Amalia Amaki


Uma transcrição parcial da entrevista que Amalia Amaki concedeu à Rev. Dr Catherine M Gross no programa ''A Place In Your Heart/Blog Talk Radio''.

''O que eu estou fazendo atualmente está sendo trabalhar em uma aventura. Eu estou olhando para Michael. Nós temos idéias espirituais e nós temos a falta de consciência, mas estamos a falar de alguém que apareceu para tomar esta decisão ainda quando menino, e é fascinante para mim que o seu dom, seu talento, sua previdência, o seu ''se dar'' e tudo isso é algo enraizado em uma compreensão do que é o verdadeiro amor e sobre trazer isso para as pessoas.

Palavras, imagens, sons e movimentos não estavam separados. Eu estava curiosa sobre como fazer isso e como alguém tão complexo compreendia as coisas culturais intrincadas em tal nível, e sabendo como as expressar, o que tocou as pessoas de todo o mundo.

Você sabe como você pode ser seu próprio modelo. Ele era o seu próprio modelo. A única pessoa com a qual Michael competia era a sua própria história. Ele quebrava seus próprios recordes e por isso, é um tipo muito diferente de ser. Há um pequeno número de pessoas, na minha opinião, que passam por nós e desfrutam de tais sucessos fenomenais, quando suas realizações são contrabalançadas por sua resistência a graus gigantescos de sofrimento.

Para alguém como ele - e todos nós temos que chorar, às vezes, faz parte do processo de cura - mas quando você está constantemente sob o olhar de uma câmera, como você chora? Como você desabafa? Como você cura? A privacidade na medida em que nós gostamos é algo que ele teve que criar para si mesmo e ele o fez.

Acredito que ele compreendeu que as pessoas tinham o direito de vê-lo porque ele era uma figura pública mas, ao mesmo tempo, ele compreendeu que ele tinha o direito de negar o acesso nos momentos em que ele precisava de privacidade, para se curar e apenas para se lembrar de que ele era um ser humano.

O meu trabalho tem sido olhar para esses conceitos e fazer essas perguntas. Quando você vê Michael e quando você pensa em Michael, o que você vê, quem você vê? Você vê alguém que você disse que você vê? Você vê o que você disse? Você vê o que você espera ver? Você vê o que você deseja? Você vê um reflexo de sua própria humanidade? O que exatamente você vê quando o vê? Esses são os tipos de perguntas que eu usei para começar o trabalho.

Então, eu estou começando uma jornada de investigar o que eu pessoalmente vejo quando eu olho para Michael, e eu me permito ser honesta de que, às vezes, eu vejo o contrário, às vezes eu vejo alguém que é muito introvertido e meticuloso, mas ao mesmo tempo, eu vejo alguém que é um aventureiro, que irá assumir riscos, que desafia suas próprias limitações, o que parecem ser limitações.

O que acontece se eu empurrar um pouco mais além disso? Bem... você sabe o que acontece? Uma vez feito isso e se você for bem sucedido, ele te empurra novamente. Não vou chamá-lo de ''yin'' e ''yang'', eu apenas vou chamar de ''uma espécie de compreensão holística''.

Michael Jackson é a pessoa mais inteligente que eu conheço. Ele é inteligente culturalmente, ele é um lutador, ele compreende que a guerra não tem que ser a violência e ele compreende, no final do dia, que o amor sempre vence. Eu adoro explorar este homem e olhar sua máscara como um tipo de proteção, mas outras vezes é como uma isca, é como um truque.

Eu sou muito parcial aos tons de azul, e os tons de azul, em particular no contexto de Mike, são muito importantes para mim, porque há algo de mágico que começava a acontecer no palco quando ele submergia naquela explosão inacreditável de luz azul e então eu comecei a pensar em todas as outras implicações da cor azul.

Nas terapias, o azul é a cor da cura, é sinônimo de cura em várias culturas. Se você olhar para certas partes da Itália e até mesmo as ilhas, lá eles pintam o azul nas portas, o que é, em parte, uma referência à cura e prevenção das doenças, mas na mitologia popular dessas regiões, também afasta tudo o que não é bom.

E nos shows, quando ele dizia ''eu te amo", ele queria dizer isso, você sentia e foi muito, muito surpreendente para mim, porque ele poderia apontar para a esquerda e dizer "eu te amo" e mesmo as pessoas do lado direito afirmavam, ''ele apontou para mim''.

Ele tinha essa capacidade de se conectar até mesmo a esse nível com todo mundo que estava lá, os quais estavam abertos para ele e queriam recebê-lo. Eu acho que é por isso que ele é tão amado, mesmo agora, porque tudo o que ele fazia e tudo o que ele se dava, era genuíno.

Eu acho que há um Mike de puro espírito e ele sabia coisas que ele não tinha nada que saber. Ele poderia ser muito brincalhão e bobo e depois, de repente, você poderia olhar e ele estaria olhando para você com aquela profundidade, e a sua reação seria, ''O que você está olhando?" e ele responderia, ''Eu não estou olhando para você, eu estou em você."

Havia sempre essas pequenas coisas que ele dizia e que agora eu compreendo serem desafios para que você possa vir a conhecer algo que estava em você e do que você não tinha se dado conta ainda.

Com apenas algumas poucas palavras escolhidas, ele poderia definir algo e, em seguida, dentro de dois segundos, se tornava o bobo brincalhão novamente. Apenas uma incrível capacidade de tocar em você e depois retornar e eu acho que isso é uma pista crucial para a dupla natureza incomum da sua humanidade. É por isso que ele poderia falar e se relacionar tão bem com as crianças, mas ainda caminhar com reis, presidentes e príncipes sem dificuldade.

Sempre que ele entrava em uma sala em que havia bebês... em Aukland, na Nova Zelândia ou na Polônia, as crianças dos países em que você não pode sequer falar a lingua deles, mas o comportamento era tal que elas se chegavam. elas gravitavam para ele. Elas não sabiam que ele era um superstar, elas só sabiam que ele os amava, e isso as atraía para ele.

Essa comunicação acontecia em um nível que está acima de um entendimento normal, tanto que há ocasiões em que ele tinha que sair e as crianças começavam a chorar. Não é apenas uma capacidade de amar é uma vontade de amar e é uma vontade de fazê-lo - sob qualquer forma é necessário transmitir a você que você é amado!

Para algumas pessoas, é o jeito que ele dança, para alguns, é o canto, para alguns, é a transpiração, mas é incrível como ele é tudo o que é necessário e é tão simples como ser sensível às pessoas e sobre o lugar onde ele estaria. Ele era como... ''Onde eu estou agora?''

Ele não quis ir para o Japão sem saber como dizer "eu te amo" em japonês ou ir para a Polônia sem saber como se diz "eu te amo" em polonês e foi para Munique aprendendo como se diz ''eu te amo" em alemão. Era uma vontade incrível de amar, porque se ele não dissesse na língua em que seria compreendido muito potencialmente, se perderia na tradução.

Eu adoro o olhar de seus olhos. Muitas vezes, essas pausas no palco - na minha opinião - não eram são para descansar. Ele não estava recuperando o fôlego, ele estava dando a oportunidade de decifrar o que ele estava fazendo. É como, "Ok, eu fiz isso, agora que você está pensando sobre isso, agora veja o que eu vou fazer em seguida".

Assim, o uso muito poderoso não apenas de uma pausa, mas o seu silêncio. Eu apenas pensei que ele era simplesmente brilhante, simplesmente brilhante no palco. O ''tempo'' era impecável e ele o conhecia melhor do que qualquer artista que eu já vi - como usar o tempo como uma espécie de parte estratégica no desempenho e toda a equipe em torno desse desempenho. Eu amo esse elemento.

Em Black or White. Sua habilidade tática como um criador de imagens para criar as imagens e depois destruí-las, apenas para lhe mostrar que esta é uma falsa identificação.

''Eu vou te mostrar quem você pensa que é e em seguida, vamos falar sobre o que você realmente é'' e depois do processo de fazer essa descoberta de que não somos nem negros nem brancos, somos realmente todos os tons de cinza no meio, e nós estamos indo para destruir esses falsos limites.

É apenas uma coisa poderosa e você sabe que, às vezes, eu penso sobre a medida em que ele foi; E quando eu digo "a medida em que ele foi", quero dizer que ele se dava tanto nessas performances que eu me pergunto se aqueles de nós que apenas se divertiam têm alguma ideia do número de vezes em que ele foi para o palco com uma dor excruciante, a dor física.

Você sabe, os joelhos doem, os tornozelos também podem doer, as costas, há uma dor de dente no lado esquerdo da mandíbula, mas que esse não seria o momento, como ele dizia, para a auto indulgência. As pessoas trabalhavam meses, segundo ele, apenas para comprar um bilhete para assistir ao show. Esse é um ser humano incrível que ama os outros seres humanos.

[Sobre a influência dos SONS COTIDIANOS em Michael]

''Michael poderia ouvir o baque que acontece quando o homem do lixo pega o lixo e, ao mesmo tempo que ele iria ouvir o chilrear dos pássaros, e ele iria ouvir o som dos pés das crianças correndo para o ônibus escolar. Parte do que nós percebemos como timidez é devido ao fato de que ele estaria processando todas as coisas que estivesse ouvindo. Pense nisso, não é somente o ouvir! Ele também estaria processando tudo isso e ''guardando'' em um arquivo de dados, de modo que talvez 20 anos depois, ele olharia para trás e a resgataria, porque seria a coisa perfeita para esse momento.

Eu acho que é simplesmente fantástico. Eu estava explicando isto a alguém e eles estavam dizendo que existem algumas condições onde as pessoas podem estar a tal ponto que elas não podem se conectar com o mundo real e minha resposta foi... ''assim você só ressalta que ele era um gênio, porque ele poderia fazer isso, mas ele o aplicava no contexto do que chamamos ''o mundo real''.

O que nos chamou para uma espécie de ritmo que foi criado por ele. Se você ficar em um círculo e de mãos dadas, o batimento cardíaco de todos estará em sincronia, o nosso coração vai bater em sincronia. Só porque estamos de mãos dadas, porque estamos nos tocando.

Ele tocava o seu público, estivesse ele na arena ou assistindo em um vídeo. Não importa onde está a natureza do contexto. Você está segurando a mão dele e os nossos corações estão batendo nesse mesmo ritmo e é por isso que ele ele é tão amado. O toque humano é incrível e, de alguma forma, algo nele sempre soube disso.''

[entrevistadora] ''Você sabe que eu acho que ele nos tocou espiritualmente também. Há alguém que eu acho que é magnífico e ele foi curado, bem que ele ainda está em uma cadeira de rodas, mas ele pode dançar como Michael. Ele está lá e o espírito de Michael está com ele, segurando-o para cima. Há pessoas com o espírito do Amor, eu realmente acredito que Michael era um homem piedoso, ele poderia até ter sido um anjo. Michael tinha um espírito tão piedoso com ele.''

''A natureza do toque, na minha opinião, é muito mais em um nível espiritual e você sabe o que é tão incrível é porque ele estendia a mão e tocava, e ele não pedia nada em troca. Nada em troca. É incrível, é absolutamente incrível. Então, era um senhor que tinha esse espírito de dançar na cadeira de rodas?''

[entrevistadora] ''Sim.''

''Isso é totalmente incrível e eu gostaria de ver isso.''

[entrevistadora] ''É incrível, ele me enviou um vídeo e eu pensei para mim mesma.... olhe para o que Michael fez... eu nunca vi um artista que nós amamos e que fosse parte de nós e sabendo que ele nos amava.''

''Porque, de certa forma, ele pertence a você. Ele se colocou lá fora desse jeito. Ele deu de si mesmo e eu ainda estou oprimida pela maneira como ele fez isso, porque ele deu de si mesmo e não pediu nada em troca.''

[entrevistadora] ''Quando Michael morreu, eu não sei sobre todos os outros, mas eu imediatamente pulei no computador e eu comecei a tentar encontrar alguém, para que o espaço pudesse ser preenchido. Eu nunca tinha experimentado nada parecido em minha vida. Então, eu fui lá e encontrei um grupo chamado "Fundação Heal The World" e então eu vim para o Twitter e Facebook e encontrei todas essas pessoas que se sentiam exatamente como eu. Mas esse não é o ponto, o ponto é que as pessoas no Twitter e no Facebook desenvolveram habilidades ou começaram a fazer coisas que nunca tinham sonhado que elas poderiam fazer com a sua vida. Foi incrível.''

''Porque é algo sobre ele que nos desafia a fazer isso. Mike é tão vivo para mim, mesmo agora. Eu amo John Mayer, eu amo o que ele disse. Quando lhe foi perguntado sobre Mike fazer a transição, ele disse, 'Nós perdemos uma parte crítica do nosso DNA, como seres humanos.' Eu amo isso, eu pensei que estava tão correto. Há algum vazio que não pode ser suficientemente selado e foi aí que eu gostaria de acreditar, porque [pessoas assim] realmente fazem a transição para um estado de imortalidade.

Eu estou sendo muito egoísta aqui, mas eu realmente gostaria de ter experimentado o CD de balada espiritual no qual eu sei que ele estava trabalhando. Ele estava trabalhando em fazer algo não apenas com Andre Crouch mas ele estava indo para envolver um salmista, e ele é um profeta na África do Sul, seu nome é Kim Clement. Acho que Kim estaria no teclado e no pandeiro, e eu teria adorado ver esse trabalho concluído.

Eu sei que estava em andamento. Eu não sei se todas seriam músicas novas ou inéditas, porque eu sempre pude ver algo como Keep the Faith como parte de isso, mas isso é algo que ele muito queria fazer e estava em preparação séria para fazê-lo. Teria sido fenomenal, tenho certeza.

Havia simplesmente alguns projetos incríveis que - eu acho - se ele tivesse sobrevivido apenas mais alguns anos, estariam aqui fora para nos inspirar e para nós desfrutarmos.

Às vezes eu oro para que essas coisas tenham sido feitas e que estejam escondidas em algum lugar, para que possamos ter essa experiência e eu percebo que é muito egoísta, mas é só o que eu gostaria de ver, porque teria sido uma oportunidade para explorar totalmente outra dimensão do homem por trás da máscara, porque ele era um ser tão espiritual.

Michael não amava para ser amado, ele amava porque isso é o que ele era. Ele era amor. Ele não poderia mudar e não era condicional, não estava à venda, não poderia ser manipulado. Você poderia chutar Mike na cara, ele se viraria e o ajudaria, você pediria perdão e ele o perdoaria e iria dizer que ama você. Ele não pode deixar de amar, era a sua natureza.

É puro, é realmente puro, não está contaminado e eu acho que gera uma tendência a ser suspeito, porque é tão raro. As pessoas não estão familiarizadas com esse tipo de amor. Atuamos tanto em uma espécie de forma mútua, do tipo, ''eu amo você, se você me amar em primeiro lugar. Se você me amar, eu vou te amar de volta.''

Estamos muito desconfiados de brindes e foi isso o que ele nos deu... brindes. Ele não poderia impedir, simplesmente escorria dele, ele era quem ele era.

Eu realmente acredito que canções como Human Nature e Man in the Mirror - que não foram escritas por ele - foram compostas para ele, porque eram coisas que ele precisava de cantar, ele nasceu para cantar essas canções.

Ele nasceu para ensinar às pessoas - o que era o outro aspecto da performance de palco - e há uma parte dele que era um ''capitão de navio''. Havia uma outra parte que estava ministrando às pessoas e essas músicas, ele nasceu para cantá-las. Isso é parte de como ele mudou o mundo.

Eu penso sobre o quão difícil deve ter sido ser um adolescente, passando pela puberdade, lidando com as fugas e os hormônios enlouquecendo mas, apesar de tudo isso, ele foi lá e hipnotizava totalmente o seu público.

Isso não poderia ter sido mais fácil, especialmente porque, como sociedade no mundo ocidental, somos tão influenciados pela aparência física. Eu só acho que é incrível o que ele fez, até mesmo como uma pessoa jovem, mas é também um testemunho do que você pode fazer se você sabe por que você nasceu e eu realmente acredito que ele sempre soube.''

[entrevistadora] ''Sinceramente, acho que se você olhar para todos esses personagens diferentes na Bíblia, você verá Michael uma e outra vez. Quero dizer, é incrível.''

''Ele era um ser espiritual de tal natureza, porque ele era muito amor e você não teria que vir para ele com nada. Então é por isso que ele poderia entrar em uma nação muçulmana e dizer "eu te amo" e eles se chegavam.

Ele poderia andar entre os povos asiáticos e dizer "eu te amo" e eles se chegavam. Há algo sobre a maneira como ele amava, que não causa divisão. Na verdade, ele criou congregações multiculturais e eu acho que é apenas o fato de que ele era apenas puro amor. Ele era livre, não havia uma agenda.

Eu me lembro de quando alguém gritou para ele - não por raiva, era apenas que ele não poderia chegar perto o suficiente para ser ouvido - mas ele gritou, ''Eu ouvi dizer que você se tornou um muçulmano'' como se estivesse preocupado em saber se isso era ou não era verdade.

Ao que Michael respondeu, ''Eu sou um ser humano que se preocupa com você."

Com aquela espontaneidade. Você não pode fazer isso se você não é o que você está dizendo que você é. Isso não vai sair de sua boca de forma imediata, facilmente ou forma convincente. Você simplesmente não pode fazê-lo. Ele pôde dizer isso porque ele quis dizer isso. Ele sabia que era quem ele era.

O cara ficou sem palavras, quero dizer, como você se sente quando alguém diz isso para você. Assim, ele estava essencialmente dizendo, ''De onde estou sentado, isso é menos importante do que o fato de que eu estou aqui e você está lá" o que quer dizer, em última instância, que "Nós dois estamos aqui juntos e eu me preocupo com você."

Isso é tão central para quem ele era e quem ele é. Ele era o amor e ele não poderia evitar e ele compreendeu que alguns dos desafios que surgiram tinham a ver com o fato de que ele se recusou a esconder que ele era o amor. Ele não "agia" da maneira que se espera de um ''superstar''.

by Amalia Amaki


*Amalia Amaki é artista, historiadora de arte, crítica de cinema Afro-americano e curadora [de arte]. Atualmente também atua como Professora de Arte Moderna e Contemporânea na Universidade do Alabama [Tuscaloosa, E.U.A.]

**A entrevistadora Rev. Dr Catherine M Gross é a mesma pessoa que entrevistou o pintor pessoal de MJ - David Nordahl - em 2013 - entrevista essa que eu publiquei aqui no blog em 10 partes.

Fonte: https://mjjjusticeproject.wordpress.com

11 comentários:

  1. Boa noite, Rosane

    É lindo, é tudo, saber que pessoas de classes sociais diferente, letrados e não letrados, de religiões diferentes, viam em Michael um ser humano especial, com uma aura angelical que o diferenciava de outros mortais. Fico sem palavras para fazer algum comentário sobre esse retrato fiel feito por Amalia Amaki.
    Apenas digo que quando num show ele dizia I love you, eu sentia - sem ser
    pretensiosa- que ele estava falando só para mim; as paradas que ele fazia no palco sempre me deram a impressão que, de alguma maneira, ele estava em oração agradecendo os milhões de fãs presentes e ausentes, pela onda de amor que o envolvia naquele momento e, sabia que aquele mesmo amor o envolveria cada vez que fãs o vissem apenas através dos vídeos. Michael é único, eu não me canso de dizer. E como bem disse Amalia Amaki, desde jovem ele sabia porque e para que tinha vindo a esse mundo. Michael suportou tanto sofrimento em vários aspectos com uma dignidade que só um ser espiritualmente elevado poderia suportar, e ainda tinha a generosidade de em público continuar dizendo eu te amo, e essas palavras alcançavam a todos no universo, até aqueles que um dia se disseram seus amigos e o abandonaram na hora em que ele mais precisava.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Mari. Eu concordo com cada uma das tuas palavras e tenho esse mesmo sentimento que, aliás, é da maioria dos fãs. É sempre incrivel como ele continua a alcançar todas as classes de pessoas, das mais simples às mais letradas.

      ♥♥♥

      Excluir
    2. Boa noite, angel do Michael!

      Eu também concordo com as palavras de Mari. Michael é único, ele realmente era e continua sendo o Amor neste mundo. Eu sempre senti isso. Eu sentia que Michael era um ser espiritual, capaz de tocar os corações das pessoas de uma forma inexplicável! Também acho incrível como ele alcançou e continua a alcançar todas as classes de pessoas em toda parte do mundo! Sou um exemplo disso. Hoje, 31 anos depois, reflito admirada, sobre como uma adolescente como eu, que morava na zona rural, onde até naquele ano em que comecei a amá-lo, não tínhamos nem Televisão, pois não havia rede elétrica, tornei-me uma fã igual, com os mesmos sentimentos das(os) fãs das principais capitais do Brasil e do mundo, e agora estou aqui testemunhando esse amor imenso que sinto por ele porque percebi que ele merecia/merece toda essa devoção!

      Mais uma matéria maravilhosa, Rosane!!! E, mais uma vez, quero te parabenizar e te agradecer por trazê-la para nós. Você não faz ideia do quanto isso traz conforto e alegria ao nosso coração! God bless you! :) ♥

      Excluir
    3. Bom dia, Regina. Obrigada pelas palavras carinhosas.

      Sim, eu me identifico com o teu sentimento. Tendo eu crescido em uma cidade no interior do estado, na minha infância e adolescência, isso não foi um impedimento para encontrar Michael e essa identificação. Não existem distâncias, realmente. Mesmo agora, quando ele está vivendo no mundo espiritual. Pelo contrário, Michael está mais vivo do que nunca.

      ♥♥♥

      Excluir
  2. Como que faz pra juntar os caquinhos do meu coração agora?
    Falando sério, este texto é algo que vai além da nossa interpretação racional, é uma viagem espiritual em tudo o que o Michael é, e em tudo que ele nos ajuda a ser. Eu estou simplesmente com meu coração agradecido a esta moça que eu nem conheço,mas que traduziu tão lindamente nossos sentimentos por este ser tão iluminado.
    Onde quer que ela esteja neste mundo, que Deus possa abençoa-la demais. Foi um dos textos mais lindos que já li referente ao Michael e ele traduz exatamente a minha visão, o meu sentimento e a minha conexão com ele.
    Muito obrigada por sempre trazer essas coisas tão lindas pra nós Rosane.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que vc encontrou essa identificação, Van. Essa professora também está dando um curso de audio visual na universidade e ela conta que metade do conteúdo é baseado em Michael. Uma maravilha de aula, imagine.

      Excluir
  3. Concordo com a Vank Jackson, este texto vai além da nossa interpretação racional, o que mostra que Michael, como a própria autora diz, é Amor.
    Imagino a paz e alegria que reinam onde ele está, e aqui embaixo, muita gente ansiando para ir ter com Michael quando chegar a hora, mas ainda tem-se muito a aprender com Mike; ele já nasceu anjo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, nessa última encarnação, já veio anjo. ♥

      Excluir
  4. Boa noite Rosane,

    estava sem internet há vários dias ( até mandei um e mail pra você do celular mas acho que ficou preso) e só hoje pude entrar aqui e não poderia deixar de comentar sobre esse relato de Amalia Amaki, principalmente porque não se trata de uma pessoa leiga mas alguém que tem formação e suficiência no assunto de arte, música e história.
    Realmente são tocantes as palavras de Amália e fiquei emocionada como todas que comentaram aqui.
    Muitos sentem mas poucos tem coragem de admitir que Michael tinha um poder dentro de si que movia corações no sentido do bem, de almejar algo melhor ou simplesmente ficar perto dele e sentir esse imenso amor.
    Adorei ler isso e obrigada mais uma vez amiga por essa pérola!

    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Francisca, realmente eu não recebi o teu email :( mas que bom que a situação da tua internet normalizou, agora! :)

      Sim, o texto da Amalia é tocante. Eu traduzi as partes mais significativas, porque a entrevista dela tem o dobro do volume acima. Ela é realmente empolgada e seduzida pela influência de Michael, a ponto de colocá-lo como tema em seus cursos. Que maravilha!

      Excluir
    2. Bjs.. e um ótimo final de semana para vc! :)

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! :)
Os comentários são moderados [a fim de evitar spams]
e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line.
Esta página é feita com amor e eu agradeço a sua presença.
*Rosane [admin. do blog]

Obs.: Para assuntos não referentes à matéria eu peço que utilize o email [cartasparamichael@gmail.com] ・。.。・゚゚・。.。・゚゚・。❊

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...