A literatura de Michael Jackson (07)


[Funcionário da Livraria Strand] ''Prince chegou com um enorme livro sobre brinquedos colecionáveis ​​e com sua voz bonita, lhe disse: ''Papai, eu posso levar?'' Michael lhe sorriu adoravelmente e perguntou se ele gostaria de lê-lo. Ele respondeu: ''Sim.''

[Michael] queria livros sobre música popular negra, sobre Roald Dahl [incluindo a sua obra James e o Pêssego Gigante] e algo sobre Versalhes.

Em uma visita anterior, meu pai o ajudou e pegou os livros de Howard Hughes, dicionários e as primeiras edições de livros infantis.

Gastou US $ 6.000 em livros e permitiu que todos os que estavam com ele no grupo, escolhessem um, mas [estes] não pareciam muito interessados em comprar livros.''

[Funcionário da Livraria Hennessey & Ingalls] ''Michael Jackson era um antigo e valorizado cliente. Ele amava a seção de poesia. Ralph Waldo Emerson era o seu favorito.''

[Um pequeno trecho da autobiografia Moonwalk''Foi Rose que incutiu em mim um amor por livros e literatura, que me sustenta hoje. Eu lia tudo o que chegava às minhas mãos. Novas cidades significavam novos lugares para comprar. Amávamos comprar, especialmente em livrarias e lojas de departamentos [...]''

[Michael Jackson, 1984] ''Eu adoro ler contos ... Somerset Maugham, Whitman, Hemingway, Twain ... eu adoro ler. Eu gostaria que as pessoas lessem mais. Há muito atrás dos livros. Se você não pode se dar ao luxo de viajar, faça isso mentalmente, enquanto você lê. Você pode ver tudo e ir para esses lugares que você deseja, lendo.''

[Michael Jackson no livro Honoring the Child Spirit. de S. Boteach] "Eu sou apenas um curioso sobre as coisas, as coisas simples. Sobre o que está em uma gota de água. Uma vez, eu queria ler sobre os cílios e descobri que há toda uma colônia vivendo em nossos cílios. Isso para mim é incrível. Tudo é interessante para mim , especialmente se você começar a estudar o Universo e tudo relacionado.

Há uma quantidade fenomenal de informações sobre ele e tem me fascinado. Faz-me sentir ignorante sobre o quanto eu não sei. Quanto mais eu descobrir, mais ignorante eu me sinto. Realmente é. 

Sei que há muita coisa para ler. Então, eu sou fascinado por livrarias. Eu posso passar horas escolhendo livros e voltar para casa com caixas cheias deles.

É uma das coisas que eu amo sobre a minha mãe. Costumávamos ir à biblioteca e passava horas e ela nos deixava escolher o que quiséssemos. Nos deixava e nunca nos dizia que não.

Líamos, líamos e líamos. Eu amo isso. É é simplesmente maravilhoso. Sou curioso sobre tudo. Não há nada que não me interesse.''

Fonte: http://michaeljacksonmyobsession.blogspot.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...