Diana Walczak (02)

[Foto modelo para a estátua HIStory]
''Uma vez, antes do projeto da estátua HIStory, eu encontrei Michael Jackson sem conhecê-lo. Em Maio de 1990, eu estava com o meu irmão mais novo e tinha estacionado o meu carro na Sunset Boulevard, em West Hollywood em direção à clássica Tower Records.

Nós caminhamos passando por um belo, grande e antigo conversível com interiores em madeira, com a parte superior aberta. Eu comentei com meu irmão a respeito de como aquele carro era bonito. Meu irmão queria olhar para as coleções de Mozart, por isso, nós pedimos ao caixa na entrada que nos apontasse para elas. 

No corredor dos box set de Mozart, eu senti um doce aroma de perfume vindo do meu lado esquerdo e olhei naquela direção. Era Michael Jackson olhando para a coleção de Mozart, também! O que passou pela minha cabeça, em seguida, foi a de que, claro, Michael Jackson é o Mozart do nosso tempo. 

Era inconfundivelmente ele: vestia calças pretas e uma camisa vermelha, um chapéu preto com alguns fios de cabelo ondulados sobre o rosto. Eu devo ter olhado de alguns segundos para mais, e ele rapidamente saiu da loja. Quando nós fizemos a nossa compra, o caixa perguntou se nós não tínhamos visto Michael Jackson. 

Nós caminhamos até a porta e vimos Michael Jackson virando a esquina e passando direto por nós, naquele maravilhoso carro que nós tínhamos visto antes. Eu nunca poderia ter adivinhado que, quatro anos mais tarde, eu iria encontrá-lo cara a cara e trabalhar com ele em um grande projeto! 

Eu só estou percebendo agora que eu estava grávida do meu primeiro filho nesse dia em 1990, quando eu encontrei Michael Jackson na Tower Records e eu estava novamente grávida do meu terceiro filho em 1994, quando eu conheci Michael em New York para a sessão das fotos HIStory

Na sessão de fotos, Michael me deu sua jaqueta para que eu a guardasse como referência. A princípio eu recusei, "Oh não, eu não posso aceitar isto." E ele respondeu, "Leve, você pode ficar com ela. Eu tenho outra."

No trem, de volta para casa, eu ficava espiando a jaqueta na minha bolsa. Eu não podia acreditar que eu tinha a jaqueta de Michael Jackson na minha bolsa! Certamente eu era a pessoa mais sortuda no trem naquele dia. A Sony pediu a jaqueta de volta em algum momento de 1995. Infelizmente, eu a enviei de volta. 

Eu observei recentemente que a jaqueta está pendurada no fundo atrás de algumas das fotos da escultura, enquanto ela ainda estava molhada. Apesar dela não estar comigo, a imagem desfocada é, contudo, uma bela lembrança deste momento muito especial na minha vida. ''

[Sobre o Brasil] ''Eu estou muito impressionada pela enorme população de fãs no Brasil do maior artista do nosso tempo, Michael Jackson. [...] Eu estive no Rio de Janeiro em 2003 e adorei tanto e foi muito difícil ter que partir. O Brasil é um dos meus países favoritos e eu tenho sonhado em visitar novamente, algum dia. Amo a todos vocês.''


Depoimento editado a partir de uma entrevista concedida para Aaow!

Fonte: http://tally777.tumblr.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...