Remember The Time: Protecting Michael Jackson

Michael em um voo de balão em 1984
Bill: "As pessoas em Goodstone tem uma lista de atividades e atrações na área, coisas para fazer com as crianças. Havia vários campos de batalha da guerra civil que oferecem passeios. Nós não estávamos muito longe de Hersheypark, o parque de diversões no sul da Pensilvânia.

Estava na lista junto com algumas outras coisas, incluindo um passeio de balão de ar quente. Quando eu vi a lista pela primeira vez, achei que o passeio de balão era a última coisa no mundo que Michael Jackson iria querer fazer.

Resultou que foi a primeira coisa que ele escolheu. Ele ligou e disse que queria levar as crianças para andar no balão de ar quente. Eu não podia acreditar.''

Javon: ''Virei-me para ele e disse: 'Balão de ar quente.. ele sabe que ninguém vai nisso, certo?'

Javon: ''Bill sabia que não iria em nenhum balão de ar quente. Eu disse: 'Eu não vou lá. Absolutamente não. Nã-não.'

Nenhum de nós queria fazê-lo, mas um de nós deveria estar com Sr. Jackson em todos os momentos. Assim, por todo o tempo de pré-viagem estava pensando... 'quem vai ser? Um de nós teria que se apresentar.'

Bill: ''Nós tivemos que sair de casa às 05:30 para chegar à base de lançamento às 06:30. Era uma equipe de marido e mulher que operavam o passeio de balão. Por costume, não sabiam quem iria voar. Eles pensaram que seria apenas uma família de turistas regulares.

Chegamos e fomos através de todo o exercício, contando às crianças sobre como trabalha o balão as precauções de segurança e esse tipo de coisas. Houve uma pequena refeição organizada por eles antes da viagem começar. 

Quando chegou o momento de voar as crianças estavam tão animadas que mal poderiam esperar. Elas correram e pularam com grandes sorrisos. Javon e eu meio que nos separamos para trás e Sr. Jackson disse:

"Não vêm, rapazes?''

Olhei para Javon, assim: ''Acredito que Javon vai, senhor'', lhe disse.

Javon disse "Não, assim estou bem. Assim estou bem.''

Houve um pequeno silêncio constrangedor. Sr. Jackson disse:

''O quê? Têm medo, rapazes?''

Não ia dizer ao homem que tinha medo de andar naquele maldito globo. Eu disse:

"Não, não temos medo. É o que você pode dizer.''

"Não, não. Não é isso... é que... você sabe. Só não sentimos vontade.''

Ele disse: Bem, por que vocês não ficam aqui e continuam na van? Acho que estaremos bem.'

Eu disse: "Eu acho que é uma boa idéia, senhor, vamos ficar de olho daqui de baixo."

Assim seguimos o balão com a van. Eles estavam bastante altos. Era um belo dia de verão, não havia muito vento soprando. Ainda assim, eu estava feliz. Eu não estava lá. Quando finalmente pousou Sr. Jackson veio até mim e disse:

"Bill, o cara que pilotou o balão, eu acho que tirou uma foto."

Às vezes se poderia pensar que estava sendo demasiado paranóico com esse tipo de coisa, e às vezes era justo e muitas vezes, com razão. Aproximei-me do homem e disse:

'Ei, eu preciso ver o seu IPhone.'

Tinha um dos novos IPhones. Eu fui através das fotos e é claro, esse cara tinha tentado tirar uma foto às escondidas. Tudo o que ele conseguiu foi a parte de trás da cabeça do Blanket, mas era a violação da privacidade que importava para Sr. Jackson, inclusive ao tentar relaxar e divertir-se em férias, não podia confiar em ninguém. Esta imagem foi removida.''

 Extraído do livro Remember The Time: Protecting Michael Jackson in His Finals Days escrito por Bill Whitfield e Javon Beard - ex-guarda-costas de Michael Jackson.

Fonte: http://michaeljacksonmyobsession.blogspot.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...