Entrevista com o fotógrafo John Isaac


Extratos de uma recente entrevista concedida pelo fotógrafo John Isaac ao fórum ''Michael Jackson Taiwan''


Você pode compartilhar conosco a primeira vez que você falou com Michael Jackson?

Sim, me lembro que um dia recebi um telefonema e o Michael me ligou e disse na sua voz suave: "Ei! É o John?" Então eu disse: "Sim, sou eu. Quem fala?"
A voz no telefone respondeu: "Eu sou Michael Jackson."
E eu totalmente não acreditei que fosse uma chamada de Michael Jackson e desliguei. Poucos minutos depois, o telefone tocou novamente, desta vez a partir do gerente da MJJ Productions, Bob Jones, que confirmou que o telefonema era realmente de Michael Jackson. ''Ele só quer que você saiba que ele comprou o pôster da ONU que você fotografou e ele espera pedir para você autografar."

Onde foi a primeira vez que você se encontrou com Michael Jackson?


Em 1996, Michael Jackson e Spike Lee foram ao "Syvercup Studios" em Queens, New York, para filmar o curta They Don't Care About Us, foi a primeira vez que o vi. Me lembro de quando ele me convidou para ir ao estúdio e assinei seu pôster na UNICEF, acho que esse movimento é muito interessante porque quando eu estava assinando para ele, sempre achei que essa ação deveria ser o contrário. Mais tarde, fiquei para assistir ao ensaio do curta-metragem They Don't Care About Us, quando fiquei profundamente impressionado com seu talento.

Você já era fã do seu trabalho antes de trabalhar para Michael Jackson?

Gosto muito da música dele e da dança, também assisti muitos vídeos dele na TV, assisti muitos dos seus videos no canal da MTV, como o muito famoso Thriller. Ao mesmo tempo, eu também sou Elvis Presley e outros artistas do rock e blues, e Johnny Cash é um dos meus ídolos.

Quais suas memórias especiais sobre a turnê HIStory?

Para as lembranças do show, para ser honesto, não posso apontar qual show é o mais especial, porque acho que todo show é diferente e especialmente emocionante, então eu gosto de todos os shows. Mas uma das performances tem um momento especial, que ainda me impressiona, lembro que foi no segundo concerto HIStory.
Michael estava cantando Heal The World e coisas inesperadas aconteceram. Ele, de repente, se aproximou de mim e pegou minha câmera, eu tirei duas fotos de nós dois, porque eu sempre carrego duas câmeras, então Michael as pegou diretamente. Tiramos as fotos e elas se tornaram parte da turnê!
Além disso, do ensaio eu só participei uma ou duas vezes, e pude ver que Michael era um perfeccionista, desejando sempre fazer o melhor show, então ele pedia à sua equipe para fazer o seu melhor.

Em outubro de 1996, Michael Jackson veio a Taiwan para realizar três concertos de turnê HIStory: Qual a sua impressão sobre Taiwan?

Estou muito feliz que pudemos ficar em Taiwan por alguns dias e fazer uma pausa. Eu apreciei minha viagem a Taiwan, mas infelizmente não pude visitar algumas coisas que me interessam em Taiwan porque passei a maior parte do tempo com Michael. Além disso, ainda tínhamos três shows a serem realizados, então espero voltar ao país um dia e fazer algumas fotografias de rua, eu gosto de algumas das paisagens que vi em Taiwan.

Em setembro de 1997, Michael realizou um concerto histórico em Ostend, na Bélgica, e dedicou a performance a Diana, a princesa de Gales. Você tem alguma lembrança di
sso?

Eu lembro que ele começou a chorar e tentou se ocultar no fundo do palco, ele sabia que não poderia estragar o show e não poderia decepcionar os fãs. Ele realmente amava a princesa Diana e estava triste com sua morte.

Michael e você mencionaram por que ele não foi para os Estados Unidos para fazer um concerto HIStory?

A esse respeito, Michael não me explicou por que ele não excursionou pelos Estados Unidos, mas lembro que ele mencionou para mim que queria ir para a China continental.


John, qual das fotos que você tirou para o Michael foi sua foto favorita?

Há uma série de fotos de Michael com as crianças africanas. Na época em que estávamos em Sun City, na África do Sul, Michael estava cercado por todas as crianças, uma das minhas fotos favoritas, e a outra foi em Los Angeles e Mai. Uma foto tirada durante o ensaio do concerto para toda a equipe da turnê.

Há alguma lembrança especial sobre você e Michael Jackson em Sun City, na África do Sul?


Sim, o tempo que passei com Michael em Sun City foi muito interessante, ele convidou algumas crianças africanas, todos nos divertimos muito e o tempo que passei me transformou em criança. Eu me senti como um menino em uma loja de doces.
Quando estávamos em uma turnê histórica na África do Sul, o então presidente da África do Sul, Nelson Mandela, também assistiu à apresentação de Michael e, após o final, convidou Michael para ir almoçar em sua casa. É uma coisa maravilhosa ver o Sr. Mandela com seus próprios olhos, porque ele é um dos heróis da minha vida. Antes disso, tive o privilégio de vê-lo uma vez quando ele veio para a sede das Nações Unidas em New York, a fim de participar da Assembléia Geral da ONU, mas almoçar com ele e Michael foi ainda mais especial para mim.

John, você já esteve na mansão mágica de Michael Jackson?

Sim, eu tive o privilégio de ir lá algumas vezes, e quando eu visitei Neverland pela primeira vez, esse sentimento se fez inesquecível para sempre.Quando entrei no rancho Neverland, senti como se estivesse entrando na terra das fadas. Como um menino. Eu me lembro de uma casa, havia vários aparelhos de TV na parede, e os desenhos animados favoritos das crianças eram exibidos o dia todo
Eu me hospedei na suíte da Liz Taylor e no rancho havia uma sala de cinema do tamanho certo no parque da mansão. 
Neverland é realmente um lugar grande, havia um zoológico, porque Michael gostava de animais. Havia também um pequeno trem com alguns vagões. Os engenheiros de trem verificavam os freios regularmente e o conduziam, e eu fui sozinho com eles para um passeio ou pegava o trem para o parque de diversões. Foi uma experiência inesquecível.
Quando eu ficava lá, assistia a alguns filmes no cinema, onde havia máquinas de pipoca e doces como nos outros cinemas. Uma noite, enquanto assistia a um documentário sobre Michael Jackson no teatro, senti alguém entrar, mas no escuro eu não sabia quem era o homem, ele ficou em silêncio. Ao meu lado, estava Michael Jackson, e assistimos a um documentário sobre ele.
Em outra noite, assisti a um filme com Michael no cinema, e ele era uma pessoa muito filosófica, e sempre falava comigo sobre filosofia e o significado da vida. Compartilhei com ele as histórias de crianças que filmei em todo o mundo, as histórias que conheci quando trabalhei para as Nações Unidas, a maioria delas experimentou muitas guerras e sofrimentos, e Michael era muito sensível a respeito das crianças desafortunadas. Existia uma grande empatia, em sua definição nenhuma criança no mundo deveria experimentar qualquer sofrimento, portanto, nós devemos todos ajudar todas as crianças necessitadas ao redor do mundo.
Michael me disse: ''John, quando as pessoas recebem presentes e coisas dos outros, elas ficam muito felizes, enquanto outras gostam de ser as doadoras, eu quero ser a segunda." 
Uma das principais razões pelas quais eu trabalhei para ele.

Muitas pessoas dizem que a estátua na capa do álbum History mostra a arrogância de Michael, o que você acha disso?

Eu não acho que isso seja arrogância. Se você trabalhou para Michael, ou se você teve a oportunidade de se aproximar dele e realmente conversar com ele, deve ter descoberto que ele era uma pessoa diferente, muito lisonjeira e compassiva, completamente diferente do que a mídia descreve, e em muitos aspectos, a mídia sempre foi muito injusta com Michael.

Você esteve em orfanatos com Michael muitas vezes, que tipo de experiência e sentimento você guardou?


Sim, durante a turnê HIStory tive o privilégio de visitar orfanatos e hospitais infantis em muitos países com Michael, que esperava sinceramente fazer o melhor para satisfazer e encorajar aquelas crianças que não podem desfrutar dos direitos humanos em geral. Crianças que não puderam desfrutar de uma infância feliz devido a doenças ou guerra. Às vezes, ele tirava seus casacos no momento e os presenteava diretamente para as crianças no hospital, visitando as crianças, acho que ele era o momento mais feliz!


Você é o primeiro fotógrafo a fotografar Michael e sua família. E sobre a oportunidade de você tirar uma série de fotos de família?

Naquela época, ele queria um grupo de fotos de bebê e uma foto de grupo da família. Este tipo de foto também é necessário para cada família. Eu sou muito grato porque ele poderia escolher qualquer outro fotógrafo para este trabalho. Mas ele me escolheu, o que foi uma honra para mim.


Você tem alguma lembrança das duas esposas de Michael, Lisa Marie Presley e Debbie Rowe?

Quando eu estive na África do Sul e ele realizava um show de turnê, tive o privilégio de conhecer Lisa. Quando eu estava crescendo na Índia, eu era um fã fiel de Elvis Presley. Lisa se mostrou muito amigável e doce naquele período em Sun City, na África do Sul. Além de ter a sorte de conhecer Lisa, eu também conheci a mãe de Michael, Katherine Jackson, que é uma senhora muito agradável. Quanto a Debbie, eu me dou muito bem com ela, ela também é uma pessoa muito boa.

Depois que Michael teve um filho, ele mudou muito?

Neste momento, eu não estava perto dele porque meu contrato com ele só envolvia a parte da turnê, então eu não estive mais próximo de sua vida privada.

John, Michael lhe trouxe alguma inspiração ou mudança para você?

Por causa de seu amor e compaixão pelas crianças e sua sensibilidade para com a natureza humana, isso me inspirou a tentar amar todas as pessoas que conheci, e tento ser compassivo com as pessoas como Michael era, eu estou agindo conforme ele. Seu talento é admirável e Michael me fez acreditar que minha fotografia é bem-sucedida, e essa crença continuará até que eu morra.

Quando você ouviu a notícia da morte de Michael Jackson, onde você estava?

Eu me lembro de estar em minha casa em New York na época. Isso foi algo chocante, não podia acreditar que fosse verdade, a morte dele é tão triste.

Finalmente, como você quer que as pessoas se lembrem dele?

Espero que as pessoas possam lembrar que Michael é dono de uma alma gentil e que as pessoas saibam que ele era cheio de bondade para com a natureza humana e que amava todos os seres humanos, especialmente aqueles que estão doentes ou órfãos.
Em algum momento, algumas pessoas sempre acreditam incondicionalmente no amor, e Michael Jackson sempre foi uma pessoa assim, então eu quero que todos no mundo saibam o quão bonito ele era. Eu li algumas poesias para ele escritas pelo famoso poeta e filósofo indiano Rabindranath Tagore, que dizia:
''Não deixe meu amor se torne um fardo para você, porque é a minha livre opção amar você."  Mike gosta muito desse poema.

Ao mesmo tempo, eu também espero que as pessoas possam entender, ele gostava e respeitava muito a Madre Teresa, ele queria muito se encontrar com ela, mas infelizmente quando ele passou por Calcutá, na Índia, ela não se encontrava lá.
Além disso, há uma coisa que para mim foi muito emocionante, eu quero compartilhar com você, houve um momento em que Michael me disse: ''John, eu quero que você seja os meus olhos, então eu compreendo que eu não posso ver tudo ao mesmo tempo, por isso eu gosto das fotografias que você me mostra.''

Estas foram para mim, palavras comoventes. Eu tenho um plano de caridade não cumprido com Michael, ele esperava que eu trabalhasse com ele para lançar um livro, acho que ele mostraria o outro lado de Michael para o público, ele gostaria de publicar alguns poemas para crianças. Com as fotos que eu tirei para ele ao redor do mundo, aquelas fotos tiradas em orfanatos e hospitais infantis, infelizmente, o projeto não foi adiante.

Tradução: Rosane [blog C.P.M.] via fórum Michael Jackson Taiwan.
Todas as fotografias acima são de propriedade de John Isaac.

11 comentários:

  1. Gente, será q posso desabafar aqui.
    Eu estou tao pensativa nisso. Preciso compartilhar com alguem.

    Bem, eu tenho 25 anos..
    Nunca na minha vida fui fa de Michael Jackson.(até alguns meses) Lembro de ter visto alguns dos clipes deles. Em algum momento da adolescencia.Mas nunca me interessei, lembro de ter ouvido falar q ele era negro e quiz ficar Branco. Nunca fui atrás da vdd.E acreditei nisso.
    O achava um homem q nao aceitava a propria raça e aparência. Pq via q ele tinha mudado muito com o tempo. Mas só. Tbm. Não me preocupava com isso tao pouco fazia diferença na minha vida. Nem qndo ele morreu, nao senti nada. Nem me afetou, lembro de falar q nao aguentava mais a tv falar dele.
    Dai a algum tempo, este ano acho q em Setembro se nao me engano.Vi alguma coisa no you tube, de ele estar vivo. Vi, e fiquei curiosa em saber mais, até cheguei a pensar q ele estivesse vivo.
    Bem gente mas então fiquei obececada nele. E sei lá pq, li várias coisas. Vi filme,Vi os clipes, ouvi as musicas,vi entrevista,fotos,tudo sobre ele eu procurei,me apaixonei eu acho,senti ciumes, raiva, compaixão, desejo,vários sentimentos me ocorreu, e o mais triste é saber q ele esta morto, e tbm q eu só fui o descobri depois de 10 anos da sua morte.E q tudo q eu ler ou ver. Tem a chance de não ser vdd, exceto o q ele deixou gravado, achei este blog. Uma bênção. Rsrsrs obrigada Roseane. Nao te conheço mais tenho um carinho enorme por vc.Obrigada, obridaga, obrigada!!
    Mas gente o q qria mesmo saber e se alguem tbm ja passou por isso, me sinto as vezes, tola nem sei explicar por gostar assim de alguém q ja se foi, e q só comecei a gostar depois q ele se foi.10 anos depois pra ser precisa.
    Lembro q depois q comecei a pesquisar sobre ele,numa sexta feira, vi o tanto q ele era caridoso, e amava crianças. Dai no sábado vi no Caldeirão, uma materia sobre crianças. E depois no domingo de novo em outro canal. Falo em questão de ajudar , de as crianças serem a salvação para o mundo. Será um sinal? Senti assim. Tipo um acorda pra mim, faço algo pelas pessoas e o mundo. Nao em questao de dinheiro pq nao tenho. Mas em questao de ae doar mais pelas pessoas.
    Nao sei se estou só entusiasmada, nao sei. Mas eu gente cheguei até a pedir a Deus para tirar ele da minha cabeça. Pq tava demais. Pensava nele o dia inteiro. Agora to mais calma ao assunto mas msm assim. Tenho um amor por ele.
    Bem gente sem mais delongas, pq ta grande demais este texto já..
    Mas me falem é normal? Ou será q estou ficando louca?
    Help, please. (Foi preciso muita coragem pra publicar aqui, não me julguem por favor.
    A meu nome é Karine.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Karine! :) Em primeiro lugar, seja bem vinda e obrigada pelo carinho de suas palavras em relação a mim e ao blog.
      Em segundo lugar, acredite que ninguém está aqui para julgar os sentimentos dos fãs, somos todos(as) apaixonados(as) por Michael Jackson.
      Sim, seu sentimento é normal, vc deve ter visto que há apenas dois dias atrás eu publiquei o depoimento lindo de uma fã da India, chamada Divyajyoti, que é um perfeito exemplo de como podemos amar de forma incondicional este ser humano maravilhoso chamado Michael Jackson.
      Tenho publicado também o depoimento de leitoras do blog, dando seu testemunho e, além desses, há centenas de outros depoimentos aqui publicados, de pessoas espalhadas por diversos países, as quais contam suas histórias a respeito de como suas vidas foram tocadas por Michael, mesmo que o tenham conhecido somente após o falecimento dele.
      Porém.... a morte não existe de fato, é somente uma passagem e certamente Michael vive no plano espiritual. E ele recebe nossas vibrações de amor vindas de todos os cantos deste nosso planeta.
      Vamos cultivar esse sentimento maravilhoso sem termos vergonha, porque nada neste mundo é mais belo do que o Amor.

      ''AMOR... É DISSO QUE O MUNDO PRECISA... ESSA É A COISA MAIS IMPORTANTE DO MUNDO..''(Michael Jackson)

      Grande abraço, sinta-se em casa.

      Excluir
    2. Olá Karine ! Bem vinda ao Clube!! o mesmo aconteceu comigo, conheci as músicas que fizeram mais sucesso aqui no Brasil , gostava dele por ele ser um exepcional dançarino e cantor mas só....
      Mas agora, depois de descobri-lo , ele é a pessoa que nem sei como descreve-lo em minha vida....ele está em meus pensamentos 25 horas por dia, está nas minhas orações diárias...está nas paredes do meu quarto, está tatuado em meu corpo....e está definitivamente dentro do meu coração , é tanto amor que nem sei como nem porque, só sei que ficará comigo até depois da morte...

      Excluir
    3. Oi Raquel,muito obrigada,fico tão feliz, tão bom, saber q como eu tem várias pessoas no mundo que compartilha o mesmo sentimento.
      Estou até me sentindo mais leve.
      È sem explicação, mas é tão bom.
      Obrigada, por responder.



      Errata, no meu primeiro comentário escrevi 10 anos. São 9 anos. Foi mal.

      Excluir
  2. Primeiramente, obrigada de novo. E nossa sem palavras, vc acalmou meu coração aflito, gratidão.
    Pensei q vc nem fosse responder a mim, eu estou tão maravilhada, de novo obrigada.
    Sim vi, o depoimento da fa da india, mas o vi depois de ter feito o meu comentário e senti de novo como um sinal. E isso é tão incrível.
    Optei por comentar na sua última publicaçao, para assim ter a chance de vc me responder.
    Vi tbm sobre seus sonhos, e q vc é espírita, eu não sou, mas acredito muito, porque na minha vida e na minha família, acontecem muitas coisas. Inacreditáveis. Que só no espiritismo encontrei resposta. ( não vou entrar muito no assunto)
    Mas acredito q em algum lugar depois da minha ida, vou poder o conhecer, mas nao terei mas este sentimentos, por ele da carne q falo.
    Será só amor puro amor inoscente!


    Mas uma vez obrigada,te admiro muito. ROSANE
    Vc me traz tanta luz sem saber. E Sou grata por isso.

    E MJ meu eterno e grande amor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karine, qualquer lugar no blog onde vc deixe seu comentário, seja em um post atual ou bem antigo, eu vou receber a notificação, então fique à vontade para comentar em qualquer post, igual às outras leitoras. :)
      Também sou grata a vc (e aos outros leitores), e fico contente de saber que este trabalho que faço com amor tem o retorno, chega até os corações que precisam desse carinho, criar essa conexão com a alma de Michael. É o que desejamos, nos aproximar dele, e ele também sempre quis se aproximar de seus fãs.
      A vida tem circunstâncias misteriosas... algumas coisas são apenas predestinadas a acontecer. O AMOR é a energia mais poderosa desse Universo. Ele move montanhas.
      Tenho a plena fé de que um dia, vc poderá encontrá-lo e lhe dar um abraço.
      Obrigada pelo carinho e pela companhia nesta noite de sábado! :)

      Excluir
  3. Olá Karine,

    achei lindo seu depoimento e quero dizer que comigo foi parecido com o que aconteceu com você. Eu nunca tinha ouvido falar sobre Michael Jackson, nunca mesmo e hoje eu penso como isso foi possível rsrsr
    No dia de sua morte eu o vi pela primeira vez na TV através dos noticiários e me chamou atenção o fato de falarem tanto sobre ele, isso durou semanas. Me despertou a curiosidade de saber quem ele era pra sua morte ter tanta evidência na mídia.
    Eu não sou uma pessoa fácil de me impressionar e nunca fui fã de nenhum cantor ou artista e já não sou tão jovem como você mas me apaixonei perdidamente pelo ser humano que foi Michael Jackson a ponto de não desgrudar da TV nos dias que se seguiram aquele fatídico dia de 25/06/2009.
    Saí comprando tudo que eu pude, livros, CD, DVD e quanto mais eu sabia sobre ele mas impressionada ficava com sua arte, sua dança, suas músicas e principalmente sua alma repleta de amor e de uma grandiosidade para repartir, doar, realmente um dos maiores filantropos que esse mundo já viu.
    Ainda poderia te falar tantas coisas mas fica pra outra ocasião, só posso te dizer que é normal o que está acontecendo com você e o mais importante, Michael Jackson só faz bem a alma e ao coração.
    Bjos.

    PS.: concordo com você, esse blog é maravilhoso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela parte que toca ao blog, e pelo seu apoio à Karine. ☺ Seu comentário foi um lindo depoimento de fã. Bjs.

      Excluir
    2. Oi, Francisca, que delicia seu depoimento, me vi tbm em suas palavras,vc falou tão bem. Amei cada palavra.
      Obrigada, pela atenção e carinho. Por tirar um pouco do seu tempo, para vir aqui me responder.
      Bjos no seu coração.!

      E com certeza, Mj faz tão bem a nossa alma. Inexplicável.

      Excluir
  4. Pois é Karine, somos aqueles elos de uma corrente, os soldadinhos do amor que Michael dizia ajudando uns aos outros.
    Disponha sempre que precisar.
    Obrigada a você também Rosane.

    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo ver Michael ver unindo pessoas que, de outra maneira, não cruzariam pelo mesmo caminho. Lindo mesmo.

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! Este é um espaço de amor à memória de Michael Jackson. Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line. [Rosane, admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...