso mesmo o que aconteceu. Aquele memorial foi um circo, com exceção de uma ou outra pessoa que subiu ao palco e de alguns que stavam presentes. Com já citei em um outro comentário, a única parte que eu assisti sobre o memorial até hoje foi o discurso do rev. Al Sharpman - este foi verdadeiro - e as palavras da pequena Paris. Podem ter havido outros momentos sinceros, mas não tive a ocasião de assistir.

      Excluir
    2. correção da digitação: ''Reverendo Al Sharpton.''

      Excluir
  3. Bom dia Rosane!
    Senti sinceridade e sentimento somente no depoimento da Paris. Brooke parece que não via o michael a quase 20 anos e Queen latifa nunca o encontrou pessoalmente. Foi um show de hipocrisia. :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Lais, sempre dá um aperto no coração ao falarmos sobre esse memorial, eu concordo com as tuas palavras. :(

      Excluir
  4. Eu nao assisti o velorio e nem o memorial. Nunca tive vontade. Como disse a Liz Taylor: aquilo foi um circo. Quanto a amiga tenho tanta vontade de ver uma imagem dela. Quem sabe um dia. Gosto muito da fidelidade dela ao nosso anjo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não me surpreenderia se uma foto dela viesse a público, qualquer dia desses.

      Excluir
    2. Rosane, acredito que cedo ou tarde isso ira acontecer.

      Excluir
  5. Que triste isso, né :( e os depoimentos dos seguranças só confirmam a falsidade de alguns artistas que deu pra sacar naquele dia. Eu e minha irmã assistimos, mas foi triste de mais, mal me lembro das apresentações, o que eu acho que fez desmoronar qualquer fã que acompanhava, foi ver as crianças se expondo daquela forma pela primeira vez, sei lá, tão desprotegidos, assustados...e depois o depoimento da Paris que nossa, emocionou mais ainda :(
    Que bom que a Amiga conseguiu chegar a tempo de se despedir porque foram esses anônimos que realmente estiveram presentes na vida do Michael nos últimos anos.
    *Será que eles usaram um pseudônimo ou Joanna é o nome dela msm?? Fiquei mais que curiosa agora rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rebeca, Michael tanto lutou para preservar a imagem das crianças - para a segurança delas - e agora elas tiveram que se expor daquela forma.

      Segundo eles contam nessa passagem, a Amiga sofreu bastante com a perda de Michael, devia estar realmente apaixonada por ele.

      [Será que ele correspondia no mesmo nivel?]

      Enfim, eu fico contente que ele tenha encontrado algum afeto nesses tempos, espero que ela tenha feito dele um homem feliz, na medida do possivel.

      *Pois é, não foi esclarecido se Joanna era o nome real da namorada dele.

      Excluir
    2. Então... eu imagino que ele também tivesse apaixonado, tudo que ele queria era ser aceito e amado, não tenho dúvidas que a Amiga devia tá beeeem apaixonada por ele, encantador como ele era e convenhamos, é fácil amar o Mike rs ♥ ♥

      Excluir
    3. Imagino o golpe duro para ela, em 2009, então, e ter que viver esse momento sozinha.

      Excluir
    4. Ela estava perdidamente apaixonada! E com razão. Se de longe ele já conquistava imagino no dia a dia :) acho que ele gostava dela mas ele parecia ser bem pé no chão. Racional, com relacionamentos.

      Excluir
    5. Muita experiência de vida o tornou bem precavido com as consequências. Não posso tirar a razão dele. Mas tenho a impressão de que se ele sentisse a total confiança de que o relacionamento teria futuro, ele arriscria ir adiante, tornar o compromisso mais sério.

      Excluir
    6. correção da digitação ''arriscaria''.

      Excluir
  6. Eu assisti esse showneral sozinha no escuro do meu quarto e chorei muito, o tempo todo!! Também senti que havia muita falsidade por parte de alguns artistas e não gostei da exposição das crianças, principalmente o assustado Blanket, mas concordo que o depoimento de Paris foi muito lindo e marcante!
    Eu também gostaria de ver a imagem da Amiga, saber como ela é. Ela devia estar muito apaixonada pelo Mike e realmente sofreu um duro golpe!
    2009 foi um ano que começou tão bem, prometendo tantas alegrias, mas terminou de forma muito triste!! :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos os anos quando chega o 25 de Junho, volta aquele mesmo sentimento no coração, como se fosse no mesmo dia.

      Excluir
    2. Eu também sinto isso, Rosane!

      Excluir
    3. Eu também. Todo mês de junho começa o luto novamente. E como se eu vivesse tudo aquilo de novo. E se estende até agosto. E um período imensamente triste.

      Excluir
    4. Aquela sensação como se fosse em relação a alguém da nossa familia. E olha lá, tem parentes pelos quais eu não sofri um terço.

      Excluir
    5. Gente, o que vocês disseram é o que eu realmente senti e sinto! O luto que começa novamente todo mês de junho e se estende até agosto e também o fato de parecer que perdemos uma pessoa da família! É como se fosse uma pessoa muito querida da família e que morava em nossa casa! Ainda bem que aquele 25 de junho foi numa quinta-feira, pois eu não teria condições de trabalhar por 3 dias, então faltei na sexta e consegui trabalhar na segunda, mas foi difícil!
      Fico impressionada com a semelhança dos sentimentos entre nós, fãs!

      Excluir
    6. Por muitos depoimentos que eu li até agora, o sentimento é geral, independente do país de origem dos fãs.

      Tempos atrás eu li uma matéria sobre Psicologia - falava sobre o sentimento do luto - e a terapeuta explicava que esse sentimento dura em torno de dois anos.

      Mas parece que ele não passa em nós, é impressionante. Talvez porque nós cultivamos a sua memória todos os dias, através das leituras e ouvindo a sua música.

      Essa foi a alternativa que nós tivemos para extravasar, compreender esse sentimento. É sempre benéfico compartilhar esse sentimento com outros fãs, a gente se sente ''menos louca''.

      Excluir
    7. O ponto é: Sentimos falta de alguém que tocou o nosso coração. Não importa se ela estava presente fisicamente no nosso dia a dia, ou em outro país. Essa pessoa - Michael - sabia como chegar até o nosso coração, ao ponto de nos transformar por dentro, nos colocar em reflexão.

      Então a perdemos no plano físico, e isso dói demais. Dificil aceitar, então cultivamos a sua memória.

      Tem sido uma terapia, um aprendizado constante.

      Excluir
  7. Mais uma vez, você disse tudo o que eu e todos os verdadeiros fãs pensamos e sentimos! E mais uma vez quero te agradecer por ter criado este blog maravilhoso, que tem nos ajudado tanto!
    Que Deus te abençoe sempre!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Regina, o carinho que vcs me devolvem é precioso para mim. Deus te abençoe também. ♥

      Excluir
    2. Também fico muito feliz em ter este cantinho para que possamos compartilhar nossas opiniões, "conversar" e minimizar um pouco a dificuldade que é viver sem o Michael. Eu sinto como se fosse uma ferida que nunca cura. E sempre que toco nela a dor reaparece. No começo pensei que a medida que o tempo passasse iria minimizando, mas, parece que só piora.

      Excluir
    3. São as bênçãos da internet, que nos permite esse contato.

      Excluir
  8. Também eu faltei esse dia no trabalho e chorei o tempo todo.

    Não gostei de nenhuma homenagem, exceto o Stevie Wonder.

    Lembro que sentia o coração pesado o tempo todo. Foi assim que cheguei até aqui e a outros blogs em busca de conforto.

    Não sei se a Paris queria mesmo dizer alguma coisa. Pareceu que a obrigaram a falar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parecia que a Paris tinha um ''ponto'' no ouvido, por onde a orientavam.

      Excluir
    2. Eu gostei das palavras do Rev. Al Sharpton, porque ele sempre foi fiel a Michael nos momentos dificeis.

      Excluir
    3. Como disse acima, eu não assisti nada. Mas vc citou o reverendo e eu me lembro que, quando James Brown faleceu e Mike estava no velorio, ele disse lindas palavras a ele. Que ele e James queriam que Mike retornasse aos EUA que era onde ele deveria estar. Que erguesse a cabeça e não se importasse com as pessoas. O elogiou bastante. Falando somente verdades.

      Excluir
    4. Em entrevista ao programa Watch What Happens Live, Rev. Al Sharpton contou ao apresentador Andy Cohen sobre as estrelas que magoaram Michael.

      ''Ele [Michael] era muito, muito sensível. Ele estava muito magoado porque muitos dos seus amigos o haviam abandonado.''

      Sharpton disse que esta situação ficou explícita durante o funeral de Michael Jackson, em 2009.

      ''Ele sentia, em seus últimos anos, que um monte de pessoas que ele ajudou - eu estou falando de grandes estrelas - não retornavam as suas ligações. E todos eles estavam sentados nas filas da frente de seu funeral dando entrevistas, e eles realmente não falavam mais com Michael, eles o tinham abandonado. E eu fiz o possível para não chamá-los durante o discurso de homenagem, porque ele estava muito magoado com um monte de pessoas.''

      Fonte: .http://www.bravotv.com

      Excluir
    5. Frases extraídas de um discurso feito pelo Reverendo Al Sharpton na Igreja First AME (Los Angeles) em Julho de 2009 (antes do Memorial):

      'Estou aqui por causa da vergonha e da maneira desprezível como a mídia está tentando destruir o legado (de Michael). Vocês (a mídia) tiveram outros artistas com problemas em sua vida (referindo-se a Frank Sinatra e Elvis Presley) - vocês não os degradaram e denegriram.'

      'Michael não era louco - ele era um gênio.'

      'Nós queremos Amor. Isso é o que Michael Jackson cantou. Vamos falar sobre Amor. Deixe a mídia com o negócio da bagunça enquanto lidamos com a Mensagem (de Michael).'

      Excluir
    6. As palavras proferidas pelo Rev. Al Sharpton no Serviço de Memorial de Michael Jackson: (tradução do vídeo)

      'Em todo o mundo, as pessoas estão, hoje, reunidas em vigílias de amor para celebrar a vida de um homem que ensinou o mundo a amar. As pessoas podem estar se perguntando porque há tal explosão emocional, mas você teria que entender a jornada de Michael para entender o que ele quis dizer para todos nós.

      Para estes que estão aqui como a família Jackson, uma mãe e um pai com nove filhos, que passou de uma família de classe operária em Gary, Indiana, eles não tinham nada, apenas um sonho. Ninguém acreditava naqueles dias que esse tipo de sonho poderia se tornar realidade. Mas eles continuaram acreditando e Michael nunca deixou o mundo girar em torno de seus sonhos.

      Conheci Michael por volta de 1970, Black Expo, em Chicago, Illinois, Reverendo Jesse Jackson, que estava por esta família até agora. E a partir daquele dia, como um garoto bonito, até este momento, ele nunca desistiu de sonhar.

      Foi esse sonho que mudou a cultura em todo o mundo. Quando Michael começou, era um mundo diferente, mas porque Michael continuou, porque ele não aceitou as limitações, porque ele se recusou a deixar as pessoas decidirem seus limites, ele abriu o mundo inteiro no mundo da música.

      Ele vestiu uma luva, puxou as calças para cima, e quebrou a cortina de cor, onde agora os nossos vídeos são mostrados e revistas nos colocam na capa! Foi Michael Jackson que trouxe negros e brancos, asiáticos e latinos juntos! Foi Michael Jackson que nos fez cantar We are the World e alimentou a longa fome antes do Live Aid!

      Porque Michael Jackson continuou, ele criou um nível de conforto no qual as pessoas que sentiam que estavam separadas, tornaram-se interligadas com sua música.

      E foi aquele nível de conforto no qual as crianças do Japão, Gana, França, Iowa e Pensilvânia ficaram confortáveis o suficiente entre si para que, mais tarde, não fosse estranho para nós para assistirmos Oprah na televisão. Não fosse estranho assistir o golfista Tiger Woods*.

      * nota do blog: Tiger Woods é um dos melhores golfistas de todos os tempos, filho de pais mestiços.

      Essas crianças se tornaram adolescentes fãs de Michael - confortáveis aos 40 anos para votar em um presidente negro para ser o presidente dos Estados Unidos da América.

      continua abaixo...

      Excluir
    7. Michael fez isso! Michael nos fez amar uns aos outros! Michael ensinou-nos a estar uns com os outros!

      Há aqueles que gostam de bagunçar, mas milhões em todo o mundo irão manter a sua mensagem. Não se trata de confusão, trata-se de sua mensagem de amor.

      Quando você sobe montanhas íngremes, às vezes, você cria cicatrizes no joelho. Às vezes você rasga a sua pele. Mas não se concentre sobre as cicatrizes. Concentre-se na viagem.

      Michael chegou ao topo. Ele lançou para longe seus cínicos. Ele lançou para longe seus céticos. Ele superou os pessimistas. Todas as vezes em que ele foi derrubado, ele retornou. Michael nunca parou! Michael nunca parou! Michael nunca parou!

      Quero dizer à Sra. Jackson e Joe Jackson, seus irmãos e irmãs, nós te agradecemos por nos dar a alguém que nos ensinou o amor, alguém que nos ensinou a esperança. Queremos agradecer a vocês, porque sabemos que foi o sonho de vocês, também. Sabemos que seus corações estão partidos.

      Eu sei que vocês tem um pouco de conforto a partir da carta do Presidente dos Estados Unidos e Nelson Mandela, mas este era o seu filho. Este era o seu irmão. Este era o seu primo. Nada vai preencher a perda do seu coração, mas espero que o amor que as pessoas estão demostrando faça com que vocês saibam que ele não viveu em vão.

      Eu quero os seus três filhos saibam... não havia nada de estranho com seu pai. Foi estranho com o que o seu pai teve de lidar, mas ele lidou com isso ... ele lidou com isso, de qualquer maneira. Ele lidou com isso por nós.

      Assim, alguns vieram hoje, a Sra. Jackson, dizer adeus a Michael.

      Eu vim para dizer Obrigado.

      Obrigado, porque você nunca parou.
      Obrigado, porque você nunca desistiu.
      Obrigado, porque você nunca caiu fora.
      Obrigado, porque você derrubou as nossas divisões.
      Obrigado, porque você erradicou barreiras.
      Obrigado, porque você nos deu esperança.
      Obrigado, Michael,
      Obrigado, Michael,
      Obrigado, Michael.'

      Excluir
    8. Boa noite, Angel do Michael!

      O discurso do Al Sharpton foi lindo mesmo e eu também achei que foi o melhor e mais sincero! Também gostei e senti sinceridade nas homenagens do Berry Gordy, do Stevie Wonder, do Lionel Richie e do Usher, que cantando "Gone To Soon" estava visivelmente emocionado.
      Eu também penso que a Paris parecia estar sendo obrigada, ou pelo menos encorajada a falar, mas acho que as palavras são realmente suas, pois em 2012, antes de surtar por conta dos ataques que seu pai estava sofrendo nas redes sociais, ela novamente disse que ele era o melhor pai, mais amoroso, que provavelmente para sempre poderá existir. Mas talvez a menina não queria mesmo falar diante das câmeras de um um evento tão grande, até porque foi a primeira vez que ela e os irmãos apareceram sem máscaras!

      Excluir
    9. Que palavras maravilhosas! Dignas para o Michael. Eu também digo: obrigada Michael. E obrigada ROsane, por transcrever para nós. Boa noite!

      Excluir
    10. Boa noite, angel! Eu concordo com as tuas palavras sobre a Paris e penso da mesma forma. O amor dela e seus rimãos pelo pai é inegável.

      Eu anotei os nomes que vc citou sobre o Memorial, vou assistir em outro momento,

      Berry, Stevie e Lionel sempre foram fiéis a Michael.

      Que bom que eles se fizeram presentes nesse momento, em meio a tantas pessoas que realmente não se importavam com ele enquanto em vida.

      Excluir
    11. Verônica, as palavras são tão lindas quanto sinceras. Agradecemos ao reverendo por sua fidelidade e firmeza em sua postura. Ele disse umas verdades que foram um tapa na cara de muitas pessoas.

      Excluir
  9. Muito lindo o seu discurso, sem mais palavras.
    Bjs
    Fátima

    ResponderExcluir
  10. Voltando ao discurso da Paris, acredito que ela foi incentivada a falar, tipo ah fala alguma coisa sobre o seu pai, diz que o amava, etc. (não que ela não o amasse, mas na idade em que estava, acho difícil espontaneamente querer falar em público o sentimento de perda, ainda se fosse o Prince... Se fosse hoje, sim, mais madura, acreditaria. Eles (os Jacksons) sabiam que iria dar audiência e causaria comoção no público. Adoro Michael, mas a família dele não tem a minha admiração.

    ResponderExcluir
  11. Concordo co minha amiga Elisa, Michael protegeu tanto essa crianças, como ele disse, eles usam mascaras comigo, pq assim podem sair com amigos da família sem serem reconhecidos se divertir como crianças normais, e era muito criticado por isso, mas foi a maneira que ele encontrou , ele era o pai, e a primeira coisa que a família Jackson fez foi expor as crianças a nível mundial, pra mim foi muita falta de respeito deles com relação ao filho, ao irmão ao ser humano Michael, reforçando assim as criticas da mídia, não consigo ter respeito por eles, e Eles só são a Família Jackson por causa de Michael, se não fosse Michael teriam caído no esquecimento já a muito tempo. minha opinião

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a diferença do talento de Michael para seus irmãos é gigantesca, com todoo respeito.

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line. [Rosane, admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...