Thorsten Heinze


O ator mímico, fotógrafo e professor de expressão corporal Thorsten Heinze conheceu Michael Jackson na época em que ele era assistente do mímico Marcel Marceau.

O ano era 1995, e estavam sendo feitos os preparativos para o show Michael Jackson: One Night Only a ser exibido pela HBO, um espetáculo que contaria com a presença de Michael e Marcel Marceau.

O show acabou sendo cancelado, mas Thorsten e Michael iniciaram ali uma amizade, e o ator foi convidado para passar um tempo no rancho Neverland. Eventualmente, ele trabalhava para Michael como bailarino ou coreógrafo. Ele conta:

''Foi muito bom, porque eu pude aprender com um mestre como Marcel Marceau e depois, eu pude também trabalhar na segunda parte da minha carreira com uma lenda, foi um grande presente. Michael era um homem cheio de luz e de vida, que se doava muito.''

Ele também se recorda do tempo em que viveu no rancho:

''Michael amava as crianças. Elas eram sagradas para ele. Especialmente as crianças maltratadas, para as quais as portas de Neverland estavam sempre abertas. No cinema, havia um espaço especial para as crianças em estado terminal. Michael conversava com elas, as abraçava, satisfazia seus últimos desejos... eu fiquei muito emocionado.'''

Thorsten e Michael se viam quase todos os dias e ele tinha sido autorizado a fotografar dentro do rancho.

''Eu tirei muitas fotografias de Michael. em pequenas festas... ou dele dançando. Mas quando o filme ficava cheio, eu o retirava da câmera e o entregava para Michael. Essa era a minha confiança nele. Eu não quero pertencer a um grupo de pessoas que se aproveitaram disso por viver tão perto dele. Por esta razão, guardei apenas uma única imagem, que nos mostra juntos."

No verão de 2000, Michael Jackson retribuiu a amizade de uma maneira especial. Ele organizou em Neverland a festa de casamento para Heinze e Karen Faye, maquiadora de Michael Jackson. Michael pagou por tudo, desde a elaboração dos convites.

Durante a festa, alguns dos animais foram deixados livres e perambulavam entre os convidados do casamento. 

Em particular, os grandes felinos eram impressionantes para Michael Jackson: sua graça e flexibilidade lhe serviu como fonte de inspiração. Thorsten Heinze viu muitas vezes como Michael se sentava em sua árvore favorita, observando os animais e seus movimentos estudados.

Thorsten vai manter Michael em sua memõria como um amigo que ria muito, e lhe tinha dado o maior presente:

''Certa vez, ele cantou para mim. Somente para mim, sozinho.''

Fonte: http://www.bild.de/unterhaltung/leute

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...