Depoimento de David Pack


''Em agosto de 1986, o famoso compositor Leonard Bernstein foi para Los Angeles para realizar um concerto de música clássica no UCLA Royce Hall. Sabendo que seu aniversário cairia na mesma semana, eu perguntei o que ele queria.

Sem perder o rebolado, Leonard disse: "Eu quero conhecer Michael Jackson."

Na época, Michael era a maior estrela pop do Universo. Ele estava saindo do sucesso mundial maciço de Thriller, com lotação esgotada na Victory Tour e múltiplos Grammy's, que o catapultou para o ar rarefeito do pandemônio dos Beatles, onde quer que fosse.

Ele foi visto dentro da indústria da música como o maior talento cru de uma geração, e a combinação entre Michael e Quincy Jones no estúdio estabeleceu um padrão que nunca pôde ser igualado.

Leonard era uma estrela global e personalidade da TV em seu próprio direito. Ele é listado em muitas publicações como o músico mais famoso, o maestro e compositor do século 20.

No entanto, Leonard estava impressionado com o talento de Michael, descrevendo-o para mim, uma vez,  como "a estrela pop mais eletrizante que eu vi, desde os Beatles."

Leonard queria introduzir Michael para a música clássica e talvez inspirar Michael em direção a uma colaboração entre a música pop e clássica.

Eu estava determinado a conceder Leonard seu desejo de aniversário, fazendo o encontro entre meus dois amigos acontecer. Então eu liguei para outro amigo, Quincy Jones, também um titã musical e lenda, a quem eu tinha apresentado a Leonard, no ano anterior, em mais um jantar.

Quincy idolatrava Leonard Bernstein, então ele disse que ligaria para Michael para perguntar. Uma hora depois, ele ligou para dizer que Michael não poderia fazê-lo. Quando eu disse a Leonard que Michael não estaria lá, ele disse:

"O quê? Diga-lhe que eu, Leonard Bernstein, ordeno-lhe para vir ao meu show!"

Voltei ao telefone com Quincy. Duas horas mais tarde, Quincy ligou para dizer que Michael estaria lá. "Mas ele nunca foi a um concerto de música clássica, por isso, deve ser interessante!"

No concerto, Michael adorou assistir Leonard, que em um ponto, saltou três pés no ar durante uma seção da pontuação e aterrissou com um sonoro 'baque'.

[Quincy, Michael e eu estávamos quase certos que Leonard estava tentando impressionar Michael.]

Mais tarde naquela noite, durante um jantar em minha casa, eu vim para ver Michael como sendo um homem com uma das almas mais doces que eu já conheci. Ele me agradeceu mais e mais por interceder com ele para vir ao concerto.

Ele me pediu para lembrá-lo de algumas das minhas canções de sucesso com [a banda] Ambrosia, então eu cantei um coro de Biggest Part of Me. Seus olhos brilharam como uma criança, e ele assumiu e cantou todo o coro de volta para mim.

Em um ponto, Leonard passou o longo lenço branco em torno de seu pescoço e de Michael, para uma série de fotos. Em seguida, levantou-se e deu a Michael uma lição de condução no local.

Mais tarde, esses dois gigantes musicais se ligaram por um assunto... acne! Ambos tiveram problemas com ela e, de alguma forma, esse tópico pessoal muito embaraçoso foi o seu principal ponto de conexão. Leonard iria falar sobre isso pelos próximos anos. 

Michael me ligou no dia seguinte e pediu fotos daquela noite, e ele ficou emocionado quando ele conseguiu.


Quincy, Michael e Leonard
Durante aquela noite especial, eu senti a necessidade de compartilhar a minha fé com ele, para que ele soubesse que outro artista cristão estava sentado ao lado dele. 

Então, quando ele sussurrou: "Como posso lhe agradecer por esta maravilhosa noite?" eu disse: "Michael , eu não os coloquei juntos, Deus o fez!"

Ele disse: "Oh sim, eu acredito, com todo o meu coração."

Eu lhe disse que era um cristão, e ele disse que também era. Nós conversamos sobre a primeira música cristã que nós dois ouvimos quando crianças:

Jesus me ama... isso eu sei, pois a Bíblia me diz isso... pequeninos a ele pertencem, eles são fracos, mas ele é forte.

Com o jantar correndo alto em torno de nós, nós dois nos inclinamos em silêncio e cantamos a música, sorrindo como meninos de coro.

Sim, Jesus me ama. Sim, Jesus me ama.

Então, nós demos um ao outro um breve abraço.

Eu sabia, naquele momento, que este gênio doce de espírito estava indo encontrar sua paz eterna no céu. Eu não encontrei um Michael estranho, confuso, ou qualquer coisa que você já ouviu falar sobre ele.


Eu quero dizer que eu sinto como falsas todas as alegações já imputadas a Michael e que, no meu discernimento, ele não teria a capacidade de fazer nada a não ser o que as crianças adoram, e quero que elas saibam que ele faria qualquer coisa para defendê-las e ajudá-las.

Basta olhar para o magnífico trabalho que ele fez em seu nome, co-escrevendo We Are The World, e sobre as 39 instituições de caridade para crianças, as quais ele ajudava generosamente.

Assim era Michael. Acredito que durante seu julgamento, ele se lembrou do sofrimento de Cristo, e orou por intervenção, porque ele estava sendo acusado sobre o que ele mais amava - as crianças. Isso deve ter lhe causado mais dor, talvez, do que qualquer outra coisa em sua vida.

Eu sei que Michael amava Jesus com todo o seu coração. Quincy me contou sobre seu trabalho de compartilhar sua fé com os outros, muitas vezes, de porta em porta, porque ele era uma devota Testemunha de Jeová.

Mais tarde na vida, ele disse às pessoas que ele era um cristão não-denominacional. Ainda mais recentemente, circularam informes de que ele tinha se convertido ao Islã. Mas o Michael que eu conheci tinha contemplado seriamente desistir da música para passar o tempo integral no ministério cristão.

Se há uma coisa que me dá paz durante neste momento de perda, é saber que um dos maiores artistas do nosso tempo agora está fazendo o moonwalk ao longo das estradas douradas no céu, onde as ruas não têm nome, com um largo sorriso no rosto, e uma falange de anjos o acolhe em casa. 

Michael, meu amigo, descanse na paz celestial.''

by David Pack
*Premiado produtor e diretor musical e ativista em projetos sociais.

Fonte: http://www.davidpack.com

10 comentários:

  1. Olá, Rosane

    Este é mais um depoimento emocionante que só confirma tudo o que já sabemos da personalidade íntegra do nosso anjo e da sua ligação com Deus. Que todas essas pessoas que nos brindam com depoimentos tão maravilhosos sejam abençoados, o mesmo desejo a você, amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mari! Que essa bênção retorne também para vc e sua familia, e a todos os leitores. Bjs!

      Excluir
  2. Olá, Rosane

    Este é mais um depoimento emocionante que só confirma tudo o que já sabemos da personalidade íntegra do nosso anjo e da sua ligação com Deus. Que todas essas pessoas que nos brindam com depoimentos tão maravilhosos sejam abençoados, o mesmo desejo a você, amiga.

    ResponderExcluir
  3. Obrigada, Ro. Eu não sei o que seria de mim se não tivesse descoberto este maravilhoso blog: minha vida era chorar com saudades de Michael, eu sempre o amei muito, mas como pai e mãe de dois filhos (sou divorciada) e minha profissão de educadora, as obrigações e deveres eram muitos, por isso me sobrava pouco tempo para curtir meu ídolo, então eu acho que tenho uma dívida muito grande para com ele. Mesmo descobrindo o blog, levei muito tempo para participar por causa da minha timidez, meus filhos me incentivavam, mas eu não tinha coragem, só depois que você falou em parar, foi que me deu um desespero e eu pedi ao meu filho para me ajudar, daí pra frente eu já queimei muito feijão, já passei muitas
    horas sem me alimentar, recusei várias vezes de sair com uma grande amiga-irmã e suas filhas para me diverti um pouco e daí por diante. Agora minha vida ganhou um colorido diferente e você é a responsável por isso. Sou-lhe muito grata. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que lindo, amiga... Eu estava tão tristinha no dia de ontem, daí hoje cedo eu recebi um email tão bonito de uma leitora, e agora as tuas palavras.. quero que vc compreenda que somos uma corrente.. vcs também me fortalecem nos momentos em que me sinto mais frágil. É a energia de vcs, esse amor sincero por Michael, que foi um anjo que Deus nos emprestou.. nada é por acaso.

      Quero que vc saiba que tem sempre uma amiga em mim, seja através do blog ou através dos emails, baianinha!

      Por falar em queimar a comida, vc vai rir.. lembra de ontem, enquanto eu respondia teus comentários? Queimei as panquecas que eu estava preparando no fogão, para o almoço...kkkk.. eu pensei '' ai Mari!!''
      mas isso não é inédito, vira e mexe queimo arroz, feijão etc e tal. Porque eu sou viciada em vcs, que também colorem a minha vida! Bjs.

      Excluir
  4. Que bonitinho. Sabe que eu tenho email, que eu abri para ver se conseguia reencontrar algumas amigas da faculdade, sabe como é, a gente termina o curso e cada uma vai tomando um rumo na vida, pior para aquelas que se casam, que precisam se dedicar ao marido, desconecta tudo e a gente termina perdendo o contato; como não consegui encontrá-las, também nunca mais abri meu email. Mas panqueca queimada, cá pra nós, é um purgante rs. E eu gosto muito de panquecas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, foi pra lata do lixo rsrs.

      * Hoje em dia, é bem mais fácil reencontrar pessoas através de uma pesquisa na rede social.

      Excluir
  5. Com certeza Michael curtiu muito esse encontro :D afinal era fã de música clássica!
    * lindas imagens dá pra ver a alegria de todos nesse encontro.

    *Bjos amiga e boa noite*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bjs amiga e tenha uma ótima noite!

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line. [Rosane, admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...