O Rei na África em 1992 (05)

video

"Fiquei impressionado com a interação entre Michael e as crianças. Ele sentou-se na cama com as crianças que estavam deformadas e crianças que estavam doentes. Ele sentou-se lá e conversou com elas. Ele não usava uma máscara cirúrgica como ele faz, às vezes, na América, e não tinha medo de contrair doenças contagiosas, das quais não havia perigo. Muitas pessoas não falam sobre isso, mas ele o faz. Ele se importa. Isso é o que o qualifica como um modelo para as crianças... as suas obras.''

by Charles Bobbit
*Consultor do ex-Presidente do Gabão [África] em relato sobre a viagem de Michael Jackson à África em 1992

Fonte do texto: http://michaeljacksonchosenvoices.com

28 comentários:

  1. É.. fico admirada com isso nele, o fato de não ter medo de contágio. Porquê eu tenho TOC.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que ele não tinha medo porque confiava que a sua missão de amor não lhe permitira ficar doente, isto é, ele sentia estar fazendo o que era o certo.

      Excluir
  2. Sim, acredito nisso também. É o que admiro nele.

    ResponderExcluir
  3. Michael era um ser que nunca vai haver igual nesse planeta jamais...
    Um anjo, um humanitario, raramentr vc ve artistas assim, por isso ele sempre sera Rei em muitos sentidos: Do Pop, Do humanitarismo, Do Fas,Da Musica, Das Criancas, Do Amor e etc...
    Amo esse cara Amo esse Homem Menino , Sempre ♥♥♥♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alana, eu acredito firmemente que Michael é uma alma especial que veio ao mundo em missão humanitária, e Deus lhe concedeu o dom artístico e seu magnetismo pessoal par que assim pudesse atrair a atenção das grandes massas.

      ♥♥♥

      Excluir
    2. Como o DiLeo contou, quando estavam visitando as crianças em um hospital, e Dileo chorou ao ver uma criança morrendo. Michael lhe disse, '' Frank, vc precisa entender... essa é a nossa missão... a nossa verdadeira missão.''

      ♥♥♥

      Excluir
  4. Boa tarde Rosane, conhecia essa passagem... mas ao ler no seu comentário, senti arrepios, essa era a missão de Michael,e deus lhe deu o dom, para que como artista, pudesse chegar, onde ninguem ia, e ver o que ninguém queria enxergar Michael ao longo da vida foi se tornando cada vez mais poderoso era um líder nato,carismático, então ele foi destruído, antes que o povo pudesse entende-lo, que não se tratava apena de um artista, mas de alguém muito especial,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Aparecida! :)

      Tem um ditado que diz, ''Para conhecer a verdadeira natureza de uma pessoa, dê poder à ela.''

      Michael recebeu esse poder, ao ser tornar uma pessoa famosa, rica e influente nas massas. E o que ele fez com o seu poder, a gente já sabe. Construiu um grande legado humanitário.

      Excluir
  5. Olá, Rosane

    Concordo com todos os comentários; é lamentável que muitos se deram ao trabalho de ignorar a grandeza espiritual de Michael e o tratavam como uma pessoa esquisita; felizmente, ele não se deixou abater e levou em frente sua missão humanitária.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mari,

      agora há pouco eu li a frase dita por uma escritora, que se aplica bem a Michael,

      ''Bons atos não ficam impunes'' e Michael ''pagou seu preço por buscar fazer dese mundo, um mundo melhor.

      Excluir
  6. Assisto agora Michael, em todo o seu esplendor na History Tour, no Multishow.

    Rosane, sabe porquê ele não se apresentou no Brasil com essa tour? Eu soube e fiquei triste.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elisa, eu lembro de ter lido a respeito, mas eu não me lembro mais do que se tratava.

      Também assisti a HIStory ontem à noite... :)

      Excluir
  7. Porquê só empresas de bebidas alcoólicas se ofereceram para patrociná-lo e Michael não aceitou. Não quis ligar o seu nome às bebidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É triste. Agora me lembro de ter lido sobre isso, mesmo. Queria ver se fosse hoje, choveria patrocinio.

      Excluir
  8. Segunda parte, hoje.

    Filmaram de um jeito que parece que estamos com ele no palco.

    O sósia do Michael é ligeiramente diferente e faz os movimentos do lado oposto, como se fosse num espelho. Vi pessoas questionando se ele não havia percebido isso, mas penso que foi proposital.

    Também não tinha reparado no final de Black or White o muro caindo sobre ele e as pessoas meio que protegendo. Beautiful.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assisti [pela trigésima vez..rs] e amei, de novo. Lindo. Sem palavras.

      Excluir
  9. E como ele fica poderoso acima dos fãs, cantando, sem medo, na plataforma.

    Bonito... saudades....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo... lindo... lindo... ainda estou anestesiada, faz apenas alguns minutos que o show acabou...

      Excluir
  10. Alguém disse que Michael Jackson ocupava todo o vasto palco, preenchia inteiro. É verdade.

    E que risada gostosa.

    ResponderExcluir
  11. Simplesmente Michael sendo Michael. Acredito que essa era a missão principal dele além palco e a que mais gostava.
    Amo ler esses depoimentos de quem esteve pertinho a observar suas atitudes que valem mais do que mil palavras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sempre caloroso para os nossos corações, a gente fica realmente feliz em ler os testemunhos.

      Excluir
  12. Boa noite, Rosane!

    Concordo com todos os comentários. Michael foi um ser especial que passou por este mundo! Fico imaginando se não tivessem acontecido aquelas acusações de 1993, se ele tivesse concluído sua turnê Dangerous e continuado seus trabalhos com a Heal The World Fundation do jeito que ele gostaria... Ele estava tão feliz e cheio de planos para sua missão de curar o mundo, como podemos ver na entrevista à Oprah, no icício daquele ano. :(

    Todas as matérias sobre a visita do Rei à África, em 1992, são maravilhosas e tocantes! :) Mais uma vez, te parabenizo e te agradeço pelo seu valioso trabalho, angel! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Regina :)

      Obrigada pelas palavras; eu também tenho um carinho especial pelas matérias referentes ao continente africano.

      Michael poderia ter ido muito mais adiante se não fosse a interferência de muitos, com certeza. Todos perderam com isso, em especial, as pessoas mais necessitadas, aquelas ''sem voz'', seus familiares e nós, seus fãs.

      Excluir
  13. Vi no outro blog, é isso.

    A serpente e o vagalume

    Conta a lenda que uma vez uma serpente começou a perseguir um vagalume. Este fugia rápido, com medo da feroz predadora e a serpente nem pensar em desistir. Fugiu um dia e ela não desistia, dois dias e nada... No terceiro dia, já sem forças, o vagalume parou e disse a cobra:
    - Posso lhe fazer uma pergunta?
    - Não costumo abrir esse precedente para ninguém, mas já que vou te devorar mesmo, pode perguntar...
    - Pertenço a tua cadeia alimentar?
    - Não!
    - Eu te fiz algum mal?
    - Não
    - Então, por que você quer acabar comigo?
    - Porque não suporto ver você brilhar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu conheço esta fábula, e acredito que se aplica a muita gente, infelizmente. Está na natureza humana, esse tipo de sentimento de qualidade inferior que precisa evoluir para algo melhor.

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! :)
Os comentários são moderados [a fim de evitar spams]
e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line.
Esta página é feita com amor e eu agradeço a sua presença.
*Rosane [admin. do blog]

Obs.: Para assuntos não referentes à matéria eu peço que utilize o email [cartasparamichael@gmail.com] ・。.。・゚゚・。.。・゚゚・。❊

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...