O Rei na França (11)


Quando Michael Jackson passou com a Bad Tour pela França em 1987, tirou um tempo para visitar o Museu do Louvre em Paris. 

''Conforme acordado, às 18:00hs Michael chega ao Louvre com seus acompanhantes, seguido por uma nuvem de fãs. O passeio iniciou com um Louvre completamente deserto, com apenas seis policiais completamente em êxtase, já não fundamentados em seus postos de trabalho - eles apenas olhavam para Michael Jackson.

Eu nunca não vi nada como isso em minha vida, eu nunca vi uma pessoa que tivesse tal magnetismo. Jacques Lang [Ministro da Cultura] não estava envolvido na visita. Michael Jackson não queria ninguém "oficial".

Uma das poucas fotos que registraram
a passagem de Michael pelo museu
Michael disse simplesmente, "Olha, eu sei que estamos com o tempo apertado, mas eu gostaria de ver três obras".

Ele escolheu três obras muito refinadas, me surpreendeu que ele sabia exatamente o que queria ver no Museu do Louvre. Fomos ver Love of Psyche, que é uma das mais belas esculturas neoclássicas, um magnífico mármore.

Love of Psyche de Antonio Casanova

Michael também pediu para ver The Dream of Endymion de Anne Louis Girodet e San Sebastian de Guido Reni - deste último, ele tinha uma réplica em casa.

The Dream of Endymion de Anne Louis Girodet
San Sebastian de Guido Reni
Seus companheiros insistiram em ver Mona Lisa, mas Michael não prestou muita atenção.

Uma hora mais tarde, ele deixou o Louvre. Um grande coisa que me impressionou na época era a teoria que dizia que ele rejeitava qualquer contato físico, mas ele retirou a luva somente para apertar a minha mão.''

*Extratos do documentário francês The 25th Anniversary Of Bad - Michael Jackson.

Fonte: http://smilemichaeljacksonforever.blogspot.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...