The Way He Made Me Feel (01)


Trechos selecionados do livro The Way He Made Me Feel 
(2005) uma biografia da modelo Tatiana Thumbtzen.

''Eu voltei [para New York] em 1984 e, indo participar de uma das muitas seleções. quem eu encontrei caminhando nas calçadas de Nova York, a apenas apenas cinco metros de distância de mim? Era Michael Jackson!

Isso foi antes dele ter assumido o título de O Rei do Pop. Eu não podia acreditar! Eu simplesmente não podia acreditar na minha sorte. 

Eu continuei a segui-lo e observá-lo. Ele estava vestido com jeans e uma camiseta, com um boné puxado para baixo em seu rosto, mas eu poderia afirmar que era Michael Jackson. Eu queria tanto parar e falar com ele, mas eu simplesmente não conseguia descobrir o que dizer. 

Eu estava pensando em uma maneira de parar e falar, eu pensei que talvez eu poderia fingir que gostaria de pedir algum endereço, mas depois pensei... ''o que fazer depois disso?'' 

Eu simplesmente não pude fazê-lo! Eu me senti envergonhada e congelei com a ideia de falar com ele. Eu o segui por cerca de cinco quarteirões, antes de me retirar, porque eu iria chegar atrasado para o meu teste.

Em 1987, assinei com uma nova agência, José, Heldfond e Rix, na época, um grupo bastante poderoso. Julie, minha agente, me enviou para uma audição para um vídeo de Michael Jackson, The Way You Make Me Feel

Não me foi dito, porém, que era para este vídeo. Mas descobri, mais tarde, que outras duzentas jovens atrizes participaram deste teste.

Quando me chamaram, me disseram para caminhar e mostrar um pouco de atitude. A cena aconteceu em uma rua de uma área áspera. Um monte de caras começaram a chatear a personagem que eu estava interpretando, dizendo coisas como "Ei, garota, o que está rolando?''

Coincidentemente, a mesma coisa que aconteceu para mim enquanto eu estava no meu caminho para a audição. Alguns caras tinham me incomodado na rua, então você pode dizer que eu estava preparada. Eu repeti a cena algumas vezes, e meu teste foi gravado em vídeo.

Poucos dias depois, fui chamada para um pequeno ensaio. Foi a primeira vez que eu soube que o vídeo seria com Michael Jackson. Fui levada para uma sala pelo coreógrafo do vídeo, Vince Patterson.

Michael estava lá, mas eu era tímida demais para sequer olhar para ele, em primeiro lugar. Patterson me orientou a repassar alguns movimentos, os quais eu segui perfeitamente. Finalmente, olhei para Michael.

Ele estava sentado, usando uma camisa vermelha, se mexendo ao som da música, com um grande sorriso e feliz no rosto. Eu o vi voltar-se para a pessoa ao seu lado e dizer alguma coisa. Mais tarde, eu soube por David Banks, um dos autores do vídeo, que Michael havia dito: "Ela é única. Libere as demais."

Eu nunca vou esquecer quando meu agente me ligou para dizer que eu tinha [conseguido] o trabalho. Eu gritei tão alto que toda Hollywood deve ter me ouvido. Foi uma realização marcante para mim. Eu senti como se tivesse finalmente chegado, e minha carreira, em breve, iria decolar. A sessão durou cinco dias, sendo o quinto dia dedicado às cenas extras e closes de mim.''

Tinha chegado o momento quando um esguio Michael veio andando, através de um beco. Um beco em especial, onde eu corro e é um "beco sem saída". Eu estava tentando me controlar e manter a calma. Eu não podia olhar diretamente para ele, mas eu podia sentir a sua presença dentro do grupo de pessoas que o cercavam.

Seu empresário Frank Dileo estava à sua esquerda, e seu fotógrafo, Sam Emerson, estava à sua direita. Michael parou e ficou a cinco pés de distância de mim. Eu não podia acreditar que o artista que eu mais admirava e amava estava tão próximo de mim. Era mais do que um momento profissional: ele era único para mim, por quem eu secretamente nutria uma grande paixão.

Eu simplesmente não conseguia olhar para ele! Em vez disso, eu me concentrei em Vince Patterson, que estava à minha esquerda. Vince cumprimentou Michael e eles compartilharam algumas palavras. Vince se virou para mim e me apresentou para Michael.

Ele disse: "Michael, esta é Tatiana, Tatiana, este é Michael."

Michael estendeu a mão para mim, e eu estendi a minha. Olhei em seus olhos e dei um sorriso rápido e nervoso. 

Por alguma razão, eu não conseguia olhar nos olhos dele por mais do que uma fração de segundo ou dois. Seu olhar era tão intenso. Seus olhos eram penetrantes, iam direto através de minha alma. A presença de Michael era mais poderosa do que as palavras poderiam expressar.

O estilista e o diretor havia me passado pelo figurino. Embora nós concordássemos com o visual do dia anterior, testamos outros, apenas para se certificar de que estávamos satisfeitos com o figurino. Nós concordamos com o vestido preto.

As botas eram minhas, e as pulseiras também. Eu criei o meu próprio visual para o vídeo e eu estava orgulhosa de cuidar desta parte, e porque Michael gostou do que viu.

A única coisa que eles adicionaram era algo que eu não tinha considerado. Era um aplique de cabelo tece para adicionar mais comprimento ao meu próprio cabelo. Me disseram que foi ideia de Michael.

Eu me lembro de lhe perguntar: ''O que você vai vestir?"

Ele disse em uma voz doce e suave: "Isto o que estou vestindo."

Eu me senti tão envergonhada, porque eu parecia estar muito produzida, em comparação com o seu figurino. Eu pensei, 'que boba, eu estou vestida como uma menina de trabalho e ele aqui, está vestido casualmente.' 

Eu não entendi e senti que alguém precisava mudar. Como eu gostava da minha roupa, deveria ser ele. No entanto, quando eu estava em torno de Michael, eu logo me esquecia dos figurinos, cabelo ou maquiagem. Eu não me importava. 

Eu estava em êxtase. Presumo que este menino gênio sabia o que era certo. Afinal, ele tinha esse toque de Midas para vídeos.

Uma vez que começamos a rotina, eu me senti um pouco mais à vontade, mas o tempo todo eu ainda me sentia como se eu estivesse sonhando. O dia avançava e eu voava mais e mais alto nas nuvens.

No início da rotina, Vince passava a cena comigo, dizendo: "Agora, Michael vai cantar ao vivo e quando ele cantar sua parte, você caminha nessa direção."

Eu concordei e eu conhecia a minha sugestão, mas quando chegou a hora, não tive essa sorte. Eu entrei em choque. Michael é muito poderoso, ao vivo. Tudo o que eu conseguia pensar era que ele era tão pequeno e esguio, de onde diabos vinha essa voz? Como ele fez isso?

Enquanto eu estava em choque, imaginando tudo isso, Vince estava gritando para mim, dizendo: "Tatiana, Vá! Reaja, vá, vá, agora!'' Finalmente, algo estalou e eu acordei. Eu pensei, eu tenho que executar bem.

Eu tinha um olhar no meu rosto, que me fez lembrar do comercial da Pepsi. É o comercial com Alfonzo Ribeiro. Ele saiu por volta de 1986 ou 1987. No comercial, Alfonzo se vira e encontra Michael em pé, atrás dele. Ele fica em choque, surpreso e de queixo caído.

Depois do choque inicial, eu fui capaz de seguir com o meu personagem. Então Michael gritou "Ei!'' para chamar minha atenção.

Então, ele começa a cantar ”You knock me off my feet, now baby.” Eu começo a ignorá-lo mas, em seguida, uma gangue pára e me impede de passar. Michael me segue por trás e continua sua perseguição.

[Sobre o final do primeiro dia no set] Antes de ir para casa, ele disse: "Dirija com cuidado." Eu disse a ele que eu não dirijo, alguém me trouxe para cá."

Ele disse: "Diga ao motorista para dirigir com segurança.''

Eu disse: "Ok, eu vou dizer a ele."

Quando cheguei em casa, eu estava tão mentalmente ligada, que o sono estava longe da minha mente.

Para aqueles quatro dias, sono e comida não eram uma grande parte da minha agenda. Eu estava cheia de emoção e adrenalina. Meu peso normal de 46 kg caiu para apenas 44 kg. 

Não é uma diferença tão grande, mas no meu pequeno porte magro, alguns quilos fazem a diferença. Eu olhei para a frente, para o próximo dia, como eu tive o primeiro.

Infelizmente, até na manhã seguinte, meus nervos não tinham melhorado nada. Levantei-me, vesti-me, fiz o meu cabelo e maquiagem e me dirigi para o set. Eu não podia esperar para ver Michael novamente. Eu queria que esse trabalho nunca terminasse.''

Fonte: http://mjfa.forumotion.com

9 comentários:

  1. Bom dia rosane!
    Lendo esse depoimento da tatiana a gente se coloca no lugar dela e sente um pouco da emoção que ela sentiu ao trabalhar com o michael. :D
    *linda foto*-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Laís! Você tocou exatamente no ponto. Concordando ou não com as declarações dela, mesmo sem termos a certeza se há exageros ou não em algumas observações, a gente pode viajar na emoção de sua versão. Você vai gostar das próximas partes a serem publicadas, também. [Foto linda, mesmo! Sortuda!] Bjs!

      Excluir
  2. rsrsrs da pra sentir realmente o nervosismo dela. Tbm, imagina trabalhar bem pertinho do Michael, lindo daquele jeito ... to ansiosa pelas outras partes do livro *_*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bruna! Como uma pobre mortal poderia sair ilesa desse confronto? E ela já era fã de Michael, antes de gravarem juntos. Quase um sonho de cinderela, não fosse pelo final.

      Excluir
  3. Que fofo o jeito que ela vai contando a história, é a mesma paixão de um fã contando suas aventuras e emoções para chegar a conhecer o Michael, como já vimos tantos relatos por aqui, muito legal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi essa mesma a impressão que eu tive, amiga, e me deu vontade de traduzir para compartilhar aqui com vcs. É como ler o depoimento de uma garota Y.A.N.A. ou qualquer uma de suas fãs.

      Excluir
  4. Lembrei também do vídeo de "Hollywood Tonight".

    Muitas pessoas querendo o mesmo lugar ao sol, ainda mais com Michael no auge..

    ♥ ♥ ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe.. essa música, em especial, me dá o maior aperto no coração.

      Ela é uma canção alegre, mas me dá uma saudade danada de ver Michael entre nós.

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line. [Rosane, admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...