O exemplo da paternidade


''Michael tornar-se pai foi a conclusão de tudo. Não importa o que ele enfrentou no lado de fora, sua felicidade - sua lembrança do que era importante na vida - agora centrada em Prince, Paris e Blanket. Fizeram-no feliz: eles levaram a sua solidão e deram-lhe um propósito maior do que a música.

Seu desempenho como um pai era um exemplo do que deve ser a paternidade. Ele incutiu neles o amor que a mãe deu a nós, e ele forneceu o tipo de paternidade emocional que nosso pai, não por culpa própria, não poderia.

Michael era pai e mãe em um e ele tomou essa dupla função muito a sério. Isso não significava que era uma tarefa simples, porém: sua disciplina era autoritária sem ser física. Eu lembro-me de uma vez quando ambos, Prince e Paris, estavam agitados e eu estava visitando a eles com os meus filhos. Na voz de Michael não havia sussurro de vento, naquele dia: ''Eu estou tão envergonhado de vocês estarem agindo dessa forma'', ele disse a eles. "Agora, vão para seus quartos!"

Ele foi enorme em ensinar-lhes boas maneiras, respeito e bondade, e ele insistia que eles falassem quando alguém entrasse na sala. Ele dizia, ''Apresente-se... Diga Olá... Diga o seu nome."

Quando um adulto entrava, não era desculpa para distrair-se com brinquedos. Sua franqueza era parte da comunicação honesta que ele sentia ser primordial em criar um filho: sempre dizer-lhes, a cada dia, que você os ama; abraçá-los e estar com eles, quando eles caem no sono, para que eles confiem que você vai estar lá para eles - como ele sempre esteve.''

Extraído do livro You Are Not Alone de Jermaine Jackson,

10 comentários:

  1. Lindo exemplo de pai/mãe, e o trabalho foi tão bem feito, que as pessoas que conhecem os filhos de Michael de perto, só têm elogios.

    ResponderExcluir
  2. É perfeição demais...
    Antes deles nascerem Michael leu muitos livros sobre educação infantil, ...
    Ele se preparou ao máximo para a chegada das crianças e o resultado não poderia ter sido melhor. Só existem elogios sobre Michael como pai e sobre a educação das crianças.
    Ele também cumpriu esse papel com maestria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade... como disse a Debbie, ele PRECISAVA ser pai!! Nasceu para isso!!

      Excluir
    2. Sempre que vejo uma foto de Paris fico imaginando...
      se ele estivesse aqui...
      Paris casando e ele a conduzindo até o altar... seria sublime!

      Excluir
    3. ...ou com os netos....

      Excluir
  3. E não é uma tarefa fácil educar filhos, posso assegurar.

    Ainda mais, sem advertências físicas, impor respeito com amor.

    Admiro demais esse homem por tudo, mas principalmente, como pai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem é pai ou mãe, sabe bem como é dificil e cansativo...

      Excluir
  4. Mias uma linda e verdaeira passagem do livro Y.A.N.A.! Concordo com todos os comentários.

    Lamentavelmente, esses três privilegiados filhos perderam o pai tão cedo! :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim... e nenhuma herança do mundo pode substituir o afeto perdido.

      Excluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! :)
Os comentários são moderados [a fim de evitar spams]
e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line.
Esta página é feita com amor e eu agradeço a sua presença.
*Rosane [admin. do blog]

Obs.: Para assuntos não referentes à matéria eu peço que utilize o email [cartasparamichael@gmail.com] ・。.。・゚゚・。.。・゚゚・。❊

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...