''Por que meu amigo Michael é um bom pai''


''Por que meu amigo Michael é um bom pai''
Artigo escrito por Jonathan Margolis e publicado 
no jornal ''The Guardian'' em 9 de fevereiro de 2003

''Talvez esta não seja a melhor semana para declarar que Michael Jackson é um bom pai. Mas faço isso agora com base em mais do que o documentário televisivo de Martin Bashir. Passei vários meses trabalhando com Michael e o ex-rabino da Universidade de Oxford, Shmuley Boteach, em um livro ainda inacabado sobre, curiosamente, a importância de os adultos conservarem suas qualidades infantis.

Eu comecei a gostar muito de Michael e seus filhos. Ele é doce, charmoso, inteligente, pensativo e altamente excêntrico. Ele também está profundamente triste - não no sentido contemporâneo de ser inadequado - mas triste tipo melancólico e machucado. Ele é, na minha opinião, um bom homem. Seus filhos mais velhos, Prince e Paris, com quem passei um bom tempo, são brilhantes, bem comportados, intocados e não afetados.

Michael estudou puericultura com dedicação. Ele está comprometido com uma educação cuidadosa e não violenta. Ele lida com Prince e Paris com uma habilidade e paciência que me envergonha. E não, eles nunca usaram máscaras quando eu estava com eles. Ninguém que conheço também pensa mal nas habilidades de Michael, mesmo depois de Bashir.

Os pais cometem erros, muitas vezes quase fatais, o tempo todo, sem serem investigados pelos assistentes sociais. Se Bashir estivesse em Leeds em 1980, ele teria me pego trocando a lâmpada de um abajur de mesa que ainda estava ligado. O telefone tocou e, enquanto eu estava de costas, minha filha perdida chegou a um milímetro de ser eletrocutada.

Michael tem suas próprias opiniões sobre o que é estranho. Ele considera desagradável que os filhos de sua amiga Princesa Diana tenham sido encorajados por seu pai a testemunhar as conseqüências sangrentas de uma caça às raposas.

Eu vi a incrível empatia de Michael com as crianças muitas vezes. Ele fala com elas como se fossem adultos. Ele não os tolerará interromper uma conversa adulta, mas está extraordinariamente sintonizado com vozes jovens fazendo perguntas ou pedindo uma bebida, quando a maioria de nós escolhe fingir levemente ser surda.

Michael é um arranjo doméstico excêntrico, mas infinitamente melhor, eu sugiro, do que a média experimentada pelas crianças de Hollywood. Além disso, ele escolhe mulheres de meia idade excepcionalmente sensatas como babás. Eu diria que Michael Jackson deu mais atenção à paternidade do que a maioria de nós, pais que não sofrem com o apelido, Wacko.''


*Jonathan Margolis ''nadou contra a corrente'' escrevendo vários artigos sobre Michael Jackson, na ocasião em que o documentário de Martin Bashir foi exibido na televisão.
Outros dois desses artigos estão publicados neste blog:
* Michael, um pai exemplar  
* O homem por trás da máscara


Fonte: https://www.theguardian.com

9 comentários:

  1. Quando eu vi esse documentário, logo percebi que aquele Martin Bashir estava tentando fazer daquela entrevista um interrogatório incriminativo, com muitas insinuações e tal.
    Michael não percebeu de imediato e quando percebeu mais no final, começou a se comportar como um ator, atuando de forma lúdica (às vezes Michael agia assim), aí pronto, o estrago estava feito.😷

    ResponderExcluir
  2. Foi o Uri Geller que colocou os dois embustes na vida do Mike: Martin Bashir e o segurança Matt Fides.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, uns demônios!
      Eu senti que, como se Michael estivesse se entregado os inimigos, mas compreendo, ele estava tão cansado de tudo aquilo, suas palavras pareciam ser em vão.
      Eu teria enlouquecido!

      Excluir
    2. Sim.. daí a importância em se dar destaque a raros jornalistas como este acima, no post.

      Excluir
    3. Esse jornalista foi de uma sensibilidade incrível, descrevendo Michael como o homem e o pai que nós sabemos que ele era.

      Excluir

  3. Boa noite, Rosane! :)

    Este é um raro jornalista possuidor de uma honestidade e uma sensibilidade que possibilitaram a publicação de importantes artigos que trazem seu testemunho detalhado sobre quem realmente foi Michael Jackson!

    Ele merece destaque e toda nossa gratidão mesmo!

    ResponderExcluir
:) :( ;) :D :-/ :P :-O X( :7 B-) :-S :(( :)) :| :-B ~X( L-) (:| =D7 @-) :-w 7:P \m/ :-q :-bd

*Bem-vindos, Moonwalkers! Este é um espaço de amor à memória de Michael Jackson. Os comentários são moderados e estarão visíveis tão logo eu esteja on-line. [Rosane, admin. do blog]

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...