Michael e os Três Patetas

A mesa de Michael, artisticamente arrumada com alguns
dos seus itens favoritos, incluindo uma foto dos Três Patetas

Em 1985, Michael Jackson escreveu o prefácio do livro Curly, An Illustrated Biography of the Superstooge, a convite da autora Joan Howard Mauer [sobrinha do ator Curly Howard].

Michael escreveu:

"Minhas memórias dos Três Patetas, e especialmente, Curly, ainda estão comigo até hoje. Na minha infância, em nossa casa em Indiana, era um ritual diário para mim assistir os Três Patetas na televisão. Todos os meus irmãos amavam e ainda mais agora. Chaplin e os Stooges são os maiores para mim - seu humor sobrevive a cada geração. 

Até a minha mãe adora vê-los e se diverte assistindo a eles. Ensaiando em equipe e assistindo os Stooges foram as únicas vezes que conseguíamos ficar juntos como uma família inteira. 

A loucura dos Stooges me ajudava a relaxar e fugir dos fardos da vida. Eles me influenciaram tanto que eu até escrevi uma música sobre eles. 
Curly era definitivamente o meu Stooge favorito. Ele foi sem dúvida um gênio cômico que entendia os improvisos melhor do que ninguém. 

Eu amava os pastelões dos Stooges e especialmente, os barulhos engraçados do Curly e suas maneiras e atitudes bobas e infantis. Ele deve ser honrado muito mais do que foi feito por ele no passado, por todos que o amam.

Quando criança, eu imitava Curly o tempo todo, e eu gostava de sentir-me superior e mais esperto do que aqueles três adultos bobos. Devo tanto a eles que eu sinto que eles pertencem a mim. É por isso que eu tinha que escrever o prefácio para este livro.

Joan, a autora, perguntou-me se eu achava que Curly havia sofrido quando ele teve que raspar seu cabelo ondulado, a fim de se tornar um Stooge. Minha resposta foi que eu tinha certeza que ele o fez, que sob o sorriso pode ter havido uma lágrima - afinal, ele era um palhaço. Mas é nosso dever como artistas satisfazer as pessoas - dar de nossas almas, mesmo que doa.

Curly tinha uma magia. Ele tinha um dom natural vindo de Deus. Mesmo quando ele não tinha a intenção de ser engraçado, ele era mágico. 

Hoje, 33 anos após sua morte, Curly ainda tem uma legião de fãs, porque ele era autêntico. Essas pessoas apelam para as pessoas jovens e idosas - como a cor azul. Eu amo tudo sobre Curly e eu daria tudo para saber realmente como ele era.

Agradeço à autora, este livro vai esclarecer muito do mistério de Curly para mim e seus milhões de fãs dedicados."

Michael Jackson





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...