Depoimento de Thomas Mesereau (07)


Thomas Mesereau em recente entrevista para a rádio KJR
em 04 de Janeiro de 2017

"Eu acho que é maravilhoso [sobre Prince Jackson estar seguindo os passos filantrópicos do pai]... Michael era uma das pessoas mais generosas, bondosas e doadoras que eu já encontrei na minha vida. Como eu tenho certeza que muitas pessoas estão me ouvindo, se lembrem que ele tinha uma regra quando ele estava em turnê, ele visitava os hospitais infantis onde quer que ele se apresentasse, e ele muito silenciosamente pagava muitas contas... ele foi um grande humanitário.

E é maravilhoso ver que seu filho, que é um jovem muito impressionante, está tentando seguir seus passos. Nós vivemos numa época em que as pessoas estão se tornando cada vez mais egoístas, em minha opinião, e precisamos de pessoas boas para estender-se aos menos afortunados e ajudar aqueles que não têm os recursos ou as oportnidades ou a sorte que muitos de nós tiveram. 

É muito impressionante o que eu ouvi sobre Prince. Conheci Michael durante o ponto mais baixo de sua vida, foi um pesadelo para ele, ele viveu com medo de passar o resto de sua vida na prisão e ele estava tentando proteger seus filhos do que estava acontecendo, tanto quanto possível. Quando eu ia para Neverland, essas três crianças apenas adoravam seu pai, elas apenas se penduravam sobre ele. 

E algumas vezes eu posso dizer que eles sentiam que algo estava errado, algo era muito, muito preocupante e eu podia ver um olhar preocupado em seus olhos quando o abraçavam. 

Mas eu me lembro no dia do veredicto - depois que Michael foi inocentado em todas as acusações - seus filhos, quando eles perceberam quem ele era e seu pai disse a eles o que eu tinha feito, todos eles correram e eu abracei os três e foi apenas um dia feliz e maravilhoso. Mas Michael estava tentando protegê-los tanto quanto possível da provação horrível da qual eu estava defendendo a ele.

[Depois de ouvir um clipe do site TMZ sobre Paris Jackson] 

Eu não costumo acompanhar tabloides, mas eu me preocupo com o efeito sobre os jovens. Michael tentou tanto quanto pôde proteger seus filhos no aquário em que eles foram criados porque a mídia estava sempre pulando por toda parte ao redor de qualquer movimento que Michael fizesse.

Ele usava máscaras [nas crianças] porque ele estava preocupado com seqüestro e crimes e coisas desse tipo. Eu não o culpo por isso, ainda que ele tenha sido criticado por tudo o que ele fez. Essa cobertura ridícula [sobre Paris] é apenas para explorá-los, isso não é para ajudá-los em tudo, é destinado a explorá-los para o lucro e eu só espero que não vá longe demais e espero que eles tenham orientação adequada para lidar com isso, porque isso pode realmente atrapalhar o desenvolvimento de um jovem.



Fama é algo que tantas pessoas querem, mas pode ser tão perigoso e tão perturbador se alguém não sabe como lidar com isso. E eu estou esperando que esses garotos bonitos, lindos e brilhantes possam lidar com isso bem o suficiente. É uma maneira incomum de crescer e a câmera pode ter bons e maus efeitos em todos nós e eu só espero que eles possam lidar corretamente e que eles tenam a orientação e o apoio para lidar com isso corretamente.''

Thomas Mesereau 
(advogado de defesa de Michael Jackson no processo de Sta. Bárbara)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...