Remember The Time: Protecting Michael Jackson


Parte Final

''Do lado de fora do Staples Center estava uma loucura. A polícia em todos os lugares. Ruas e ruas isoladas. E eu tive que estacionar em uma garagem, deve ter sido cerca de dez quarteirões de distância, e eu caminhei.

Seus fãs foram às ruas atrás de barricadas da polícia, carregando cartazes e flores. As pessoas estavam vestidas como ele, com óculos espelhados e chapéu. Havia milhares de pessoas.

Uma vez lá dentro eu cheguei no meu lugar e percebi imediatamente que isto ia ser exatamente o que pensávamos que seria. Isso não seria uma coisa real, genuína. Iria ser Hollywood, um lugar para ser visto, um ''quem é quem''.

Olhei em volta e vi todas essas celebridades. As pessoas estavam conversando, rindo, socializando. Mesmo os Kardashians estavam lá. Até mesmo os Kardashian [familia de socialites - nota do blog]. Difícil de acreditar. Se Javon estivesse ali, teria enlouquecido.

Na área onde eu estava de pé, devia ter 1.500 pessoas e realmente sofrendo, em luto, eu vi apenas quarenta ou cinqüenta.

Eu vi a garota do carro vermelho que costumava sempre estacionar fora da casa em Monte Cristo. Ela estava lá. Quando eu a vi, eu pensei para mim mesmo, que é o que deveria ser. Eles são os únicos que deveriam estar aqui.

"Eles deveriam levar todas aquelas pessoas falsas e colocá-las na rua e abrir as portas e deixar seus fãs entrarem. Eles são os únicos que merecem estar aqui para isso. Seus fãs foram os únicos que nunca o abandonaram, sempre que os fãs diziam ''Nós te amamos Michael", ele sempre dizia ''eu te amo mais".

E ele estava falando sério. Eles significavam mais para ele do que ele para os fãs... ele cuidou tão profundamente que em alguns aspectos, eles constituíam a única relação de compromisso que sustentava a sua vida - seu único e verdadeiro caso de amor.

Começaram a celebração, o que estava acontecendo no palco não importava-me muito mais. Eu estava perdido em meus pensamentos. Pareceu-me que todas aquelas pessoas no palco estavam dizendo adeus a outra pessoa, diferente daquela que eu conhecia.

Os artistas estavam atuando um após o outro... Usher, Mariah Carey, John Mayer... porém sequer os notamos. Tinha razão, a Amiga. Não era um Memorial, era um show.'

No final, trouxe para o palco a família Jackson. Alguns dos irmãos disse algumas palavras, e então alguém disse, "Paris quer dizer algo.''

Quando eu ouvi isso, fui direto para o bolso do casaco e tirei meus óculos de sol e os coloquei. Eu sabia que eu iria chorar no momento em que ela começasse a falar. Ela veio e pegou o microfone de baixo em direção a ela.

Ela começou a falar e quando ela disse, "Papai foi o melhor pai que alguém poderia imaginar", eu perdi o controle. Eu estava totalmente perdido. Nem mesmo eu ouvi o resto do que ela estava dizendo. Foi muito doloroso.


Então, ela começou a chorar, e quando ela fez isso, eu percebi que eu nunca a tinha visto chorar antes. Eu só tinha visto uma menina alegre, sempre sorrindo e rindo. Prince e Blanket também. Prince chorou quando teve que deixar seu cão em New Jersey, mas foi a única vez.


Fora isso, eu nunca tinha visto essas crianças chorando, magoadas ou chateadas. Eles eram apenas as crianças mais felizes. Eles queriam ao seu pai e ele a elas. Eles foram a família mais feliz, sempre.

Depois que Paris falou, Marlon Jackson veio para agradecer a todos vocês por terem vindo. Ele e os outros irmãos se aproximaram do caixão a fim de levar a ele para fora do palco.

Man in the Mirror começou a tocar, e as pessoas gritaram, "Nós te amamos, Michael!" Assistindo a tudo o que estava acontecendo, algo me veio à mente, uma conversa que eu tive com a Grace de volta para a casa em Monte Cristo, quando eu comecei a trabalhar lá.

Ela e eu estávamos na garagem. Eu estava montando alguns dos equipamentos de segurança e Grace estava na pequena estação de trabalho que ela tinha criado. Sr. Jackson tinha dito a ela para tentar entrar em contato com alguém.

Ela estava ficando frustrada e disse, "O chefe quer que eu entre em contato com essa pessoa e eu continuo deixando mensagens mas ninguém está me chamando de volta. É como se ele se esquecesse, às vezes, que as pessoas não querem ter nada a ver com ele depois de toda essa confusão.''

"Eu disse, "Que confusão? Sobre o que você está falando?"

"O julgamento", disse ela. "Desde o julgamento um monte de gente simplesmente não me retorna as ligações.''

Ela estava me contando como as coisas funcionavam, como sempre fazia. Ela começou a me contar sobre os dias logo após o julgamento terminar.

"Depois que ele foi absolvido" disse ela, "tivemos uma festa em Neverland para ele para comemorar e ninguém veio."

"Ninguém?"

"Algumas pessoas", disse ela "mas não muitas."

Ela disse que tinha feito uma lista de convidados de todos esses amigos e pessoas com as quais Sr. Jackson tinha trabalhado ao longo dos anos. Eles convidaram perto de 300 pessoas. Talvez 50 tenham aparecido.

''E um monte de gente que veio eram pessoas que trabalhavam para ele. Pessoas que trabalhavam nos fundamentos em Neverland. Pessoas do escritório de seu advogado. As pessoas que foram pagas para estar lá. Todo mundo me ligou e disse que não poderia fazê-lo ou eles tinham outras coisas planejadas.''

"E ele sabia", disse Grace. "Ele sabia por que eles não vieram. As pessoas o chamavam e diziam que o amavam e que eles estavam orando por ele, mas muito poucas pessoas foram a público para dizer que acreditavam nele. Muitas pessoas agem como seus amigos mas elas não são realmente seus amigos. Se ele não está ganhando dinheiro, elas não estão realmente por perto."

Quando o julgamento terminou, Sr. Jackson realmente queria acreditar que sua vida seria como tinha sido antes. Ele achava que o mundo iria ver que ele era inocente, que ele tinha sido acusado injustamente, em seguida, todos voltariam para ele e o amariam novamente.

Mas isso não aconteceu. Isso partiu o seu coração. Nós seguimos tendo todos essas provas e declarações, as pessoas dando voltas e apontando o dedo e fazendo perguntas, todos processando todo mundo, todas as disputas sobre quem ou o que matou Michael Jackson.

Para mim, é perfeitamente óbvio o que matou Michael Jackson. Enquanto eu me sentei lá naquele estádio, olhando para todas aquelas pessoas que preencheram os assentos em torno de mim, eu não conseguia afastar essa conversa com Grace para longe da minha cabeça.

Eu só queria ficar sozinho com meus pensamentos, ter meu próprio tempo para lamentar. Mas eu não podia. Porque tudo o que eu sentia era raiva. Isso acima de tudo.

Eu sentei lá com todas as pessoas que foram ao palco e falaram sobre terem sido amigos de Michael e o quanto ele significava para eles, e tudo que eu conseguia pensar era... Onde eles estavam? Onde estavam eles quando os dias se passavam e o telefone não tocava? Quando ele não conseguia dormir à noite e não tinha ninguém no mundo para conversar?

Ou quando era o aniversário de Paris e ninguém apareceu para ver a ela e lhe dar um presente, exceto pela babá e um par de guardas de segurança? Onde estavam eles quando nos retiravam dos hotéis e aos seus filhos e sequer tínhamos dinheiro para colocar gasolina nos veículos? Onde estavam essas pessoas, então? Onde estavam todas essas pessoas, quando se precisou delas?''

Extraído do livro Remember The Time: Protecting Michael Jackson in His Finals Days escrito por Bill Whitfield e Javon Beard - ex-guarda-costas de Michael Jackson.

Fonte: http://mjhideout.com

29 comentários:

  1. Nós chegamos ao final do livro Relembrando o que eu comentei em um outro momento, ao contrário dos outros livros publicados neste blog, este livro escrito por Bill e Javon NÃO está completo, embora eu acredite que pude publicar, ao menos, noventa por cento do conteúdo.

    Para quem tiver o interesse de ler a introdução do livro - escrita pelo co autor Tanner Colby - ela se encontra no link abaixo, em inglês.

    http://cartasparamichael.blogspot.com.br/p/by-tanner-colby-it-was-beautiful-summer.html

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Rosane, por seu esforço e dedicação, p/ mim esse livro esclarece muita coisa, valeu mesmo. Tenho certeza que se vc conseguir alguma parte que ficou faltando, trará aqui p/ nós!
    É assim que a verdadeira HIStory está sendo contada... \o/

    BJS! L.O.V.E ALWAYS!!! =D7

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, bem lembrado, Lady, com certeza poderão aparecer publicadas passagens aleatórias do livro.
      Obrigada! Bjs" :)

      Excluir
  3. O Bill resumiu tudo no fechamento do livro. Como disse Elizabeth Taylor na época: " aquilo sera um circo". E foi! Eu não assisti e nunca verei. Me enoja pensar em toda aquela gente reunida fingindo algo que não existia somente por status e midia. Fingindo sofrimento e dor. Como se não bastasse a dor do falecimento do Michael ainda ter aquele show de falsidade.


    Rosane, a você, todo meu agradecimento pelo belo trabalho. Você nos proporcionou conhecer este maravilhoso livro e descobrir um pouco da verdade por trás de toda a história e belos e belos momentos que nosso anjo teve em vida. Além da oportunidade de conhecermos Bill e Javon mais de "perto". Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada a você também, angel, que participou ativamente dos comentários ao longo das publicações. ~Eu também aprendi - e cresci - com a narrativa de Bill e Javon.

      ♥ Mais um dia especial, hoje... o aniversário do álbum mais vendido do mundo... parabéns por essa façanha, Mike! ♥

      Excluir
  4. Triste :'(, .. obrigado Rosane pelo livro e todo trabalho, porfavor nunca pare ♡

    ResponderExcluir
  5. Nossa, tudo muito,muito, muito triste....
    Bill e Javon foram verdadeiros anjos na vida dele.
    Também penso muito sobre tudo o que aconteceu, com vários "e se", que rodam em um ciclo vicioso e nunca tem um resposta.
    Sei que tudo isso é pelo fato de eu não aceitar que ele não está mais aqui fisicamente.
    Rosane, muito obrigada por compartilhar essa leitura conosco. É impossível não perceber o seu empenho, a grande dedicação e generosidade ao fazer essas traduções.
    Parabéns mais uma vez pelo seu brilhante trabalho aqui no blog!
    It´s all for L.O.V.E.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Leda. Todos os dias nós podemos fazer alguma coisa significativa, ao nosso redor, que possa fazer a diferença na vida das pessoas,

      Excluir
    2. E você faz... literalmente!!!

      Excluir
  6. triste, mas gostei da verdade.. Espero que venha a tona para todo mundo.. que seja traduzido para que possamos mostrar por aí...
    Poxa.. hoje completa aniversário o album mais vendido do mundo e nada nas TVs falando disso.. Bem que o Fantástico poderia mostrar, né? mas como sempre mostram as porcarias...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É... nenhuma surpresa em relação à postura da midia.. :(

      Excluir
  7. "Quando o julgamento terminou, Sr. Jackson realmente queria acreditar que sua vida seria como tinha sido antes. Ele achava que o mundo iria ver que ele era inocente, que ele tinha sido acusado injustamente, em seguida, todos voltariam para ele e o amariam novamente.
    Mas isso não aconteceu. Isso partiu o seu coração."

    Não fizeram NADA por Michael após aquele julgamento e o que aconteceu no Staples Center foi um show com a maioria sabendo que iria se apresentar para o mundo inteiro assistir e, por esse motivo, aceitaram estar presentes.

    Liz Taylor e Diana Ross não foram, o que é um grande indício de que não concordaram com esse show promovido pela AEG.

    A solidão com que Michael precisou conviver durante a sua vida faz parte de ser a pessoa mais famosa do seu tempo e uma das maiores de todos os tempos, mas o abandono que o deixaram após esse julgamento cruel é muito triste.

    Michael não merecia isso e esse abandono é sinônimo da falta de humanidade, sensibilidade, respeito e gratidão por seu legado no mundo.

    Não era simplesmente um artista, mas um dos missionários do nosso planeta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ler as tuas palavras também cortam o meu coração, angel.

      Uma vez você me disse algo que eu nunca me esqueci, e é verdade... após o julgamento, Michael merecia ser indenizado. Qualquer outro cidadão teria recorrido na justiça contra os acusadores imorais. Ele não fez isso e ninguém se desculpou.

      Pior ainda, continuaram a persegui-lo e chegaram a afirmar que ele só foi considerado inocente porque era famoso.

      ....

      Michael não foi considerado inocente porque era o Rei do Pop e sim,, ele foi julgado por ser Michael Jackson..

      Excluir
  8. Eu também te agradeço, amiga, por todo o teu empenho, dedicação em trazer esses importantíssimos conteúdos ao nosso conhecimento.

    Viramos uma página ao final desse livro com tudo o que foi exposto.

    Por "coincidência", estamos no último dia do mês e amanhã será um novo capítulo da nossa HIStory com Michael e certamente esse novo capítulo será muito mais feliz.

    Estamos fazendo a nossa parte por Michael, deitamos nossas cabeças no travesseiro como fãs conscientes de estarmos contribuindo para o legado de um ser humano maravilhoso como Michael.

    Vida nova com nosso anjo! Um mestre, professor, educador, inspirador...

    :) :) :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras, amiga. :)

      Sim, eu também estou entrando com um novo sentimento nessa semana, virando a página, como vc diz.

      Sim, é o último dia do mês! Que dezembro seja abençoado para todos nós! Vamos seguindo os nossos corações e espalhando as histórias do nosso anjo mundo afora. :)

      Excluir
  9. Eles são os únicos que deveriam estar aqui.Eles deveriam levar todas aquelas pessoas falsas e colocá-las na rua e abrir as portas e deixar seus fãs entrarem. Eles são os únicos que merecem estar aqui para isso. Seus fãs foram os únicos que nunca o abandonaram.

    Quando ele disse isso, eu senti que era a unica coisa que deveria ter acontecido, os fãs eram os unicos que amavam ele, e como ele disse, a maioria que estava lá, nem ligava para ele há anos, e nós que nos importávamos com ele, e queríamos estar com ele naquele memorial, esse cara nos entende muito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Teria sido a vontade de Michael, também!

      Excluir
  10. “Quando o julgamento terminou, Sr. Jackson realmente queria acreditar que sua vida seria como tinha sido antes. Ele achava que o mundo iria ver que ele era inocente, que ele tinha sido acusado injustamente, em seguida, todos voltariam para ele e o amariam novamente.”

    “Então, ela começou a chorar, e quando ela fez isso, eu percebi que eu nunca a tinha visto chorar antes. Eu só tinha visto uma menina alegre, sempre sorrindo e rindo. Prince e Blanket também. Prince chorou quando teve que deixar seu cão em New Jersey, mas foi a única vez.”

    "Eles deveriam levar todas aquelas pessoas falsas e colocá-las na rua e abrir as portas e deixar seus fãs entrarem. Eles são os únicos que merecem estar aqui para isso. Seus fãs foram os únicos que nunca o abandonaram, sempre que os fãs diziam ''Nós te amamos Michael", ele sempre dizia ''eu te amo mais".

    Rosane, muito obrigada por sua dedicação em nos trazer a tradução deste livro. É muito triste, mas esclarecedor! Nossa eterna gratidão a esses dois Anjos da Guarda de Michael! ♥ ♥


    Parabéns para o disco mais vendido do mundo! \o/ \o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela parte que toca a mim, angel.

      Obrigada a Bill e Javon...

      Obrigada a Michael, que uniu a todas nós.

      Excluir
  11. Obrigada flor. Todos precisam ler esse livro,e nós fãs principalmente. Livro forte que nos faz chorar ,sorrir e amamr mais ainda esse homem ímpar.Não consigo falar mais anda, estou realmente emocionada.

    ResponderExcluir
  12. Olá gente, o livro está completo e traduzido aqui no blog? Onde é o início, gostaria muito de ler o que vocês já transcreveram.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kyka, ao contrário dos outros livros publicados neste blog, este livro escrito por Bill e Javon NÃO está completo, embora eu acredite que pude publicar, ao menos, noventa por cento do conteúdo.

      Se tiver o interesse de ler a introdução do livro - escrita pelo co autor Tanner Colby - ela se encontra no link abaixo, em inglês.

      http://cartasparamichael.blogspot.com.br/p/by-tanner-colby-it-was-beautiful-summer.html

      Na lateral do blog, vc procura em ''As Categorias'' e encontrará o marcador ''livro Remember the Time'' para se orientar na leitura.

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! :) Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line.
**Para assuntos privados e não referentes à matéria eu peço que utilize o email [cartasparamichael@gmail.com] ・。.。・゚゚・。.。・゚゚・。❊
*Rosane [admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...