A verdade objetiva como base para o jornalismo


''Como jornalistas, temos o dever de deixar de lado as noções subjetivas e nos concentrar na verdade objetiva. No caso de Jackson, parece que para muitos observadores o subjetivo se instalou ao longo dos anos como sedimentos no fundo de um oceano antigo, formando uma massa sólida ainda por vezes confundida com objetividade.

Cinco anos após a morte de Jackson, algumas dessas camadas parecem ter sido desgastadas, a julgar pelo ressurgimento de seu trabalho - seus ganhos fornecem evidências inequívocas de uma mudança.

Dado o seu impacto contínuo na cultura global e nos negócios do entretenimento, parece provável que essa tendência continue, mas ainda há um caminho a percorrer antes que o objetivo supere totalmente o subjetivo. Esse é um bom objetivo para definir como um presente de aniversário futuro para o Rei do Pop.''

[2015] Trecho extraído do artigo
Writing About Michael Jackson: What Some Critics Still Get Wrong
escrito por Zack O'Malley Greenburg, autor do livro Michael Jackson, Inc.: A Ascensão, Queda e Renascimento de um Império de Bilhões de Dólares

Fonte: https://www.forbes.com

Nenhum comentário

Postar um comentário

*Bem-vindos, Moonwalkers! Este é um espaço de amor à memória de Michael Jackson. Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line. [Rosane, admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...