No coração do Senegal

Senegal, África

[Jermaine Jackson] ''Em janeiro de 2011, Halima e eu viajamos para o Senegal, a fim de visitar alguns velhos amigos. Um dia, nós dirigimos por três horas de distância da cidade para uma aldeia no meio do nada, empoeirado, onde uma comunidade vivia em cabanas de barro, sem água, sem eletricidade, sem nada.

Assim que nós chegamos, havia um cara em um vagão carregado com botijões amarelos, transportando suprimento de água para a aldeia. Mas as crianças não perseguiram o veículo, elas perseguiram o nosso. Dezenas de crianças corriam ao nosso lado, acenando e rindo.

Naquele dia, eu aprendi muito: aquelas pessoas eram felizes e alegres sem posses ou expectativas materiais. Aparentemente, elas sabiam pouco sobre o mundo exterior, mas elas tinham a sua comunidade, uns aos outros e à família, e isso era tudo o que importava.

Na medida em que estavam em causa, eu era apenas mais um homem negro, mas vestido em roupas caras e vindo da América. Meu nome era Jermaine e o de minha esposa era Halima. Foi assim que nós fomos apresentados.

Nós fomos levados para uma cabana, onde encontramos o sábio da aldeia: um homem de 97 anos de idade com a pele encarquilhada como couro e apenas manchas de cabelos brancos à esquerda na sua cabeça. Seu nome era Waleef e ele movia-se bem devagar, mas ele era o chefe da aldeia e foi o que ele disse.

Nós entramos em seu lugar minúsculo: tinha um piso de concreto e um colchão sobre uma moldura de madeira, com quatro pólos nos cantos e um mosquiteiro. As moscas entravam e saiam, ainda que o homem e seus dois amigos idosos estivessem sentados, imperturbáveis. Ele pegou minha mão e convidou-me para sentar. Ele leu a minha mão e disse que eu teria uma vida longa e, em seguida, fez uma oração enquanto ele traçava cada linha na minha mão.

Ele alcançou debaixo da cama, pegou uma panela, misturando o conteúdo dos quatro frascos de plástico com um pouco de óleo e areia, em seguida, começou a esfregar em meu rosto e cabelo. Agora, ninguém toca o meu cabelo... ninguém - mas eu permiti a esse homem, porque eu não senti nada negativo dele, enquanto ele murmurava e fechava os olhos.

"O que ele está dizendo?", eu perguntei para Kareem, nosso amigo que havia nos levado para lá.

''Ele está abençoando e desejando-lhe uma viagem boa e segura''', disseram-me.

Halima, por pura curiosidade aleatória, em seguida, disse, ''Pergunte a Waleef se ele já ouviu falar de Barack Obama.''

Ele desenhou uma expressão vazia e nosso anfitrião não abalou-se.

"Pergunte a ele se ele já ouviu falar de Michael Jackson", ela disse.

Kareem repassou a pergunta em sua língua nativa e o homem começou balançando a cabeça e conversando. 'Sim! Ele conhece Michael Jackson."

"Espere", eu disse. "Ele ouviu falar de meu irmão? Lá fora?''

O sábio tirou as mãos da minha cabeça, colocou-as juntas como em oração e disse duas palavras em Inglês: 'Michael Jackson... ".

A cada lado dele, dois homens estavam balançando a cabeça, e um deles fez uma pergunta para Kareem.

"Sim!", ele respondeu. ''Esse é o irmão de Michael Jackson."

Com isso, um adolescente que estava parado na porta saiu apressado. Poucos minutos depois, ouvi um bando de crianças vertiginosas, pulando para cima e para baixo. Quando eu saí, deva ter umas 50 delas e estavam saindo mais de trás das cabanas, a pulular em torno de mim. Eles começaram a gritar o nome do meu irmão: 'MICHAEL JACKSON! MICHAEL JACKSON! MICHAEL JACKSON! "

Como era possível que eles conhecessem a ele em um lugar tão distante do mundo moderno, sem televisão? Kareem explicou que eles sentavam-se em torno do estranho rádio a crepitar. Meus olhos encheram-se de lágrimas; essa era a pureza, a inocência - isso era sobre tudo o que Michael era, e ele tinha penetrado o mais primitivo, o mais remoto dos lugares.

Surpreendeu-me, porque essas pessoas não tinham idéias pré-concebidas para lhes contaminar. Elas conheciam Michael apenas como um ser humano incrível, um artista - e é assim que o mundo deve lembrar-se dele; que é o que ele merece.

Eu sentei-me para escrever este livro duas semanas após essa visita, porque é importante para mim que as pessoas de todo o mundo compreendam quem era Michael, qual é o seu legado e como ele utilizou o seu tempo na Terra.

Eu não poderia ter ficado mais motivado para escrever depois de andar naquela aldeia, onde eu não precisei explicar quem ele era ou defendê-lo. Essas crianças africanas já conheciam o nome dele, e o som dele iluminou seus rostos.

Senegal, África
Halima entregou-me um saco de doces e eu estava no meio da confusão para distribuir. Foi incrível ver a emoção que um simples doce poderia trazer. Eu lembrei-me de Michael em pé, na nossa cerca de trás em Gary, distribuindo doces para as crianças do bairro que eram menos afortunadas.

E agora, aqui estava eu ​​em uma comunidade africana que perfeitamente ilustrava sobre o que ele tinha sido por toda a sua vida, cercado por suas crianças ''We Are The World'', as quais nada tinham nada para dar a não ser amor, e a alegria em seus rostos enquanto eles gritavam: ''MICHAEL JACKSON! MICHAEL JACKSON!''

Esse é o poder do que ele alcançou.''

Extraído do livro You Are Not Alone de Jermaine Jackson.
Nota: Halima é a esposa de Jermaine Jackson.
Imagens ilustrativas do blog.

23 comentários:

  1. Eu estou muito contente que a tradução do livro Y.A.N.A. que eu venho publicando aqui semanalmente, já atingiu até o dia de hoje, 5.321 páginas visualizadas, vindas de vários países do mundo. Relatos como este extrato acima fazem da leitura desse livro uma fonte de inspiração.

    ResponderExcluir

  2. Olá amiga, bom tarde! ♥

    Agora vc me derrubou de vez c/ essa publicação, pois ainda ontem,, estava vendo um desses vídeos do Michael em suas visitas missionárias, e num vídeo - People of the World (do seu canal), que por sinal contém algumas cenas que eu ainda não conhecia, uma delas me chamou muito mais atenção, onde uma criança c/ deficiência física em cadeira de rodas toca o dedo dele, como naquela clássica cena da pintura de Michelangelo, mas que ficou mais conhecida no filme ET, depois disso não tive condições de dizer mais nada, fiquei emocionada o restante do dia, só pensando em tudo isso.

    Daí entrei aqui hoje e, essa história realmente mexeu comigo, principalmente porque estava pensando sobre outras publicações anteriores, nos relatos também extraídos desse livro, falando sobre TII e tudo pelo que ele estava passando naqueles momentos, coisas que deveriam vir ao conhecimento público, afim de desfazer aquela imagem que ficou em relação aos acontecimentos de 2009.

    Todos esses relatos do Jermaine, vêm trazer luz ao que realmente aconteceu na vida do Michael não só naqueles dias, mas em muitas outras situações que infelizmente, foram divulgadas de forma totalmente distorcida.

    Hoje quando acessei aqui, vc não ainda havia feito essa publicação, e entrei na matéria sobre Marcel Marceau, cujo havia lido algumas das matérias anteriores, e outras não me lembro bem se já havia visto, porém ao ler a matéria completa, inclusive ao ver o vídeo c/ noticiário na época em 95, quando houve o problema de saúde c/ ele. Fiquei pensando nas duas ocasiões, tanto em 95 quanto em 2009, e a forma como esses acontecimentos foram tratados pela mídia, c/ todo o sensacionalismo, divulgando informações erradas, levianamente falsas e mentirosas.

    Pensei justamente, que os esclarecimentos corretos sobre essas histórias, deveriam receber a mesma proporção de divulgação e, que "as pessoas de todo mundo precisariam saber quem realmente era o Michael, qual seu verdadeiro legado e como ele utilizou seu tempo na Terra"!

    É realmente muito emocionante conhecer a verdadeira história dele, não dá ficar alheia a "todo esse poder que ele alcançou", mas que lamentavelmente, muita gente ainda continua sob à sombra da ignorância ou da maldade!

    Sim Rosane, uma fonte abundante de inspiração e, que Vc tem se abastecido bastante, espero que esses números de visualizações se multipliquem muitas e muitas vezes!

    PARABÉNS!!! =D7... E, por hoje não tenho mais palavras! BJO!♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, amiga.

      Eu acredito que todos nós temos um afeto especial pelo continente africano, em vista do sofrimento que vários povos de lá passam por conta de vários fatores, e nós sabemos que Michael também tinha esse afeto especial pela mãe África.

      É uma bênção acreditar e constatar que a Verdade sempre há de prevalecer,e se isso é uma Lei natural do Universo, valerá também para a vida e a obra de Michael.

      Eu tenho a esperança que as novas gerações tratarão com mais carinho a respeito de divulgar a verdadeira história do humanitário e artista de quem nos somos súditos.

      L.O.V.E.

      Excluir
    2. Oi angel, boa noite!

      Isso que dá querer escrever texto longo c/ pressa, sempre acaba escapando algum erro, né? Cometi alguns erros no cometário acima, desculpem-me :D

      É verdade, os povos da África têm passado por muito sofrimento, durante tanto tempo e, o Michael foi a pessoa que teve uma atenção especial por eles, não ficando só no discurso, não é mesmo?

      Rosane, as novas gerações com certeza terão muito mais instrumentos p/ conhecerem a Verdade sobre Michael. E sem dúvida, esse espaço aqui, dará uma grande contribuição e, servirá como uma importante fonte de informação, para quem queira dar continuidade na divulgação da verdadeira história artística e humanitária dele. Tomara mesmo, que futuramente muitos estejam empenhados em levar o verdadeiro e extenso legado dele adiante!

      Gostei da novidade, esse contador de visitas na lateral da página. Sinto-me muito satisfeita, por estar fazendo parte dessa história, pois estou incluída nesta estatística c/ alguns pontinhos. Estamos entrando p/ a história do Michael!

      Fico feliz por vc, pois esses números representam o reconhecimento ao seu trabalho! Bora lá... acelerar esse cronômetro/ou Lovemichaelômetro..rs.. \o/\o/...

      Bjos! Boa noite p/ todas(os) leitoras(es)! :)

      Excluir
    3. rsrs... esse alto astral que vc tem sempre me faz rir sozinha, do lado de cá. eu vou considerar o contador como um passatempo ;)

      Vc tem razão, a internet é a melhor arma atualmente para que os fãs busquem a informação e possam comparar - e separar o joio do trigo.

      O Youtube também está farto de material sobre Michael e outros relacionados, quem me dera ter esse acesso algumas décadas atrás! Mas estou feliz que esse dia chegou para todos nós.

      Bjs! Boa noite!

      Excluir
  3. Parabéns, Rosane, pelo número de visualizações, isso só reforça a seriedade e carinho do seu trabalho nesse maravilhoso blog, por isso te admiramos tanto e desejamos de coração que você prossiga por muitos e muitos anos nessa missão de levar ao conhecimento do público fãs ou não do nosso amado Michael o seu verdadeiro caráter e legado.
    Deus te abençoe, querida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Mari. Eu fico contente que o livro esteja sendo acessado por tantas pessoas, porque nós precisamos ler conteúdos verdadeiros a respeito da natureza de Michael. Da mesma forma, o período tão dificil que ele viveu durante o julgamento será narrado do ponto de vista de um familiar, eu gostei muito de ler, foi emocionante.

      Eu agradeço a bênção e o carinho... Deus te abençoe também.

      Excluir
  4. Boa noite, Rosane e todas!

    Infelizmente, meu tempo está muito restrito e por isso não estou comentando as publicações do livro Y.A.N.A., assim que puder, vou fazê-lo. Quero dizer que estou sentindo sinceridade nas palavras de Jermaine em suas narrativas dos acontecimentos da vida de Michael testemunhados por sua família. Acontecimentos que foram distorcidos pela imprensa, intencionalmente ou não. Eu, que acompanho a vida e a carreira de Michael desde os anos 80, estou me sentindo feliz e aliviada, pois os esclarecimentos que o irmão de Michael tem trazido são como eu imaginava, como eu gostaria de confirmar, além de muitas informações que eu não tinha conhecimento. E ele argumenta e demonstra genuína sensibilidade ao relatar os fatos.

    Sinceramente, eu não imaginava que um dia iria sentir tanta admiração e gratidão por Jermaine Jackson. Hoje sinto que ele estava predestinado a realizar esse trabalho que consiste em limpar o nome de Michael e divulgar seu verdadeiro legado, como comprova essa linda, emocionante e inspiradora passagem que você publicou nesta postagem sobre a visita dele e sua esposa ao coração do Senegal.

    “Eu sentei-me para escrever este livro duas semanas após essa visita, porque é importante para mim que as pessoas de todo o mundo compreendam quem era Michael, qual é o seu legado e como ele utilizou o seu tempo na Terra.”

    Rosane, eu também quero te parabenizar pelo esmero em difundir a Verdade sobre nosso amado Michael neste maravilhoso blog e, de coração, também peço a Deus que te conceda muitos anos de vida repletos de saúde e que possas continuar esse grandioso trabalho. Você não imagina o quanto isso traz conforto e alegria ao nosso coração. :)

    God bless you!
    Thank you!
    L.O.V.E.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, amiga angel! :)

      Muito obrigada pelo afeto e sinceridade, Regina, e sabendo o quanto o teu tempo é restrito por conta do trabalho, eu valorizo ainda mais a tua presença e das outras amigas, que além de ler as matérias, têm a gentileza de retribuir e enriquecer a página com os comentários sempre pertinentes.

      O que você disse a respeito do Jermaine refletiu o meu sentimento, também, porque à medida em que eu seguia a leitura, eu tive esse sentimento de gratidão por ele se dispor em relatar com sensatez e de forma pacífica até mesmo os momentos em que ele se sentia contrariado com Michael. Eles eram irmãos, acima e antes de tudo.

      Deus te abençoe, também! A.M.O.R. sempre.

      Excluir
  5. Nossa que coisa linda!! Realmente fica complicado pra mim tb entrar aqui todo dia, se eu pudesse com certeza entraria. E eu to amando as publicações do livro do Jermaine, sei que tiveram problemas como irmãos, mas ninguém melhor que eles mesmos e as pessoas que realmente conviveram com nosso anjo que podem falar com exatidão sobre qualquer assunto. Michael foi e é tão incrível que consegue atingir os povos mais distantes e o mais variado público, só um verdadeiro artista conseguiria tal sucesso como esse e ainda continuar sendo amado pra toda a eternidade mesmo com tantos empecilhos que rodearam a sua vida. To aguardando ansiosa as outras publicações do livro Rosane. Grande beijo querida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna do Michael,

      amanhã eu vou publicar mais um capítulo do livro para vcs,tá?

      Eu fico contente que vc consiga separar uma parte do seu tempo para vir aqui interagir e mergulhar nas histórias de amor e inspiração de Michael, é um alimento para os nossos corações.

      Bjs de luz, angel! :)

      Excluir
  6. Rosane, parabéns pelas visualizações!!!
    A cada dia você fica mais parecida com o nosso anjo.
    A cada dia, com muita dedicação, trabalho, capricho, seriedade o seu trabalho chega a vários lugares no mundo.
    Parabéns!!!
    Fiquei muito emocionada ao ler essa matéria.
    Asim como a Regina, eu também "não imaginava que um dia iria sentir tanta admiração e gratidão por Jermaine".
    Já comentei que não simpatizo muito com eles, por váriasss coisas que já li.

    " Como era possível que eles conhecessem a ele em um lugar tão distante do mundo moderno, sem televisão? Kareem explicou que eles sentavam-se em torno do estranho rádio a crepitar. Meus olhos encheram-se de lágrimas; essa era a pureza, a inocência - isso era sobre tudo o que Michael era, e ele tinha penetrado o mais primitivo, o mais remoto dos lugares."

    Michael simplesmente sublime!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Leda. :) Eu sinto alegria e gratidão em constatar que a comunidade de fãs de Michael é permanente, nem o tempo e nem a distância vai poder destruir este elo de Amor.

      Eu acredito que vc vai continuar a apreciar a leitura do livro pelos capítulos seguintes, em especial na parte onde Jermaine relata que ele continuou a sentir a presença de Michael após a sua passagem. Emocionante.

      Excluir
    2. Mesmo não comentando sempre como desejo, leio as matérias diariamente, porque me faz MUITO bem.
      Para mim, funciona como um remédio, preciso das doses todos os dias.
      Leio, releio,.. lava a alma!!!
      ADOOOOOOROOOOOOOOOOOOO!!!!!

      Excluir
    3. rsrs... ainda ontem eu me lembrei... ''por onde anda a Leda?'' enquanto eu respondia para outra leitora. :D

      Excluir
  7. Dá um orgulho imenso ser uma de suas milhões de fãs!!!

    ResponderExcluir
  8. É impressionante como Michael ainda surpreende até seus irmãos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo!!!
      :-bd :-bd :-bd :-bd

      Excluir
    2. "Como era possível que eles conhecessem a ele em um lugar tão distante do mundo moderno, sem televisão?"

      "e ele tinha penetrado o mais primitivo, o mais remoto dos lugares."

      SUBLIME!!!

      Excluir
    3. ''O Amor anda sobre a Terra.''

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! :)
Os comentários são moderados [a fim de evitar spams]
e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line.
Esta página é feita com amor e eu agradeço a sua presença.
*Rosane [admin. do blog]

Obs.: Para assuntos não referentes à matéria eu peço que utilize o email [cartasparamichael@gmail.com] ・。.。・゚゚・。.。・゚゚・。❊

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...