Barack Obama


Por ocasião da passagem de Michael em Junho de 2009, o presidente norte-americano Barack Obama enviou uma carta de condolências à família Jackson. As suas palavras foram:

"Michael vai entrar para a história da música como um dos maiores. Eu cresci com a sua música e tenho a todas no meu iPod. Seus talentos como performer também foram ligados a uma vida trágica e, em um certo sentido, muito triste. Estou feliz em saber que vamos lembrar dele na maior parte sobre a alegria que ele trouxe para muitas pessoas através de seu talento artístico."

No dia do Memorial de Michael no Staples Center em 07 de julho de 2009, Obama estava na Rússia, em viagem oficial, Indagado por jornalistas estrangeiros, ele disse:

''Não há nenhuma dúvida, ele foi um dos maiores artistas da nossa geração, talvez de qualquer geração. assim como Elvis [Presley], [Frank] Sinatra, como os Beatles, ele foi uma parte integrante da nossa cultura. Seu talento extraordinário e sua música foram envolvidos com uma grande dose de tragédia e problemas em sua vida privada. não podemos ignorar, mas é importante que nos lembremos o melhor dele."

Embora o presidente Obama tivesse realizado uma conferência de imprensa no dia seguinte à passagem de Michael [26 de junho], ninguém lhe perguntou sobre sua reação à notícia da morte de Michael Jackson no dia anterior.

Em uma conferência de imprensa em separado, o secretário de imprensa Robert Gibbs disse que os repórteres pareciam muito tímidos para perguntar ao presidente a respeito - mesmo Obama sendo um fã confesso - assim Gibbs disse que conversou com Obama sobre a morte de Jackson.

"Eu conversei com [o presidente] sobre isso esta manhã. Ele me disse, obviamente, que Michael Jackson era um performer espetacular e um ícone da música", disse Gibbs, de acordo com a Newsweek. "Eu acho que todo mundo se lembra de ouvir suas canções, assistir ao Moonwalk na televisão durante os 25 anos da Motown. Mas o presidente também disse que [Jackson] tinha aspectos de sua vida que foram tristes e trágicos. E as suas condolências foram para a família Jackson e aos fãs que lamentam sua perda."

Nota deste blog 

Em uma entrevista, Jermaine Jackson [irmão de Michael] citou que quando Michael convidou a apresentadora Oprah Winfrey para conceder uma entrevista em seu rancho Neverland, o evento colocou Winfrey em mais de 90 países. Por sua vez, Wiinfrey usou essa popularidade para impulsionar a vitória de Obama para a presidência.

Importante lembrar que ambos são negros bem sucedidos e vivendo em um país com fortes conflitos raciais, nas últimas décadas.

Oprah Winfrey, Barack Obama e esposa
Quando o állbum Thriller foi lançado, era impensável que rodasse um video de um artista negro na MTV - essa façanha foi conseguida por Michael Jackson. Da mesma forma que o público que passou a frequentar os shows do Jackson Five, ao contrário do que se esperava, passou a integrar negros e brancos.

É inegável que Michael abriu as portas para muitos artistas negros que apareceram posteriormente, muitos deles admitindo a influência artística do Rei do Pop em suas obras.

Mas o processo de cativar a sociedade norte-americana durou décadas para Michael, não se fez em um dia. Além do grande artista, ele foi muito importante na luta dos Direitos Civis. Eu recomendo muito a leitura do texto abaixo, o qual completa o meu comentário.

http://cartasparamichael.blogspot.com.br/2012/07/a-mensagem-oculta-em-black-or-white.html

Em outras palavras, eu duvido muito que Obama tivesse chegado à Presidência dos E.U.A. sem a influência de todo o corpo de trabalho de Michael Jackson.

**Nos videos abaixo, Obama quer dançar como Michael Jackson.



Acredito que Obama ficou a dever para Michael. Por ocasião de sua passagem em 2009, ele deveria, no mínimo, ter feito um pronunciamento para a nação, a fim de falar sobre a perda de Michael e seu legado social e artístico.

Ou, no dia seguinte, tendo ele participado de uma conferência de imprensa, mesmo que os jornalistas tivessem se recusado a lhe fazer perguntas [sim, eles se recusaram! Eles são a mídia!] Obama tinha a obrigação moral de abordar o assunto. O mundo estava em transe, os fãs estavam sofrendo, e E.U.A. era a pátria de nascimento de Michael. Eu acho que equivale a dizer que, naquele dia, Obama negou a sua própria cor.

Fontes:
http://www.mtv.com
http://www.independent.co.uk
http://www.onmjfootsteps.com


38 comentários:

  1. Boa tarde Rosane, seu comentário na matéria foi PERFEITO!!!
    Na época, eu achei muito estranho por parte dele, o restrito comentário e o comportamento sobre o que aconteceu. O mundo literalmente parou e ele???
    Achei EXCELENTE: "Por ocasião de sua passagem em 2009, ele deveria, no mínimo, ter feito um pronunciamento para a nação, a fim de falar sobre a perda de Michael e seu legado social e artístico.
    ... O mundo estava em transe, os fãs estavam sofrendo, e E.U.A. era a pátria de nascimento de Michael. Eu acho que equivale a dizer que, naquele dia, Obama negou a sua própria cor."
    \o/ \o/ \o/ \o/ \o/ \o/ \o/ \o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, Leda, eu acredito que a postura de Obama sempre ficou meio que engasgada junto à comunidade dos fãs.

      Michael se tornou tão icônico quanto os Beatles e Elvis Presley e hoje, muitos o aclamam como o artista mais importante de todos os tempos. Eu vejo essas palavras vindas de críticos de arte e acadêmicos.

      Somente o legado filantrópico de Michael pelo mundo afora já lhe renderia uma menção por parte do presidente. Mesmo que não fosse a intenção de Michael, ele estava carregando a bandeira de seu país - os E.U.A - por cada país onde ele passava.

      Excluir
    2. Concordo com tudo. Mas, Michael queria sim carregar a sua bandeira, a dos EUA, que apesar de tudo ele amava muito.

      Excluir
  2. Você foi perfeita quanto a omissão ( ou inexpressivas) palavras do presidente Obama, Rosane.

    Quanto a essa Oprah prefiro nem comentar. Não consigo olhar nem em foto. O dia que fiquei sabendo da entrevista da dona Katherine para essa mulher me indignei totalmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Verônica. E sobre a Oprah, eu também não gosto dela. Nas entrevistas onde ela pergunta a respeito de Michael, parece estar sempre instigando coisas onde não tem, para criar uma polêmica. Não dá para levar ela a sério.

      Excluir
    2. O artista plástico David Nordahl disse, ''Oprah acabou para mim''.

      http://cartasparamichael.blogspot.com.br/2013/11/michael-e-eu-parte-11.html

      Excluir
    3. Sim Rosane. Em 2005 ela era e ainda hoje é contra Michael. Sempre tendenciosa e implacável nos comentários ( como você bem lembrou).

      Excluir
  3. Boa noite, angel do Michael.

    Talvez você tenha imaginado por que fiquei ausente por alguns dias. Pois é, meu querido pai descansou. É uma dor imensurável, mas também é confortante saber que ele não vai passar por todo o sofrimento que passa uma pessoa que enfrenta um câncer. Deus o livrou! Eu e meus 3 irmãos revezávamos, ficando ao seu lado, o tempo todo, no hospital. Por isso, ultimamente eu estava comentando noite sim, noite não. Ele fez a passagem na manhã do dia 5 de dezembro, dormindo, apenas reduziu a respiração e parou. Meu pai foi um exemplo de homem, me ensinou muito sobre amor, fé, honestidade, respeito...mais com exemplos do que com palavras. Tenho certeza que agora ele está bem, na graça de Deus! Quero agradecer a você e às meninas que torceram e rezaram por ele, tenho certeza que o ajudou muito. ♥

    Ainda estou meio sem chão, mas estou de volta, pois aqui é a Casa do Amor que só me faz bem! Quantos posts lindos! Fico muito contente!

    Sobre o Obama, achei seu comentário perfeito. Eu também duvido muito que ele tivesse chegado à Presidência dos E.U.A. sem a influência de Michael Jackson. E também fiquei decepcionada em relação ao comportamento do presidente na ocasião da passagem de Michael! Sobre a Oprah...concordo com vc e com a Veronica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, angel. Meus sinceros sentimentos vão para você e toda a sua família. Eu posso fazer uma ideia de sua emoção porque eu perdi meu pai e minha mãe há um ano atrás, ambos em um intervalo de três meses.

      Então, acredito que o teu maior sentimento nesse momento seja a certeza do dever cumprido - por todo o apoio que você prestou ao seu pai durante sua batalha contra a doença. Sendo ele um homem do Bem, com certeza, neste momento ele está sendo amparado pelos espíritos de Luz e se sentindo grato a todos que lhe auxiliaram a atravessar período tão penoso.

      Embora você ainda esteja abalada, concentre seus sentimentos e pensamentos de forma positiva, porque eles podem receber as nossas vibrações, e se entristecer com a nossa tristeza, ou se alegrar com a nossa alegria.

      Sim, essa é uma casa do amor e agradeço você compartilhar com a gente esse momento delicado, e tenho a certeza que todos(as) leitores(as) se solidarizam com você.

      L.O.V.E.

      Excluir
    2. Sentimentos, Regina. Michael o recebeu, com abraço.

      Excluir
    3. Quanto à Oprah, com tanta gente boa para ser o entrevistador, Michael teve que cair nesses dois.

      Excluir
    4. Falta de sorte, mesmo.

      Excluir
    5. Obrigada pelas palavras de apoio, angel! Fiquei emocionada. Nossa, você perdeu seu pai e sua mãe há pouco tempo e num intervalo de três meses, é muito difícil, mas nossa vida é assim!

      Muito obrigada, mais um vez!

      L.O.V.E.

      Excluir
    6. Muito obrigada, Elisa. ♥

      Excluir
    7. Bom dia meninas!!!! Regina, que Deus conforte seu coração e dos seus irmãos. Que lhes dê forças para suportar um momento tão triste. Um grande abraço.

      Excluir
    8. Elisa, voce resumiu bem o sentimento.

      Excluir
    9. Boa tarde Regina, sinto muito pelo o que aconteceu. Eu também perdi o meu pai. O que conforta é saber que ele se livrou do sofrimento que essa doença causa. Que Deus dê forças e coragem para vocês atravessarem esse momento tão doloroso e triste!!! Bjs no seu coração!

      Excluir
    10. Olá Regina,

      eu sei que nenhuma palavra pode consolar neste momento que você está passando. Só quero lhe dizer que entendo perfeitamente o que você está sentindo pois já tive uma perda assim.
      Confie em Deus e saiba que a vida é uma grande aventura e o que achamos que é o fim, é apenas o começo.
      Um grande abraço!

      Excluir
  4. Rosane, faço minhas todas as palavras das meninas acima, e
    Regina meus sinceros sentimentos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá angel,

    Yes, we can!

    Com esse slogan Barack Obama foi eleito o primeiro presidente negro da história americana e particularmente torci por ele e penso que milhares de pessoas em todo mundo.

    Dentre tantos outros homens valorosos que vieram antes, até Martin Luther King todos abriram um doloroso caminho pra vencer o preconceito. Aí veio Michael Jackson e escancarou as portas e concordo com o relato do post que foi fundamental pra que outras personalidades de cor negra brilhassem.

    Michael concretizou o sonho que todos podem, independente de raça, cor ou religião.

    Foi no mínimo estranho pra mim as poucas palavras dispensadas a Michael na sua morte, por parte do presidente.
    De repente diante da mídia as palavras foram fugazes e apressadas deixando a sutil sensação de que o famoso "yes, we can", soaria melhor em relação a Michael esconder-se no slongan "No, I can't".

    Felizmente Michael nasceu nos Estados Unidos mas não era um cidadão americano, em suas próprias palavras ele sentia-se cidadão do mundo! E graças a essa visão universal de Michael e sua mensagem e seus atos e embora existam ainda muitos preconceitos, por causa "dele" cada vez mais e muitos podem dizer "sim, nós podemos!".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com toda a certeza, amiga. Eu me lembro de ter torcido pela vitória de Obama em sua disputa pela presidência, não deixou de ser uma conquista dos direitos civis. Michael era verdadeiramente um cidadão do mundo, graças a Deus!

      Excluir
    2. Boa noite, angels do Michael!

      Muito obrigada a todas que me deixaram palavras de conforto neste momento tão doloroso para mim e para minha família! A confiança em Deus, a certeza do dever cumprido e o apoio dos amigos nos dão força para seguirmos em frente. Um grande abraço a cada uma de vocês. Que Deus as abençoe. :)

      Elisa, sobre o que vc disse: Michael ter recebido meu pai com um abraço, creio nessa linda possibilidade, pois ele que não gostava de música pop e não era de conversar sobre o Michael, nunca implicou comigo quando as manchetes das falsas acusações dominavam os noticiários. Em sua sensatez, ele que me conhecia bem, acreditava que se eu acompanhava tudo o que realmente estava acontecendo na vida do Michael e continuava a amá-lo, era porque tinha motivos para acreditar na inocência dele. Michael sempre me fez feliz, por isso, penso que meu pai tinha um grande carinho por ele.
      Bjos.♥

      Excluir
    3. Boa noite, Regina! Sem contar que... tudo o que pedirmos em oração, poderemos ser atendidas, não é? Se pedirmos com fé.

      Excluir
    4. Verdade, Rosane! Já fui atendida muitas vezes, nos pedidos que fiz em oração. Nunca podemos perder a fé.

      Excluir
    5. Com toda a certeza.

      Excluir
  6. Regina, Deus sempre nos conforta nas horas difíceis, passei por esta dor com a perda do meu pai, que faleceu aos cento e três anos, mas lúcido, e brincando, dizia que sabia que iria aos cento e vinte anos. Hoje nos lembramos das músicas e das histórias que ele contava, do pai presente que ele sempre foi e sabemos que ele
    está num lugar melhor.

    ResponderExcluir
  7. Acho que os fãs de Michael, em todo o mundo, notaram que o Obama, usou de poucas palavras quando da passagem do rei,não considerei que fosse uma homenagem digna da parte do presidente, que se diz fã, ele não se lembrou naquele momento que Michael além de ser o maior artista de todos os tempos, era também um
    grande humanitário nascido nos Estados Unidos. Quanto à Oprah,
    eu a acho muito falsa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, ficou feio para ele. Se sentiu constrangido em falar, talvez, mas pegou mal e talvez hoje ele teria feito diferente.

      Excluir
    2. Muito obrigada pelas palavras de apoio, Marinalva! Seu pai viveu até os 103 anos, que bênção!! Perder um ente querido é sempre muito difícil, mas Deus conforta nossos corações, realmente. Nos conforta a certeza de que um dia nos reencontraremos na eternidade, junto do Pai. O apoio de vcs está sendo muito bom para mim! ♥

      Ainda sobre nossa decepção com o presidente Obama, me lembrei que o presidente Reagan, em 1984, homenageou Michael com uma placa que continha estas palavras:
      ''Para Michael Jackson, com apreço pelo excelente exemplo que você tem dado à juventude da América e do mundo.''
      ''Suas históricas realizações e conquistas de recordes e sua preeminência na música popular são um tributo à sua criatividade, dedicação e grande capacidade.''
      ''A contribuição generosa de seu tempo e talento para a Campanha Nacional Contra Jovens Dirigirem Alcoolizados irá ajudar milhões de jovens americanos aprender que beber e dirigir pode matar uma amizade.'';

      Em 1990 foi homenageado como o “Artista da Década”, quando o presidente Bush disse à imprensa que Michael fazia o que ele chamou de "Points of Light”, um bom trabalho sobre questões humanitárias;

      E em 1993, Bill Clinton o convidou para a cerimônia de sua posse, juntamente com Diana Ross, Stevie Wonder, Ray Charles (outros astros negros) e várias outras celebridades. Obama poderia muito bem prestar uma merecida homenagem, digna do maior astro humanitário norte-americano tão amado no mundo todo, sem nenhum constrangimento! :(

      Excluir
  8. Eu também acredito que foi constrangimento, Rosane, mas só não entendo o porquê, afinal, ele estaria falando de uma pessoa que só deixou bons exemplos, os tais "trágicos e tristes episódios" acontecem nas melhores famílias, e com certeza ele devia estar muito mal informado quanto a Michael, espero que algum dia ele tenha tempo para conhecer a verdadeira pessoa que foi, é, o nosso anjo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o tempo é o melhor remédio, e cada vez mais encontro textos onde acadêmicos falam a respeito da importância de Michael no cenário de muitas áreas.

      Excluir
    2. Olá Rosane e Marinalva,

      Acabei acrescentando mais um comentário sobre o Barack Obama junto com a resposta/agradecimento à mensagem de Marinalva para mim, mas quero esclarecer que este não é em resposta ao comentário dela, nem ao seu sobre o presidente ter se sentido constrangido.
      Eu também penso que o presidente se sentiu constrangido pelo fato de Michael ter sido acusado daquele crime hediondo... Ele até teria razão, se MJ não tivesse sido julgado, mas Michael foi! Penso que era só ele citar que o astro foi julgado naquele julgamento de 4 meses, com audiências diárias, no qual foi inocentado por unanimidade! E, então, prestar-lhe a merecida homenagem.

      Excluir
    3. Olá, Regina... Michael foi julgado inocente no tribunal e condenado fora dele. ;(

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line. [Rosane, admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...